“Um desperdício de camas”. Segurança Social está a libertar hospitais dos “casos sociais”

Caroline Blumberg / EPA

A Segurança Social está a libertar os hospitais dos chamados “internamentos sociais”, pessoas que já tiveram alta clínica mas que continuam internadas por falta de resposta extra-hospitalar.

Em maio, havia 1.500 camas ocupadas por pacientes nesta situação, com alguns casos a durarem meses e até mesmo anos, avança o jornal Público esta sexta-feira.

Agora, mais do que nunca, devido à pandemia de covid-19, é necessário libertar espaço nos hospitais para os pacientes infetados com o novo coronavírus. De momento, em Portugal, existem 2.362 doentes internados, dos quais 320 estão em unidades de cuidados intensivos.

O Instituto de Segurança Social está a tomar “medidas extraordinárias” para retirar estes pacientes, maioritariamente idosos, dos hospitais. A solução tem sido integrá-los em lares e estruturas da Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (RNCCI).

Isto implicou um alargamento dos acordos de cooperação e a criação de “um maior número de vagas sociais”, nomeadamente ao nível dos cuidados continuados de saúde mental, apurou o Público.

A Administração Regional de Saúde de Lisboa disse que, na terça-feira, havia 130 pessoas internadas e identificadas como casos sociais nos 13 hospitais da sua área de influência. “A grande maioria são pessoas dependentes, sendo que 63 (48,5%) do total têm 80 ou mais anos”, salientou a ARS de Lisboa.

No Porto, a situação é semelhante. “O problema da falta de resposta atempada por parte da Segurança Social arrasta-se há muitos anos e é muito anterior à pandemia”, disse a diretora do serviço social do Hospital de São João, Alexandra Duarte.

Como solução, o São João tem um contrato com uma unidade de saúde privada, na Trofa, que permite que estes utentes sejam transferidos, desocupando camas que são necessárias para os doentes.

“Cerca de um em cada dez internamentos são desnecessários e poderíamos estar a prestar cuidados mais adequados fora das instituições a estes doentes”, disse o representante dos administradores hospitalares, Alexandre Lourenço.

A opinião é partilhada pelo diretor clínico do Centro Hospitalar Universitário do Porto (CHUP), José Barros: “É um desperdício de camas hospitalares, de custo diário elevado, e que deveriam estar dedicadas a doentes que, por vezes, ficam a aguardar vaga no serviço de urgência”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Portugal vs França Em Direto. Onze provável da seleção com Renato e Moutinho de início

A seleção de Portugal joga esta quarta-feira o tudo por tudo contra a França, num encontro que pode significar o apuramento para os Oitavos de Final do Euro 2020 ou o regresso a casa mais …

Ana Paula Vitorino já tem luz verde para liderar AMT

A Comissão de Recrutamento e Seleção para a Administração Pública (CReSAP) aprovou a escolha da ex-ministra do Mar e atual deputada Ana Paula Vitorino para a presidência da Autoridade da Mobilidade e dos Transportes (AMT), …

"Pensão na Hora". Dez mil portugueses pediram reforma aprovada em 24 horas

A Segurança Social já recebeu dez mil pedidos de reforma através do "Pensão na Hora", mas só 14% foram deferidos automaticamente 24 horas depois. A ferramenta digital "Pensão na Hora" está disponível há cerca de quatro …

Depois da nega de Costa, associações da Cultura foram recebidas por Marcelo

O Presidente da República reuniu-se, esta terça-feira, com representantes das associações e promotores de espetáculos, que expressaram as dificuldades que o setor atravessa, como a obrigatoriedade de testagem para a realização de eventos. "Estivemos em Belém …

Portugal regista três mortes e o maior número de casos desde fevereiro

Portugal registou nas últimas 24 horas três mortes associadas à covid-19, 1.497 novos casos de infeções confirmadas - o maior número desde 24 de fevereiro - e uma diminuição nos internamentos em enfermaria e cuidados …

PAN quer proibir animais de companhia acorrentados e em varandas

O PAN quer proibir os donos de animais de companhia de os acorrentarem permanentemente ou os colocarem em varandas por largos períodos de tempo, através de um projeto de lei entregue hoje na Assembleia da …

IGAI abre processo ao protesto do Movimento Zero. Manifestante fez a saudação fascista

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) anunciou, esta terça-feira, que abriu um processo administrativo à manifestação dos elementos das forças de segurança que pertencem ao Movimento Zero, tendo pedido informações à Polícia de Segurança Pública …

Iniciativa Liberal garante que sardinhada de S. João é um “jantar como outro qualquer”

O evento foi divulgado ontem no Facebook mas acabou por ser retirado ao fim da tarde da página do partido para não gerar “más interpretações”. Ao contrário do “Arraial Liberal”, que se realizou em Lisboa, …

Membros do comando saudita que assassinou Khashoggi foram treinados nos EUA

Os quatro membros do comando que matou o jornalista saudita Jamal Khashoggi, em 2018, terão recebido formação paramilitar nos Estados Unidos. O jornal norte-americano The New York Times noticiou, na terça-feira, que quatro membros do comando …

Homem de etnia cigana morre após polícia pressionar joelho no seu pescoço. Caso já é comparado ao de Floyd

O caso ocorreu na República Checa. Um homem de etnia cigana morreu depois de um polícia ter pressionado o joelho sobre o seu pescoço durante vários minutos. A vítima, Stanislav, de 40 anos, viria a …