“Senti alguma dor”. Romualda Fernandes fala sobre a atitude racista da qual foi vítima

Romualda Fernandes - PS

Romualda Fernandes pronuncia-se pela primeira vez sobre a notícia da Lusa para dizer que aquilo que a define não é a cor da pele, mas os seus valores.

Em causa está uma notícia da Agência Lusa, divulgada na noite da véspera, sobre a tomada de posse da Comissão de Revisão Constitucional, em que, quando são apresentados os deputados suplentes, a seguir ao seu nome surge um parêntese com a designação “Preta”.

“Quando percebi a forma indigna como tinha sido tratada posso dizer que senti alguma dor. As pessoas não percebem, mas estas coisas causam dor”, afirmou Romualda Fernandes em declarações ao Expresso.

A deputada do PS diz que sempre se orgulhou das suas origens, daí que o caso da noticia da agência Lusa, que a identificava com uma palavra racista, a tenha surpreendido porque, aquilo que a define “não é a cor da sua pele, nem como mulher, nem como cidadã, nem como parlamentar”, acrescentando ao Público que o “que me define são os meus valores, as minhas atitudes, as minhas virtudes”.

A socialista garante que o episódio a fortaleceu como pessoa pois “fortalece a minha luta na estratégia de uma abordagem muito persistente que começou há muitos anos”.

Segundo a jurista, o que aconteceu consigo “é o reflexo do racismo” e afirma que, em situações destas, “é preciso chamar as coisas pelos nomes e não ter medo, porque é encarando os problemas que os vamos resolver”.

Romualda Fernandes refere-se a este episódio com preocupação porque, na sua opinião, este tipo de fenómenos “evidencia como o racismo e a xenofobia estão a fazer o seu caminho”. Assim, adverte que o combate ao “racismo estrutural e à xenofobia é uma luta de todos”.

Apesar de a Lusa ter corrigido a informação e emitido um comunicado com um pedido de desculpas e a explicação de que se tratou de um erro “inaceitável”, a deputada diz agora não acreditar que tenha sido “um engano involuntário”.

“Traduz uma agressão e um pensamento racista que não pode ser naturalizado. Não é apenas um adjetivo, há muito de substantivo por trás desta matéria. É inadmissível e inconcebível a todos os títulos”, sublinhou ao Expresso.

A deputada destaca o pedido de desculpas por parte do presidente da Lusa e disse que gostaria de “dedicar estas desculpas a milhares e milhares de pessoas que diariamente sofrem este tipo de insulto” e que aguarda pelo desfecho do processo de averiguações que a direção de Informação da Lusa instaurou ao jornalista autor da notícia.

ZAP //

 

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. “alguma dor”…??? Não, não pode dizer isso! Tem que dizer que ficou traumatizada para o resto da vida! Tem que dizer que se abriu uma ferida insuportável de dor, uma ferida que nunca irá sarar.
    E sabe porquê? Porque o racismo nunca terá fim!!

RESPONDER

Secretário-geral do PSD prevê "grande resultado" nacional nas autárquicas

O secretário-geral e coordenador autárquico do PSD disse antecipar que o partido terá "um grande resultado no país" e manifestou-se convicto da vitória em Portalegre, com a candidata Fermelinda Carvalho. No jantar de encerramento do primeiro …

"Um absurdo". Em 2424 vagas, só 2 professores com menos de 30 anos devem entrar nos quadros

O envelhecimento da carreira docente volta a fazer parte das reclamações da Federação Nacional de Professores (Fenprof), com o secretário-geral da entidade, Mário Nogueira, a revelar que, no próximo concurso de acesso aos quadros da …

Pfizer investiga pessoas vacinadas que contraíram a doença e estuda impacto da dose de reforço

A farmacêutica Pfizer vai realizar um estudo sobre um grupo de pessoas que depois de vacinadas contra o covid-19 contraíram a doença para determinar se é necessária uma dose de reforço. O anúncio sobre a investigação …

Vídeo da TAP a contratar em Espanha gera revolta. Companhia já abriu inquérito disciplinar

Numa altura em que o cenário do despedimento colectivo na TAP está na agenda política nacional, há um vídeo que revela o director de Recursos Humanos da companhia numa acção de recrutamento de trabalhadores em …

Defesa alega que Salgado tem “lapsos de memória” e “desgaste físico e emocional”

Os advogados apresentam um apanhado do que chamam do perfil psicológico do arguido, bem como as condições físicas em que atualmente se encontra. A contestação conta com 191 páginas. Tendo em conta o escrutínio público a …

"Errar é humano". Rui Moreira defende Medina das críticas (mas garante que no Porto não aconteceria algo semelhante)

Depois de Fernando Medina se ver envolvido no casos dos dados dos ativistas russos, Rui Moreira vem defender o seu homólogo dizendo que este não deverá abandonar a autarquia lisboeta. Em entrevista à TVI24, o Presidente …

"Cena de Kafka ou de Orwell". Bielorrússia exibe Protasevich em conferência de imprensa

As autoridades bielorrussas exibiram, esta segunda-feira, o jornalista Roman Protasevich, numa conferência de imprensa descrita pela oposição como uma "cena kafkiana" e realizada sob "coação". Esta segunda-feira, Roman Protasevich esteve presente numa conferência de imprensa do …

Pipa conhece interesse do Sporting e não descarta transferência

Gonzalo Ávila Gordon, mais conhecido por Pipa, tem sido observado pelo Sporting CP como opção para concorrer pelo lugar de Pedro Porro. "Vi as notícias, sei que o Sporting é o campeão português e um grande …

Fatura da luz vai aumentar já no próximo mês

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) aprovou um aumento nos preços da luz para as cerca de 954 mil famílias que são abastecidas no mercado regulado. A revisão entra em vigor a 1 de julho …

Num dia "incrivelmente positivo", Biden lançou avisos a Putin e teve uma reunião "muito boa" com a Turquia

O presidente dos EUA, Joe Biden, considerou a cimeira da NATO, realizada esta segunda-feira em Bruxelas, um dia "incrivelmente positivo", naquela que foi a sua primeira deslocação internacional desde que tomou posse. Joe Biden destacou, durante …