Salgado diz que volatilidade de ações e fuga de depósitos ditaram fim do BES

Manuel de Almeida / Lusa

Ricardo Salgado, ex-presidente do BES

O antigo banqueiro Ricardo Salgado regressou esta tarde à comissão parlamentar de inquérito à gestão do Banco Espírito Santo (BES) e do Grupo Espírito Santo (GES) e fará uma exposição inicial de cerca de uma hora antes de responder a perguntas.

Ricardo Salgado afirmou que só conheceu através da comunicação social a parte da auditoria forense da Deloitte já revelada, o que afirmou ser “inadmissível”.

“É verdadeiramente inadmissível que uma parte interessada, o Banco de Portugal, ande a revelar, gota a gota, elementos para que haja um julgamento”, declarou Salgado na comissão parlamentar de inquérito à gestão do BES e do GES.

Para o ex-banqueiro, os dados da auditoria forense – que apontam para várias desobediências às ordens do BdP – são “insuficientes”, até porque muitos dos erros apontados dizem respeito a informação que não foi obtida.

O antigo líder do BES afirmou ainda que nas reuniões que manteve com políticos em 2014 não pediu favores mas procurou alertar os responsáveis para o “risco sistémico” que a queda do banco poderia causar.

“Não fui pedir qualquer favor”, sinalizou o ex-banqueiro, acrescentando que procurou nas reuniões com responsáveis políticos – casos do Presidente da República e do primeiro-ministro, entre outros – garantir “apoio institucional” para o BES e alertar para um eventual “risco sistémico”.

“Infelizmente não estava enganado”, prosseguiu Salgado, que falava na comissão de inquérito à gestão do caso BES e GES.

Volatilidade de ações e fuga de depósitos ditaram fim do banco

O antigo líder do BES afirma que foi a volatilidade das ações e a fuga de depósitos que ditaram o fim do banco, e não os problemas detetados na holding Espírito Santo International (ESI) em 2013.

Volatilidade de ações e fuga depósitos. Foram estas circunstâncias que ditaram o fim do BES“, afiançou Salgado na comissão parlamentar de inquérito à gestão daquele banco e do GES.

Para o antigo líder da instituição, o aumento de capital de 2014, que teve “o melhor resultado de sempre” neste tipo de operações, comprova que “não houve nexo causal entre problema na ESI” e a posterior “quebra de confiança” no BES.

O ex-presidente do BES criticou as medidas impostas pelo Banco de Portugal e as acusações do governador, Carlos Costa.

“O ring fencing cego prejudicou o BES em vez de o proteger”, lançou Salgado, referindo-se ao perímetro de proteção ordenado pelo Banco de Portugal à gestão do BES então liderada pelo banqueiro.

Depois de já ter criticado o facto de só ter tido conhecimento dos resultados da auditoria forense à gestão do BES encomendada pelo Banco de Portugal pela comunicação social, Salgado referiu-se a várias questões que são levantadas neste âmbito e que apontam para gestão danosa, tentando desmontá-las.

Ricardo Salgado começou a falar cerca das 15h10. Antes de iniciar a sua intervenção, o presidente da comissão de inquérito, Fernando Negrão, pediu “perguntas claras” aos deputados e “respostas esclarecedoras” de Salgado, acrescentando que a exposição inicial do ex-banqueiro será de cerca de uma hora.

A comissão de inquérito teve a primeira audição a 17 de novembro passado e a audição desta quinta-feira de Salgado é a primeira repetição de uma audição nesta comissão.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas descobrem proteína capaz de imitar os efeitos do exercício físico

A proteína, chamada de Sestrin, é capaz de proporcionar benefícios musculares muito semelhantes aos da prática de exercício físico. Um grupo de cientistas da Universidade de Medicina do Michigan, nos Estados Unidos, descobriu uma proteína …

Inscrição hebraica com 2.800 anos revela antigo nome bíblico

Uma equipa de arqueólogos encontrou um jarro com 2.8000 anos com a inscrição em hebraico "Benayo" no sítio arqueológico de Abel Beth Maacah, no norte de Israel, local várias vezes mencionado na Bíblia Hebraica.  De …

Braga vence FC Porto e conquista Taça da Liga. Sérgio coloca lugar à disposição

O Sporting de Braga venceu hoje o FC Porto por 1-0 e conquistou a Taça da Liga, com Ricardo Horta a marcar o golo decisivo aos 90+5, garantindo um troféu que os bracarenses já tinham …

Rara moeda de ouro com a cara de Eduardo VIII vendida por preço recorde

Uma rara moeda de ouro com o perfil do rei britânico Edward VIII foi vendida a um comprador particular pelo valor recorde de 1,3 milhões de dólares. A informação é avançada pela Royal British Mint, a …

Depois dos incêndios, Austrália está prestes a experimentar uma "bonança" de aranhas mortais

Depois dos incêndios florestais que assolaram o país, os australianos começaram a implorar por chuva. O bónus de aranhas mortais não estava incluído no pedido, mas os especialistas do Australian Reptile Park acreditam que é …

Governo admite retirar cidadãos nacionais de Wuhan

As autoridades portuguesas estão a cooperar com outros países europeus para reforçar o apoio aos cidadãos nacionais que se encontram em Wuhan, onde ocorreram os primeiros casos do novo coronavírus, admitindo a possibilidade de retirá-los …

Os cogumelos podem ser muito mais antigos do que pensávamos

Os cogumelos podem ser mais antigos do que pensávamos, concluíram cientistas que dataram vestígios de micélio (constituinte dos cogumelos) com 800 milhões de anos, divulgou esta quarta-feira a Universidade Livre de Bruxelas, na Bélgica. Estudos anteriores …

Comer iogurte natural pode ajudar a reduzir o risco de cancro da mama

Uma das causas mais apontadas para o cancro da mama é a inflamação causada por bactérias nocivas. Esta tese ainda não foi provada, mas é apoiada pelas evidências até agora disponíveis de que a inflamação …

Primeiro caso suspeito de infeção por coronavírus detetado em Portugal

Foi detetado o primeiro caso suspeito de infeção infeção pelo novo coronavírus , em Portugal, anunciou este sábado a Direção-Geral de Saúde. “Este doente, regressado hoje [este sábado] da China, onde esteve na cidade de Wuhan …

Slava Semeniuta transforma chuva em atmosfera néon

O artista e fotógrafo russo Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, mistura elementos naturais e faz mágica com eles. Slava Semeniuta, também conhecido como Visual Scientist, retoca fotografias de poças de água para criar composições …