Rússia e China querem explorar o fundo da Fossa das Marianas

A empresa estatal russa Rubin, construtora de equipamentos navais, elaborou um projeto de um aparelho destinado a realizar pesquisa científica a uma profundidade de 11 mil metros.

Onze quilómetros é, precisamente, a profundidade do ponto mais profundo da Terra – a Fossa das Marianas, localizada no oceano Pacífico, a leste das ilhas Marianas, na fronteira convergente entre as placas tectónicas do Pacífico e das Filipinas.

“Foi elaborado um projeto preliminar do design do complexo Vityaz, destinado a realizar pesquisas científicas à profundidade de 11 mil metros, promovendo testes e a criação de meios técnicos para explorar o oceano mundial”, diz um comunicado da Rubin Design Bureau for Marine Engineering (CDBME), citado pela Sputnik News.

Além disso, o relatório da empresa anunciou a criação e primeiros testes de um protótipo do aparelho submarino não tripulado Klavesin-2R-PM, destinado a realizar missões de observação e busca à profundidade de seis mil metros.

Corrida oceânica

O comunicado surge cerca de um mês depois da China anunciar que está a desenvolver um submarino de última geração capaz de descer a 11 quilómetros de profundidade, com o intuito de levar os seres humanos ao local mais profundo do planeta.

De acordo com a BBC, o projeto faz parte de um esforço chinês de desenvolvimento de recursos tecnológicos de ponta voltados para a exploração científica, uma política que também se traduz em tecnologias como o  radiotelescópio colossal construído na China, que ficará pronto em setembro deste ano.

No entanto, o desenvolvimento do submarino é visto como um esforço para obter supremacia marítima na região, gerando críticas devido ao fato de Pequim estar em disputa territorial de ilhas e mares da região com outras nações.

Depressão Challenger

Os estudos do ponto mais profundo do nosso planeta têm sido realizados ao longo de muitos anos, mas apenas quatro missões atingiram o fundo da fossa, a Depressão Challenger (ou Challenger Deep).

A primeira imersão até ao fundo da fossa foi realizada em 23 de janeiro de 1960 pelo marinheiro da Marinha dos EUA Don Walsh e o cientista Jacques Piccard , que atingiram 10.916 metros de profundidade dentro do submarino Trieste.

Duas missões não tripuladas bem-sucedidas foram realizadas em 1995 e 2009. A primeira foi a do submarino japonês Kaikō, e a segunda do submergível Nereus.

Em 2012, o diretor James Cameron tornou-se o primeiro homem a imergir até ao fundo da fossa sozinho, a bordo do Deepsea Challenger.

AF, ZAP / SN / CT

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

Responder a Vasco Cancelar resposta

Israel. Netanyahu propõe ao partido da oposição criar um "governo de unidade"

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, desafiou nesta quinta-feira Benny Gantz, líder do partido rival, para formar um "governo de unidade". As eleições em Israel, na terça-feira, determinaram um cenário em que nem o partido Likud …

Dez anos depois, Naide Gomes vai receber medalha de bronze dos Mundiais

A antiga atleta portuguesa Naide Gomes vai receber, nos Mundiais de atletismo, em Doha, a medalha de bronze referente à prova de salto em comprimento dos Mundiais de 2009, que se disputaram em Berlim. A antiga …

Filho de José Eduardo dos Santos começa a ser julgado a 25 de setembro

O ex-presidente do Fundo Soberano de Angola José Filomeno dos Santos vai começar a ser julgado a 25 de setembro. "Zenu" é acusado de branqueamento de capitais e peculato. José Filomeno dos Santos, antigo presidente do …

Opções de Bruno Lage criticadas. "Não faz sentido estrear jovens"

Na sequência da derrota caseira com o RB Leipzig, em jogo da primeira jornada da Liga dos Campeões, o empresário Bruno Costa Carvalho criticou as opções do treinador benfiquista. "Não faz sentido o Lage, a quem …

Associações querem maior acesso a medicamentos inovadores para esclerose múltipla

Associações representativas dos cidadãos com esclerose múltipla divulgaram esta quinta-feira uma carta aberta em que defendem um maior acesso a medicamentos inovadores e que cada doente tenha um plano integrado de gestão da doença. Na carta …

Conceição sobre Nakajima: "Não basta ter contrato com o FC Porto, é preciso senti-lo"

Na antevisão ao jogo com o Young Boys para a Liga Europa, que acontece esta quinta-feira no Estádio do Dragão, o treinador tentou pôr um ponto final na polémica com o jogador japonês. Depois da vitória …

Arábia Saudita diz que ataque foi "inquestionavelmente patrocinado pelo Irão"

O Ministério da Defesa da Arábia Saudita defende que o ataque a duas instalações petrolíferas no sábado foi "inquestionavelmente patrocinado pelo Irão". As tensões começam a escalar no Médio Oriente, principalmente após o ataque de sábado …

Elisa Ferreira vai tutelar fundos distribuídos pelo marido. PE reunido para analisar "conflito de interesses"

A comissária portuguesa vai gerir a pasta que integra os fundos distribuídos pelo marido, presidente da CCDRN. Eurodeputados falam em conflito de interesses. A Comissão de Assuntos Jurídicos do Parlamento Europeu (PE) está reunida em Estrasburgo, …

​ERSE diz que "não tem capacidade" para analisar preço dos combustíveis

A Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE) admitiu que não tem capacidade para analisar o preço dos combustíveis, afirmou a presidente do regulador, Cristina Portugal, em entrevista ao programa Hora da Verdade, da Renascença e …

Autarca de Amarante nega ter participado em viagem à Turquia

A Câmara de Amarante informou hoje que "nenhum autarca" do município participou numa viagem à Turquia, paga por uma empresa investigada pelo Ministério Público (MP). Em comunicado enviado ao ZAP, a câmara refere que o presidente …