O salário médio de um português compra 645 litros de gasolina. O espanhol compra o dobro

Marcelo Camargo / ABr

Com um salário médio, é possível comprar 645 litros de gasolina em Portugal, bastante menos do que podem comprar os habitantes dos países vizinhos nas mesmas condições, mostra um relatório desenvolvido pelo Picodi.

De acordo com o relatório, publicado a 15 de julho e a que o ZAP teve acesso, Portugal ocupa a 28.ª posição do ‘ranking’, estando atrás da Espanha – onde o ordenado médio permite comprar 1126 litros de gasolina -, da França – onde se pode adquirir 1496 litros – e da Itália, onde a população consegue comprar 1219 litros de gasolina com o seu ordenado.

O relatório refere que o preço da gasolina depende de vários fatores: o preço do barril de petróleo no mercado internacional, os impostos e as margens estabelecidas pelos donos de postos de gasolina.

Essas variáveis podem levar a que o valor do litro da gasolina nos pontos de venda possam “mudar da noite para o dia, e, em alguns países, até mesmo em questão de horas ao longo do dia”.

Para desenvolver esta pesquisa – que envolveu mais de 100 países de seis continentes – a equipa do Picodi pesquisou o preço médio da gasolina no primeiro semestre de 2019 e cruzou com os últimos salários líquidos médios nos respetivos países.

Na Europa, a gasolina mais barata pode ser encontrada na Rússia, “muito rica neste recurso natural”. No país, é possível adquirir um litro por somente 0,63 euros. Em contrapartida, na Noruega encontra-se o preço mais caro por litro: 1,70 euros.

“A mais atrativa relação entre preço de gasolina e a média salarial” na Europa está na Suíça e em Luxemburgo, países em que não existem jazigos de petróleo. O salário médio destes países permite comprar, respetivamente, 3388 e 2827 litros de gasolina. O terceiro lugar é ocupado pela Noruega, onde é possível comprar 1989 litros.

Já a Moldávia e a Albânia são os países com a pior relação entre o preço de gasolina e salário médio, onde não é possível comprar nem 300 litros de gasolina.

Numa vertente global, a Venezuela – que enfrenta uma crise política, social e económica – ocupa o primeiro lugar do ‘ranking’, com um litro de gasolina a custar 0.000000002 dólares. Com um salário médio em torno de 29 dólares (cerca de 26 euros), é possível comprar mais de 14 bilhões de litros.

No entanto, segundo o relatório, o verdadeiro líder do ‘ranking’ é o Golfo Pérsico. No Qatar, no Kuwait e nos Emirados Árabes um litro custa entre 0.4 e 0.6 dólares, com o salário médio, é possível comprar entre 4900 e 6500 litros de gasolina.

As altas posições de países como os Estados Unidos (EUA) e o Canadá podem ser explicadas pelos altos salários e pela quantidade de extração de petróleo, enquanto a Suíça e o Luxemburgo mantêm-se altos somente pela remuneração elevada.

Quantidades menores de petróleo podem ser compradas em Madagáscar (42 litros), no Tajiquistão (131 litros) e na Zâmbia (137 litros).

A equipa indica que um exemplo interessante é a Nigéria. Apesar de o país extrair e exportar quantidades consideráveis de petróleo e apresentar os menores preços por litro (0.40 dólares), a média salarial muito baixa, cerca de 201 dólares, não permite que os cidadãos comprem grandes quantidades de gasolina (501 litros).

Para desenvolver este relatório, a equipa do Picodi usou o salário líquido médio segundo dados fornecidos por escritórios oficiais e órgãos nacionais de estatística. Os preços médios do primeiro semestre de 2019 basearam-se em dados do site globalpetrolprices.com.

Para obter o número de litros, dividiu o salário médio pelo preço de médio de um litro de gasolina. Para a conversão de moeda, usou a taxa de câmbio média dos últimos 90 dias.

TP, ZAP //

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. Pois é!
    Continuem a votas neles. cada vez que baixam um imposto aumentam a gasolina e outros bens para compensar.
    Somos comidos todos os dias MAS MERECEMOS PORQUE CONTINUAMOS A VOTAR NELES.

  2. tanto estudo, tanto estudo… qual é a utilidade deste estudo!!!
    Descer o preço da gasolina? caso contrário estudem algo que tenha aplicação prática pois fazer estudos que não acrescentam valor ao N/ dia a dia só serve para pagar “taxos” e favores conforme muito se critica “por aqui”

  3. Isso pouco interessa. Vejam quantas cervejas consegue um Português comprar num bar e quantas é que o espanhol consegue. Ah pois é….

RESPONDER

Gabriel confirma recuperação. "Pronto para voltar aos relvados"

Recorrendo às redes sociais, o médio brasileiro do Benfica Gabriel confirmou que já recuperou da lesão ocular e que se encontra pronto para voltar aos relvados. "Estou recuperado e pronto para voltar aos relvados graças …

Défice está a agravar-se. Medidas contra a pandemia custaram 660 milhões ao OE

O défice orçamental em abril agravou-se em 341 milhões de euros, quando comparado com o mesmo mês do ano passado. Os impactos da pandemia de covid-19 já se estão a fazer sentir. De acordo com os …

Equipas da I Liga vão poder fazer cinco substituições até ao final da época

As equipas da I Liga vão poder fazer cinco substituições e ter nove jogadores suplentes nos restantes encontros da edição 2019/20, anunciou a Liga de clubes. "No remanescente da época desportiva 2019/20, os clubes devem designar …

António Costa avisa TAP. Plano de rotas "não tem credibilidade"

O primeiro-ministro considera que a Comissão Executiva da TAP tem o dever legal de "gestão prudente" e "não tem credibilidade" um plano de rotas sem prévia informação sobre a estratégia de reabertura de fronteiras de …

Acordo iminente entre FC Porto e PSG por Alex Telles. Dragões encaixam 25 milhões

O desportivo A Bola garante esta quarta-feira que está praticamente alcançado o acordo para a para a transferência de Alex Telles do FC Porto para o PSG. De acordo com o jornal, o negócio que levará …

Líder do CDS não descarta coligações com o Chega (nem apoio a Marcelo nas Presidenciais)

Francisco Rodrigues dos Santos disse, esta quarta-feira, que os "partidos à direita do PS" devem ter as mesmas ferramentas que a geringonça. Por esse motivo, não descarta coligações com o Chega. Numa entrevista à TSF, o …

Sem contrato com Estado, CP só tem dinheiro até junho

A CP - Comboios de Portugal enfrenta dificuldades de liquidez, não só por causa do impacto económico da pandemia, mas também porque o Estado ainda não pagou a respetiva compensação anual pelo serviço público prestado. De …

Encontradas ruínas de uma cidade chinesa construída há 5.300 anos

As ruínas de uma antiga cidade chinesa com 5.300 anos foram encontradas por uma equipa de investigadores. A descoberta revela um planeamento urbano sem precedentes. Uma equipa de investigadores encontrou as ruínas de uma antiga cidade …

Twitter coloca alerta de "verificação de factos" em publicações de Donald Trump

O Presidente dos Estados Unidos rejeitou na terça-feira a interferência do Twitter na "liberdade de expressão" que a rede social exerceu diretamente contra um texto publicado, através do novo processo de verificação de mensagens. "O Twitter …

PSP detém dois polícias suspeitos de integrar grupo criminoso violento

Dois polícias foram detidos numa operação que a PSP está a realizar, esta quarta-feira, em várias zonas do país, em particular em Lisboa e em Setúbal, no âmbito de uma investigação sobre um grupo criminoso …