Secretária de Estado desvaloriza “jantarinho” da Web Summit no Panteão

Jose Carlos Babo / Flickr

A Igreja de Santa Engrácia, Panteão Nacional, em Lisboa

A secretária de Estado da Indústria desvalorizou o polémico jantar no Panteão Nacional e garante que nenhum membro do Governo esteve presente. “Não temos nada a ver com isso”, afirmou à agência Lusa.

A secretária de Estado da Indústria, Ana Teresa Lehmann, desvalorizou este sábado o “jantarinho” de convidados da cimeira de tecnologia e empreendedorismo Web Summit no Panteão Nacional, lembrando que nenhum membro do Governo esteve presente.

“Houve um jantarinho organizado por terceiros e no qual não esteve presente nenhum membro do atual Governo. Eu não estive presente, não esteve presente nem o senhor ministro da Economia nem o senhor primeiro-ministro”, afirmou a secretária de Estado em declarações à agência Lusa. A responsável recusou também qualquer associação do executivo à iniciativa: “Não temos nada a ver com isso”.

Já questionada sobre uma eventual imagem negativa do evento, a governante disse que “mau era se o foco fosse num jantar organizado por terceiros”. “Temos é de destacar o sucesso” e de “puxar o país para cima”, vincou a governante.

A polémica surgiu depois da divulgação de informações nas redes sociais acerca da realização de um jantar exclusivo com convidados da Web Summit na nave central do Panteão Nacional, em Lisboa, em que participaram presidentes executivos, fundadores de empresas e ‘startups’, investidores de alto nível, entre outras personalidades.

Na altura, o primeiro-ministro emitiu um comunicado a repudiar a situação, considerando que a utilização do Panteão Nacional para eventos festivos era “absolutamente indigna”.

O fundador da Web Summit, Paddy Cosgrave, chegou mesmo a pedir desculpa por ter usado o Panteão para o jantar de encerramento. “Eu amo este país como se fosse uma segunda casa e nunca teria a intenção de ofender os grandes heróis do passado de Portugal”, escreveu no Twitter.

Cosgrave explicou ainda que “foi um jantar organizado de acordo com as regras do Panteão Nacional e realizado com respeito” e que a ideia era “tentar honrar a história de Portugal”.

Isabel Melo, diretora do Panteão Nacional, também recusou demitir-se na sequência da polémica e garantiu que o evento foi autorizado “por quem de direito”, ou seja, a Direção-Geral do Património e que decorreu de acordo com o regulamento em vigor.

Segundo apurou o Observador, o “ministro” a quem Paddy Cosgrave se referiu no jantar será João Vasconcelos, ex-secretário de Estado da Indústria e um dos principais rostos do ecossistema de empreendedorismo português.

O ex-governante, que saiu do Governo na sequência do caso Galpgate, foi presença assídua no evento e esteve presente no polémico jantar.

Esta terça-feira, o ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, assegurou que a utilização do Panteão, à semelhança de outros monumentos que “honrem a memória da nação”, será “fortemente restringida”, no âmbito da revisão da sua regulamentação.

A Web Summit decorreu entre 6 e 9 de novembro na zona do Parque das Nações. Segundo a organização, nesta segunda edição do evento em Portugal participaram 59.115 pessoas de 170 países.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Balas que assassinaram John F. Kennedy preservadas em modelo 3D

A partir do próximo ano, os Arquivos Nacionais dos Estados Unidos vão disponibilizar, no seu catálogo online, imagens 3D das balas que assassinaram o antigo presidente norte-americano John F. Kennedy. Para criar os modelos das …

Pela primeira vez, neurónios artificiais foram criados para curar doenças crónicas

Uma equipa de investigadores conseguiu recriar as propriedades biológicas dos neurónios em chips, que podem ser úteis ajudar na cura de doenças neurológicas crónicas. Naquele considerado um feito única na ciência, investigadores da Universidade de Bath …

Cientistas encontram uma relação negativa "muito forte" entre inteligência e religiosidade

Uma equipa de investigadores sugere que pessoas religiosas tendem a ser menos inteligentes do que pessoas sem crenças religiosas. O estudo tem gerado uma grande controvérsia. A religião é um tema forte, capaz de juntar ou …

Descoberta nova espécie de tubarão pré-histórico que podia chegar aos sete metros

Uma nova espécie de tubarão pré-histórico foi descoberta no Kansas, nos Estados Unidos. Este predador podia crescer até quase sete metros de comprimento. De acordo com a revista Newsweek, Kenshu Shimada, da Universidade DePaul, e Michael …

Conhecido medicamento para diabetes pode conter um carcinógeno

A Food and Drug Administration, agência federal e reguladora do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos, está a testar amostras de metformina, um medicamento para diabetes que pode conter o carcinógeno N-Nitrosodimetilamina …

Nobel da Física diz que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra

Didier Queloz disse, este sábado, estar convencido de que o ser humano não está concebido para viver fora da Terra, razão pela qual está "zangado" com alguns argumentos do cofundador da Tesla, Elon Musk. Os suíços …

Ford está a reciclar palha de café do McDonald's. Quer transformá-la em peças de carro

https://vimeo.com/377768195 A Ford está a fabricar peças de carro através de palha de café reciclada do McDonald's. A iniciativa contribui para a redução da pegada ecológica e do desperdício alimentar. O combate às alterações climáticas cabe um …

Comité da ONU preocupado com condições das prisões em Portugal

As condições de detenção, a sobrelotação das prisões, o alegado uso da força e outros abusos contra pessoas pertencentes a grupos raciais e étnicos são as principais preocupações do Comité da ONU contra a Tortura …

Cientistas identificaram organismo que prospera ao comer meteoritos

O micróbio Metallosphaera sedula tem uma propensão para comer minerais. E não estamos a falar de granito ou giz, mas de rochas muito mais especiais como meteoritos. Segundo o Science Alert, uma equipa internacional de cientistas …

Médicos estrangeiros em Portugal atingem o valor mais alto da última década

O número de médicos estrangeiros registados em Portugal atingiu, em 2019, o valor mais elevado da última década, situando-se em 4192, mais 9,1% face a 2009, revelam dados da Ordem dos Médicos (OM). A maioria dos …