Sem casos e com a economia em apuros, Coreia do Norte junta-se a corrida à vacina para a covid-19

(cv) Rodong Sinmun

A Coreia do Norte anunciou que se vai juntar à corrida do desenvolvimento de uma vacina para a covid-19, uma competição global que já juntou algumas das melhores mentes médicas e que deverá custar milhares de milhões de euros.

A CNN relata que a Comissão Estatal de Ciência e Tecnologia da Coreia do Norte anunciou que já estão em andamento ensaios clínicos para a candidata nacional e que estão a debater como prosseguir para a terceira fase, que envolve testes em humanos.

Porém, para o resto do mundo, as declarações da Coreia do Norte podem parecer dúbias.

A corrida para desenvolver uma vacina para uma doença que infetou quase 14,5 milhões de pessoas e matou mais de 605 mil em todo o mundo é um desafio tecnológico e científico que deverá custar enormes somas de dinheiro.

Por outro lado, a Coreia do Norte tem um dos sistemas de saúde mais degradados do planeta e conta com a assistência da Organização Mundial da Saúde (OMS) para fornecer vacinas aos seus habitantes há várias décadas.

A questão é: porque é que um país que não registou oficialmente nenhum caso de covid-19 e que tem a economia em apuros gastaria tempo, dinheiro e recurso no desenvolvimento de uma vacina? Segundo a CNN, deverá ser uma combinação de medo genuíno do vírus e uma tentativa de convencer os norte-coreanos de que Kim Jong Un enfrentará o desafio e protegerá o seu povo.

A Coreia do Norte foi um dos primeiros países a ver a covid-19 como uma ameaça séria. A maioria dos especialistas acredita que o seu sistema de saúde seria rapidamente dominado pela pandemia, uma vez que muitas instalações não têm acesso a eletricidade ou água corrente. Medicamentos e outros equipamentos também são escassos.

Além disso, a capacidade de teste parece ser um problema na Coreia do Norte. No início de julho, apenas 922 pessoas num país de 25 milhões tinham sido testadas.

Muitos especialistas duvidam que a Coreia do Norte não tenha casos de covid-19, um vírus altamente infecciosos que poderia facilmente entrar no país sem ser detetado. O país está bem posicionado para impedir que os surtos se espalhem, pois pode aprovar rapidamente o tipo de medidas de bloqueio que outros estados demoraram a adotar, uma vez que é uma ditadura que controla rigorosamente quem entra no país.

A pandemia parece sob controlo na Coreia do Norte. No início do mês, Kim Jong-un disse que os esforços do seu país foram um “sucesso brilhante”, mas alertou os seus funcionários para não serem complacentes, uma vez que a crise global ainda não passou.

Em relação à vacina, não é claro como é que se inclui na estratégia anti-epidemia da Coreia do Norte. Até quarta-feira, havia mais de 140 vacinas candidatas em avaliação pré-clínica e 23 que haviam chegado a ensaios clínicos, de acordo com a OMS. Algumas das gigantes empresas farmacêuticas que apoiam essas vacinas valem mais do que toda a economia da Coreia do Norte.

Financeiramente, a vacina norte-coreana não faz muito sentido. Porém, se se olhar através do prisma do potencial de propaganda, a imagem torna-se bem mais clara.

Durante décadas, a Coreia do Norte foi a metade industrializada tecnologicamente avançada da península coreana devido ao legado da ocupação japonesa. A maioria dos recursos naturais desejados pelos japoneses estava no norte, razão pela qual construíram lá fábricas.

Os media estatais norte-coreanos dão a impressão de que o país se tornou uma potência tecnológica global por causa da liderança da família Kim e da sua ideologia. Em tempos de conflito com a Coreia do Sul e os Estados Unidos, o programa de armas nucleares do Norte será o exemplo mais visível disso. Porém, os media trazem muitas outras histórias sobre conquistas tecnológicas e científicas.

Assim, produzir uma vacina seria uma boa ferramenta de propaganda para um líder cujo mandato se baseia na sua capacidade sobrenatural de proteger o povo coreano.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Mais uma pergunta, então se na Coreia do Norte não existem casos do Covid 19, como poderão eles testar e fazer ensaios sobre uma coisa que não têm? Propaganda comunista, e sabe-se lá até quantos não terão morrido já por lá com o vírus e nunca se saberá.

RESPONDER

Ninguém sabe do paradeiro dos Evangelhos Garima, um dos maiores tesouros do mundo cristão

Depois de terem sobrevivido a 1.500 anos de história num mosteiro remoto, os Evangelhos Garima enfrentam agora a sua ameaça mais grave. Um dos maiores tesouros do mundo cristão, guardado durante mais de 1.500 anos no …

"Estou preocupado". Ex-piloto da Marinha dos EUA diz que via OVNIs "todos os dias"

Um antigo piloto da Marinha dos Estados Unidos diz que, durante anos, viu Objetos Voadores Não Identificados (OVNIs) "todos os dias". Depois de anos a ignorar a questão, uma task force do Pentágono prepara-se para revelar …

Peru está a investigar se a lixívia pode curar a covid-19

O congresso do Peru votou para investigar se beber ou injetar uma lixívia industrial poderia curar a covid-19. A moção foi aprovada com 49 votos a favor e 39 votos contra. Está a ser criado um …

Há vestígios de ouro nesta imagem de satélite

As operações de mineração num dos maiores depósitos de ouro da Rússia, em Aldan, incluem um método que deixa rastos na paisagem. E são visíveis do Espaço. A imagem de satélite, tirada em setembro de 2019, …

Dezenas de corpos de vítimas de covid-19 encontrados nas margens do rio Ganges

Ciclone Tauktae faz pelo menos 33 mortos na Índia (e paralisa vacinação contra covid-19)

Pelo menos 33 pessoas morreram e quase cem estão desaparecidas na Índia, devido ao impacto do ciclone Tauktae, esta terça-feira. O país também registou o maior número de mortes diárias provocadas pela covid-19. Centenas de milhares …

Cientistas criam dispositivos de testagem que produzem resultados em tempo recorde

Cientistas criaram dispositivos que permitem detetar infeção com o coronavírus SARS-CoV-2 num segundo ou em menos de 30 minutos, conforme a técnica usada, revelam dois estudos distintos divulgados esta terça-feira na imprensa da especialidade. Investigadores das …

CP está a vender bilhetes com 80% de desconto

A CP tem uma nova campanha, que entra em vigor esta terça-feira, através da qual disponibiliza cerca de 17.920 viagens com descontos até 80% nos comboios intercidades. De acordo com o jornal Público, os bilhetes abrangidos …

Mais de 40 pessoas, quase todas crianças, no hospital de Beja com vómitos

Um total de 35 crianças e seis adultos oriundos de diversas escolas do concelho de Beja deram esta terça-feira entrada no Hospital José Joaquim Fernandes, naquela cidade alentejana. A notícia foi avançada por fonte hospitalar, que …

Novo Banco. "Não era um banco bom, foi preciso fazer dele um bom banco", diz Centeno

O governador do Banco de Portugal, Mário Centeno, afirmou esta terça-feira que o Novo Banco “não era um banco bom” e “foi preciso fazer dele um bom banco”, recordando o “legado do BES” que marca …

Ensino superior com vagas especiais para lusodescendentes

O Governo alargou o contingente especial de acesso ao ensino superior dirigido a emigrantes e seus familiares permitindo que, no próximo ano letivo, se possam candidatar todos os lusodescendentes, de nacionalidade portuguesa e residentes no …