Santos Silva: Eleições europeias são um “teste interessante” à geringonça

Em entrevista ao jornal Público e à rádio Renascença, o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, disse que as próximas eleições europeias “vão ser muito importantes” tanto no plano europeu como no plano interno.

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, considera que as eleições europeias do próximo ano serão um “teste interessante” para a aliança do Governo com as esquerdas, dado que as posições do Bloco e do PCP são muito distintas no que diz respeito a esta matéria.

Em entrevista ao Público e à Renascença, Santos Silva frisou que as próximas europeias serão “muito importantes no plano europeu e interno”.

“O recrudescimento de forças xenófobas e populistas é real. Tem importância no plano nacional porque as europeias serão cinco meses antes das legislativas. Será um teste interessante porque será uma área em que as posições dos partidos que apoiam o atual governo serão muito diferentes, senão contraditórias”, disse o ministro.

Ainda assim, Santos Silva frisou que está seguro de que os partidos que apoiam o Governo não vão enfraquecer a política nacional a nível europeu na campanha para as próximas eleições europeias.

Na próxima convenção nacional, o Bloco de Esquerda irá discutir uma moção na qual o partido se oferece para ir para o Governo, numa possível coligação com o PS, já no próximo ano. Para Santos Silva, esta possibilidade não está afastada, mas “a forma é secundária”.

A possível renovação da atual solução política, “exigirá certamente um nível de comprometimento nessa solução que será superior àquela que se verifica neste mandato”, defende.

Na opinião do ministro, um novo acordo tem de significar “um avanço no que diz respeito a políticas estruturais que o país precisa no domínio do território, ambiente, transição energética, política económica e também na política externa europeia”.

Questionado se considera que tal é possível, o ministro responde que “depende de três condições: da avaliação que o PS fará, tenho a mesma opinião que o secretário-geral de que há todas as vantagens que independentemente do resultado das eleições legislativas se renove esta solução; da vontade dos outros partidos, li com especial interesse a declaração do secretário-geral do PCP de que era impossível repetir a geringonça mas podia encontrar-se outra forma, veremos; e da vontade do povo”.

Na entrevista, o governante mostrou-se também muito preocupado com o “impasse” na negociação do Brexit.

“Conheço bem a vitalidade da democracia britânica para não ter nenhuma preocupação. Estou, sim, muito preocupado com a negociação do Brexit. O referendo foi em junho de 2016 e ainda não sabemos o que o Governo britânico realmente quer. O risco de chegarmos a outubro com a negociação bloqueada como está agora é um risco real. Temos de ter um acordo”, frisou.

“Chegarmos a outubro com a negociação bloqueada como está agora é um risco real.”

Segundo Augusto Santos Silva, a pior coisa que podia acontecer era chegar ao dia 29 de março de 2019, dia em que formalmente o artigo 50 é ativado, e não haver acordo sobre o período de transição e o futuro.

“Os britânicos estão a aprender agora que o processo de integração europeia tornou-se um processo tão presente na nossa vida quotidiana, na organização da nossa sociedade que é preciso ter muito cuidado quando se o põe em causa. No dia em que sair da União Europeia, o Reino Unido abandonará automaticamente 750 acordos internacionais diferentes. É preciso trabalhar para superar o impasse“, disse.

O ministro admitiu ainda que as eleições europeias tenham lugar ainda sem acordo sobre a saída do Reino Unido da União Europeia.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Eleições europeias serão sobretudo um bom teste para ver o quão o país está-se a cagra para a Europa!
    Referendem a presença de Portugal na União Europeia como fizeram os ingleses! Como todos sabem que ganharia o não à Europa nenhum político é suficientemente maluco para o fazer.
    Assim temos uma democracia apenas no que o pai deixa.

  2. Interessante, interessante era ver o Tó Costa, o Jerónimo e a Cathy numa orgia a demonstrar o amor uns pelos outros. Isso sim poderia ter algum interesse.

  3. Saúde, Educação, Transportes, Justiça, Segurança Social, contratos de energia, precariedade na função pública, esquemas ilgais inter partidários para pagamento de cotas, corrupção do passado e do presente, vantagens indevidas na função de deputado… Quem quer saber das europeias? Estamos todos ansiosos pelas legislativas…

RESPONDER

Depois de um conselho nacional tenso, líder do CDS reúne-se com a bancada parlamentar

O líder do CDS vai reunir-se, esta quinta-feira, com os cinco deputados centristas para dialogarem sobre a articulação entre a direção e a bancada parlamentar. Tal como recorda o jornal Público, esta reunião de trabalho acontece depois …

Enquanto Flamengo afasta regresso de Jorge Jesus, o "Galo" vem ao ataque

O treinador benfiquista afasta o cenário de uma saída precoce do Estádio da Luz. O Flamengo rejeita o regresso de Jorge Jesus, enquanto o Atlético Mineiro manifesta o seu interesse. Jorge Jesus foi categórico: "Não vou …

"Ihor gritava como um cão atropelado". Seguranças contam nova versão em tribunal

O segurança Manuel Correia testemunhou esta quarta-feira que “ouviu gritos” de Ihor Homeniuk vindos de uma sala do SEF no aeroporto de Lisboa e que encontrou um dos inspetores com um pé em cima da …

Dos pés de Cancelo para a cabeça de Bernardo Silva. City ganha na Champions com um golo 100% português

Os internacionais portugueses João Cancelo e Bernardo Silva foram fundamentais para a vitória do Manchester City sobre o Borussia Monchengladbach (2-0), na primeira mão dos oitavos da Liga dos Campeões, com ação direta nos dois …

"População não interiorizou a gravidade da situação". Depois de Siza, Cabrita aponta o dedo aos portugueses

Num relatório sobre a aplicação do decreto do estado de emergência na segunda quinzena de janeiro, Eduardo Cabrita justifica o fecho das escolas e o fim das vendas ao postigo, culpando a população pelas decisões …

Esta época há menos 500 clubes. "É o drama absoluto", diz presidente da FPF

Esta época há menos 500 clubes em comparação com a temporada transata. O presidente da FPF, Fernando Gomes, classifica a situação de "drama absoluto". A pandemia de covid-19 e a consequente interrupção das competições foi um …

Psicólogos no recrutamento e mudanças na formação. IGAI quer acabar com discriminação na polícia

A Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) quer envolver psicólogos no processo de recrutamento de novos polícias e rever os currículos de formação para acabar com práticas discriminatórias nas forças de segurança. As alterações no processo de …

Coleção de joias da era Viking é encontrada na Ilha de Man. É "excecionalmente rara"

Uma coleção de joias da era Viking foi encontrada na Ilha de Man, entre Inglaterra e a Irlanda, em novembro de 2020 e foi agora classificada como tesouro. Os especialistas acreditam que os artefactos, descobertos …

“As brasileiras são mercadoria". Professor da UP suspenso por comentários machistas e xenófobos nas aulas

Após uma denúncia que reuniu assinaturas de mais de uma centena de alunas, o professor auxiliar Pedro Cosme da Costa Vieira foi suspenso pelo período máximo de 90 dias, da Faculdade de Economia da Universidade …

Houve buzinão na Luz (mas sem "carinho"). Jesus culpa covid-19 pela crise do Benfica

Algumas dezenas de adeptos protestaram junto ao Estádio da Luz com um buzinão, entre gritos de "Rua Vieira" devido aos maus resultados do Benfica. Antes disso, Jorge Jesus tinha apelado a um "buzinão de carinho" …