Schäuble diz que Portugal estava a ser “muito bem sucedido até ao novo Governo”

Olivier Hoslet / EPA

Mário Centeno cumprimenta Wolfgang Schäuble, em Bruxelas, após a vitória de Portugal no Euro 2016

Mário Centeno cumprimenta Wolfgang Schäuble, em Bruxelas, após a vitória de Portugal no Euro 2016

O ministro das Finanças alemão, Wolfgang Schäuble, afirmou esta quarta-feira que Portugal estava a ser “muito bem sucedido até ao novo Governo” liderado por António Costa. O presidente do Partido Socialista, Carlos César, responde que Schäuble é “um incendiário” disfarçado de bombeiro.

Numa conferência em Bucareste, na Roménia, respondendo a questões dos jornalistas, o ministro das Finanças da Alemanha afirmou que “Portugal estava a ser muito bem sucedido até ao novo Governo”.

O governante alemão sublinhou ainda que, depois das eleições de outubro de 2015, o executivo de António Costa disse que não iria respeitar o que “o anterior Governo tinha acordado”.

Schäuble referiu ainda, citado pela agência financeira Bloomberg, que advertiu o seu homólogo português, Mário Centeno, para o que iria acontecer.

“Disse-lhe que se seguissem esse caminho iriam correr um grande risco e eu não correria esse risco”, acrescentou o governante alemão.

“Um incendiário disfarçado de bombeiro”

O presidente do PS, Carlos César, já veio responder às palavras do ministro das Finanças alemão: “O ministro alemão das Finanças é, como se sabe, um incendiário que se propõe vender a imagem de um bombeiro”, afirmou à TSF, .

O socialista lembra que não é a primeira vez que Wolfgang Schäuble faz declarações deste género e lembra que o ministro já o fez com outros países europeus. “Tem feito infelizmente isso não só no caso da economia portuguesa como em outros casos de outros países europeus”, afirmou.

Carlos César lembrou ainda que nem todos os cidadãos da Alemanha têm essa opinião, uma vez que investem em Portugal.

“Se pensarmos naqueles que investem ou na Volkswagen, ou na Continental ou noutros investimento que estão em curso em Portugal com capitais alemães, esses compreendem bem que a economia portuguesa tem um potencial, que a estabilidade política e social é um bem que eles preservam e apreciam e que Portugal é um país que tem condições para progredir com a atual política”, sublinhou Carlos César.

ZAP / Lusa

6 COMENTÁRIOS

  1. O que é que o Sr. Schäuble diria se o Ministro das Finanças de Portugal ou de qualquer outro país passasse a vida a comentar a actuação do seu Governo? Será que este senhor julga ter algum tipo de direito divino para dizer o que diz, apenas e só porque a Alemanha é o país mais rico da Europa? Mas se o é, à complacência Europeia e Americana o deve… convém não esquecer e a memória dos Homens é MUITO curta!
    Faria muito melhor figura em preocupar-se com o seu país e parar de dar opiniões a quem creio que não lhas pediu.
    E o meu comentário seria exactamente o mesmo fosse que Governo fosse!

  2. Claro.. o anterior governo estaria a fazer tudo o que este senhor queria,
    Este actual governos já não dá o que eles querem..
    claro que è mau governo e o outro é que era bom.
    As pessoas viviam pior nera? nao faz mal

  3. Todos sabemos que o caminho seguido nos 4 anos de governo de Passos Coelho, foi de subserviência chocante e duma estratégia económica de empobrecimento do País. A vivência dessa realidade pelas pessoas e diversos estudos publicados provam-no. Não estou a dar novidade nenhuma.
    Dizer o que este individuo disse também é prova disso mesmo e, por isso mesmo, não me espanta. Esta criatura é, aliás, fertil, neste tipo de comentários que podem ter como consequência, alguma instabilidade nos mercados relativamente á divida portuguesa e, consequentemente, subida nas taxas de juro a pagar por nós ( é esse mesmo o objectivo deste crápula ). Daqui resulta, sabendo que os alemães têm interesse nisso, o comentário deste agiota.
    Nesta UE dominada politica e economicamente, por eles, quanto mais estados tiverem dificuldades mais os alemães faturam. Esta é uma das razões que os conduz ao superavit orçamental que têm tido. Por outro lado, asfixiar economicamente um País e adoptar a estrategia de empobrecimento de um País, conduz a restrições designadamente no financiamento das empresas, etc, etc. Também deste modo conseguem “eliminar” concorrência oriunda de países como o nosso. É execrável e duma baixeza atroz.

