Salvem o planeta como a Notre-Dame, pediu Greta Thunberg no Parlamento Europeu

Na terça-feira, Greta Thunberg deu início a uma intervenção no Parlamento Europeu e alertou os líderes europeus para a urgência de salvar o planeta, da mesma forma que se quer salvar a Catedral de Notre-Dame depois do incêndio.

“O meu nome é Greta Thunberg, venho da Suécia e quero que entrem em pânico.” Foi assim que a ativista de 16 anos deu início a uma intervenção no Parlamento Europeu.

“Ontem [segunda-feira], o mundo inteiro assistiu com tristeza e desespero ao fogo que assolou a Notre-Dame, em Paris. Mas a Notre-Dame vai ser reconstruida”, disse Greta, em Estrasburgo, citada pela Reuters. “Espero que tenha fundações fortes e espero que nós também as tenhamos, mas não tenho a certeza.”

Durante o discurso de mais de dez minutos, a ativista alertou para a necessidade de reverter o panorama de produção de emissão de gases poluentes e apresentou estimativas que preveem que em 2030 “vamos estar numa posição irreversível, que irá provavelmente levar ao fim da nossa civilização como a conhecemos”. A menos que haja “mudanças em todos os aspetos da sociedade”.

A nossa casa está em chamas e ainda assim nada está a acontecer. Vamos ter que mudar para modo catedral. Peço-vos para acordarem e fazerem o que for preciso”, atirou.

No final, Greta Thunberg pediu que ouvissem os milhares de jovens que estão a fazer greve às aulas por todo o mundo. Em Portugal, os estudantes saíram à rua a 15 de março e vão voltar a fazê-lo dia 24 de maio, juntando-se assim ao movimento internacional SchoolStrikeforClimate, iniciado pela jovem sueca, nomeada para o prémio Nobel da Paz, que todas as sextas-feiras falta às aulas como protesto pela inércia dos Governos.

Diagnosticada com Síndrome de Asperger, uma doença do espectro do autismo que afeta a capacidade de comunicação e de relacionamento, Greta Thunberg não parece encaixar neste perfil. Ela está habituada a falar em grandes palcos mediáticos, em prol de políticas ambientais que ajudem a salvar o nosso planeta.

Na Suécia, tem criticado os responsáveis políticos por não respeitarem o Acordo de Paris para reduzir a emissão de gases poluentes.

Em Davos, Greta já tinha criticado o facto de muitos dos presentes na cimeira se terem deslocado em jatos privados para “discutir alterações ambientais”. Ela deixou de andar de avião e deslocou-se da Suécia até à Suíça de comboio para proteger o ambiente.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Boris Johnson quer transformar o Reino Unido "no melhor lugar da Terra"

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, defendeu esta segunda-feira uma economia "com muito comércio e impostos baixos" no Reino Unido depois de o país sair da União Europeia a 31 de outubro. Johnson "aspira a criar …

Duarte Lima vai ser julgado em Portugal pelo alegado homicídio de Rosalina Ribeiro

O Supremo Tribunal brasileiro determinou o trânsito em julgado da decisão de enviar para julgamento em Portugal o processo em que o ex-deputado português Duarte Lima foi acusado de homicídio da sua cliente Rosalina Ribeiro. Numa …

"Prisão não é solução". FC Barcelona reage à condenação dos independentistas catalães

O FC Barcelona criticou esta segunda-feora a decisão do Supremo Tribunal espanhol de condenar a penas de prisão efetiva os principais dirigentes políticos envolvidos na tentativa de independência da Catalunha, apelando ao diálogo. “Do mesmo modo …

CIP muda estatutos e António Saraiva recandidata-se ao quarto mandato

Uma alteração aos estatutos que será apreciada numa assembleia geral agendada para o dia 11 de novembro poderá vir a permitir que António Saraiva, atual presidente da CIP - Confederação Empresarial de Portugal, se recandidate …

PS adia negociações com partidos de esquerda

Os socialistas vão adiar todas as reuniões com os partidos sobre as medidas para o Orçamento do Estado. O encontro com o BE estava marcado para amanhã e foi cancelado. O mesmo acontecerá com o …

Protestos continuam em Londres. Ativistas invadem centro financeiro

Centenas de ativistas pelo clima do grupo Extinction Rebellion invadiram esta segunda-feira o centro financeiro de Londres para manifestarem repúdio por as grandes corporações financiarem os combustíveis fósseis. Muitos manifestantes, protegidos da intensa chuva com lonas …

"Tenho muitas dívidas, muito financiamento por pagar"

Isabel dos Santos explicou em entrevista à Lusa a origem dos seus investimentos, salientando serem totalmente privados, o que a levou a criar muitas dívidas. Disse ainda que os empresários têm dificuldade em trabalhar e …

Estados Unidos autorizados a aplicar taxas sobre produtos europeus

A Organização Mundial do Comércio (OMC) autorizou oficialmente esta segunda-feira os Estados Unidos a aplicar taxas alfandegárias sobre 7500 milhões de dólares de importações oriunda da União Europeia devido aos subsídios dados à Airbus. A OMC …

Tribunal rejeita providência cautelar requerida pela Ordem dos Enfermeiros contra ministério

O Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa rejeitou a providência cautelar pedida pela Ordem dos Enfermeiros (OE) contra o Ministério da Saúde no processo de sindicância à OE, anunciou esta segunda-feira o Governo. Em comunicado, o …

Paraísos fiscais. Portugal transferiu 672 milhões em 2018

Os bancos a operar em Portugal transferiram 672 milhões de euros no ano passado para territórios que constavam das listas de offshores problemáticos da União Europeia. Em 2018, os bancos a operar em Portugal transferiram 672 …