Rússia e China querem explorar o fundo da Fossa das Marianas

A empresa estatal russa Rubin, construtora de equipamentos navais, elaborou um projeto de um aparelho destinado a realizar pesquisa científica a uma profundidade de 11 mil metros.

Onze quilómetros é, precisamente, a profundidade do ponto mais profundo da Terra – a Fossa das Marianas, localizada no oceano Pacífico, a leste das ilhas Marianas, na fronteira convergente entre as placas tectónicas do Pacífico e das Filipinas.

“Foi elaborado um projeto preliminar do design do complexo Vityaz, destinado a realizar pesquisas científicas à profundidade de 11 mil metros, promovendo testes e a criação de meios técnicos para explorar o oceano mundial”, diz um comunicado da Rubin Design Bureau for Marine Engineering (CDBME), citado pela Sputnik News.

Além disso, o relatório da empresa anunciou a criação e primeiros testes de um protótipo do aparelho submarino não tripulado Klavesin-2R-PM, destinado a realizar missões de observação e busca à profundidade de seis mil metros.

Corrida oceânica

O comunicado surge cerca de um mês depois da China anunciar que está a desenvolver um submarino de última geração capaz de descer a 11 quilómetros de profundidade, com o intuito de levar os seres humanos ao local mais profundo do planeta.

De acordo com a BBC, o projeto faz parte de um esforço chinês de desenvolvimento de recursos tecnológicos de ponta voltados para a exploração científica, uma política que também se traduz em tecnologias como o  radiotelescópio colossal construído na China, que ficará pronto em setembro deste ano.

No entanto, o desenvolvimento do submarino é visto como um esforço para obter supremacia marítima na região, gerando críticas devido ao fato de Pequim estar em disputa territorial de ilhas e mares da região com outras nações.

Depressão Challenger

Os estudos do ponto mais profundo do nosso planeta têm sido realizados ao longo de muitos anos, mas apenas quatro missões atingiram o fundo da fossa, a Depressão Challenger (ou Challenger Deep).

A primeira imersão até ao fundo da fossa foi realizada em 23 de janeiro de 1960 pelo marinheiro da Marinha dos EUA Don Walsh e o cientista Jacques Piccard , que atingiram 10.916 metros de profundidade dentro do submarino Trieste.

Duas missões não tripuladas bem-sucedidas foram realizadas em 1995 e 2009. A primeira foi a do submarino japonês Kaikō, e a segunda do submergível Nereus.

Em 2012, o diretor James Cameron tornou-se o primeiro homem a imergir até ao fundo da fossa sozinho, a bordo do Deepsea Challenger.

AF, ZAP / SN / CT

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Lítio pode reverter malefícios de radiação no cérebro

Cientistas concluíram numa experiência com ratos que o lítio pode reverter os malefícios da radiação no cérebro, podendo o seu uso ser promissor para tratar crianças que foram sujeitas a radioterapia e desenvolveram posteriormente défices …

Um em cada dez sites de compras online usa táticas maliciosas nos clientes

https://vimeo.com/373176205 Um em cada dez sites de compras online usa táticas maliciosas para enganar, iludir ou persuadir os clientes. A tendência é que o recurso a estas práticas aumente nos próximos anos. Um estudo apresentado na semana …

Eurovisão procura voluntários para trabalhar 18 dias seguidos sem vencimento

A procura de voluntários para o Festival Eurovisão de 2020 está a gerar polémica. A organização quer disponibilidade total durante 18 dias, não oferecendo qualquer vencimento, nem pagando despesas de viagem ou estadia. O Festival Eurovisão …

Portugal 6 vs 0 Lituânia | Ronaldo e Cia destroem lituanos

Portugal goleou a Lituânia esta quinta-feira no Estádio Algarve, por 6-0, e está a uma vitória de garantir o apuramento para o Euro 2020, decisão que está marcada para o próximo domingo, quando a seleção …

Um “caixão” nuclear da Guerra Fria pode estar prestes a colapsar

Durante a Guerra Fria, os EUA lançaram 67 bombas atómicas nas Ilhas Marshall, no oceano Pacífico. No fim nos anos 70, os detritos expostos à radiação nas seis ilhas foram transportados para um poço gigante …

App usada para ler dados biométricos de europeus no Reino Unido pode ser pirateada

A aplicação digital criada pelo governo britânico para recolher dados biométricos dos europeus candidatos ao estatuto de residente no Reino Unido, obrigatório depois do Brexit e pedido por 210 mil portugueses, pode ser pirateada, alertou …

Bruxelas abre processo de infração contra Reino Unido por não nomear comissário europeu

A Comissão Europeia anunciou esta quinta-feira a abertura de um procedimento de infração contra o Reino Unido por este Estado-membro, que está em processo de saída da União Europeia (UE), não ter nomeado um comissário. “Enquanto …

Urgência pediátrica do Garcia de Orta encerra à noite a partir de segunda-feira

O serviço de urgência pediátrica do Hospital Garcia de Orta, em Almada, vai fechar à noite a partir de segunda-feira, disse a ministra da Saúde, que prolongou o horário de duas unidades de saúde para …

Hipercarro elétrico da Aspark pulveriza recorde de aceleração

O novo hipercarro elétrico Aspark Owl vai começar a sua produção já no próximo ano e conta já com o recorde de aceleração. O carro vai dos 0 aos 100 km/h em 1,69 segundos. Depois de …

Pelé desafia Ronaldo a bater o seu recorde de 1.283 golos

O ex-futebolista internacional brasileiro Pelé desafiou esta quinta-feira o avançado português Cristiano Ronaldo a superar o seu recorde de 1.283 golos. “Espero que, com a quantidade de golos que já marcou, e foram muitos, tenha saúde …