Segunda fase do desconfinamento só será avaliada na próxima quinta-feira. Rt está perto de 1

Manuel Fernando Araujo / Lusa

Confinamento na Cidade do Porto

A 2.ª fase de desconfinamento, prevista para 5 de abril, vai ser discutida na próxima quinta-feira, 1 de abril, em Conselho de Ministros. A média de novos casos por cem mil habitantes e o rácio de transmissibilidade (Rt) vão ser os principais fatores a ter em conta.

Uma fonte do Governo disse, ao Público, que o país se encontra “num processo lento e gradual”, salientando que “não pode haver euforias de desconfinamento” uma vez que “tem de continuar a correr tudo bem”.

O Conselho de Ministros aprova, esta quinta-feira, o decreto de execução do novo estado de emergência. As medidas, anunciadas por António Costa a 11 de março, relativas à 1.ª fase de desconfinamento mantêm-se em vigor até dia 5 de abril.

Para se avançar para a segunda fase de desconfinamento, a média de novos casos por cem mil habitantes deve ser inferior a 120 e o Rt inferior a 1.

Prevista nesta fase está a abertura das lojas até 200 metros quadrados com porta para a rua, as esplanadas de restaurantes, pastelarias e cafés com quatro pessoas, os monumentos, os palácios, os museus, as galerias de arte e equivalentes.

Será autorizado a prática de modalidades desportivas de baixo risco, a atividade física ao ar livre por grupos até quatro pessoas e os ginásios, mas sem aulas de grupo. As câmaras municipais poderão autorizar feiras e mercados não-alimentares.

Contudo, os dados impõe alguma cautela. Na quarta-feira, de acordo com a matriz de risco divulgada pela Direção-geral da Saúde, o Rt era de 0,91 (quer na globalidade do território nacional quer no Continente) e a incidência de 77,6 infeções por 100 mil habitantes em todo o território nacional e de 67,7 no Continente.

Para já mantém-se a obrigatoriedade do dever geral de confinamento e é recomendado o teletrabalho. Permanece em vigor também a obrigatoriedade de o comércio funcionar com venda ao postigo e em regime de take away até às 21h. Já ao fim-de-semana e nos feriados o horário de fecho é às 13h, prolongando-se até às 19h, no caso do retalho alimentar.

A partir das 24h desta quinta-feira e o dia 5 de Abril, as forças de segurança estarão mais interventivas, explicou um membro do Governo ao Público. O objetivo é impedir um aumento da circulação da população durante a semana da Páscoa, de modo a evitar uma explosão de contágios.

ZAP //

 

 

PARTILHAR

RESPONDER

Na Tailândia, a legalização do aborto enfrenta "resistência espiritual"

Desde fevereiro, qualquer pessoa que procure fazer um aborto na Tailândia consegue fazê-lo legalmente, pelo menos no primeiro trimestre. Ainda assim, muitos médicos e enfermeiros recusam-se a levar a cabo o procedimento. A advogada Supecha Baotip …

Haiti. Viúva do presidente assassinado implica seguranças no crime

Martine Moise, a viúva do presidente haitiano Jovenel Moise — assassinado na sua residência por um comando armado no início de julho — descreveu abertamente o ataque e partilhou as suas suspeitas sobre o crime …

Covid-19. Portugal regista 2.306 novos casos e aumento nos internados

Portugal registou este domingo 2.306 novos casos de infeção por covid-19 e mais oito mortes, segundo o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).  Portugal regista este domingo oito mortes atribuídas à covid-19, 2.306 novos casos …

Birmânia. Líder da junta volta a prometer eleições até 2023, seis meses depois do golpe militar

O líder da junta militar birmanesa, no poder desde o golpe de 1 de fevereiro, comprometeu-se novamente a realizar eleições "até agosto de 2023". “Estamos a trabalhar para estabelecer um sistema multipartidário democrático”, disse, este domingo, …

Tóquio2020. Patrícia Mamona conquista medalha de prata no triplo salto (e melhora recorde nacional)

Patrícia Mamona conquistou este domingo a medalha de prata no triplo salto dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, ao conseguir 15,01 metros, novo recorde nacional, arrebatando a segunda medalha por atletas portugueses depois do bronze do judoca …

Trabalhadores da CP e IP iniciam hoje greve ao trabalho extraordinário e feriados

Os trabalhadores da CP - Comboios de Portugal e da Infraestruturas de Portugal (IP) entram este domingo em greve ao trabalho extraordinário e feriados, até 31 de agosto, por aumentos salariais. A greve, convocada pelo Sindicato …

Mesmo longe da Casa Branca, Trump foi o político republicano que mais arrecadou dinheiro em 2021

O ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump é o político do Partido Republicano que mais arrecadou dinheiro este ano, apesar de ter deixado o cargo a 20 de janeiro, segundo a imprensa local. Os comités políticos …

Marcelo satisfeito com reabertura “sensata”. Alívio das restrições arranca hoje

O levantamento gradual das restrições em função da vacinação contra a covid-19 arranca este domingo com regras aplicáveis em todo o território continental, inclusive o limite de horário de encerramento até às 2h00 para restauração …

Restos mortais de morcego-vampiro podem desvendar mistérios sobre a espécie extinta

A descoberta da mandíbula de um morcego que viveu há 100 mil anos pode ajudar a responder a algumas incógnitas sobre a espécie extinta. Os restos mortais foram encontrados numa caverna na Argentina. De acordo com …

Vacinação de crianças saudáveis está aberta à "livre escolha dos pais"

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, salientou este sábado que as autoridades de saúde não proibiram a vacinação contra a covid-19 para crianças saudáveis, considerando que “esse espaço continua aberto à livre escolha …