  4. Antes de me expressar quero apenas dizer que sou totalmente apartidário. Mas penso que não é preciso ser alemão para tirar esta conclusão. Até aqui, crescimento nem vê-lo. Impostos sim, muitos, novos, criativos, de todo o tipo e feitio. O problema não está nem nunca esteve na receita. Esteve sempre na despesa. E esta só aumentará pelas medidas que vejo. Logo, mais receitas (impostos e taxas) serão necessárias. Esta fórmula só pode dar buraco.

  5. Com tanta porcaria por limpar na alemanha, preocupe-se com o país dele que o nosso cá vamos pagando as dividas que os governos e as câmaras do meu País fizeram para ganhar votos para se manterem no poder a eles, aos boys deles, sua banca e outros trouxas bem na vida. Quem perde tempo a votar nos corruptos e infiéis ao contribuinte é que são culpados do que se passa, porque acreditam numa democracia que não existe.

RESPONDER

May promete facilitar permanência de cidadãos europeus no Reino Unido

A primeira-ministra britânica prometeu, esta quinta-feira, "facilitar" a estadia dos cidadãos europeus no Reino Unido depois do Brexit, ao mesmo tempo que garantiu que o consenso com a União Europeia nesta matéria está "muito perto". Theresa …

Bruxelas deve considerar despesas dos incêndios como “excecionais”

O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, defendeu esta quinta-feira que as despesas públicas resultantes dos devastadores incêndios em Portugal sejam consideradas como "circunstâncias excecionais", sem consequências na avaliação orçamental a fazer por Bruxelas. "Parece-me …

Creme anticelulite tem ingrediente proibido

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) pediu ao Infarmed a retirada do mercado do creme 'Depuralina Celulite', por conter um ingrediente proibido em cosméticos, na União Europeia, desde 2015. De acordo com um …

Benfica recebe o V. Setúbal, FC Porto o Portimonense e Sporting o Famalicão

O sorteio realizado, esta quinta-feira, na Cidade do Futebol, em Oeiras, ditou que os três grandes vão jogar em casa. Benfica e FC Porto jogam com outras duas equipas da I Liga, enquanto que o …

Líder neonazi britânico declara-se homossexual, revela ser judeu e abandona movimento

Um proeminente líder neonazi da Frente Nacional (NF) britânica deixou o movimento depois de se declarar homossexual e revelar a sua herança judaica. O líder fez as revelações sobre o seu passado violento enquanto renunciava …

Costa pediu finalmente desculpas (contrariado e só como cidadão)

"Se me quer ouvir pedir desculpas, eu peço desculpas". Eis como António Costa fez um mea culpa contrariado pelos trágicos incêndios que mataram mais de 100 pessoas, nos últimos meses, num debate parlamentar onde confessou …

Material de Tancos abre guerra entre o Ministério Público e militares

A Polícia Judiciária Militar não informou o Ministério Público nem os procuradores da Unidade Nacional de Contraterrorismo da PJ de que tinha encontrado o material de guerra roubado, em junho passado, em Tancos. Segundo o Diário …

Sócrates "usou" ministros em benefício próprio

A actual ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, e os antigos ministros Mário Lino, António Mendonça e Carlos Fonseca foram "instrumentalizados" por José Sócrates para favorecerem os seus interesses e os Grupos Lena e Espírito …

Benfica alvo de buscas por suspeitas de corrupção passiva e ativa

Elementos da Polícia Judiciária (PJ) estão a fazer buscas em instalações do Benfica, no âmbito do caso dos emails, numa investigação que se centra em suspeitas de corrupção passiva e activa. Fonte oficial do Benfica confirmou …

Ex-Comandante Nacional desviou meios do grande incêndio de Mação

A fita do tempo veio confirmar as suspeitas que o presidente da câmara de Mação, Vasco Estrela, que falava num desvio de meios e equipas no primeiro incêndio que tomou conta do concelho. No início de …