Rui Patrício assina com o Wolverhampton por quatro anos

José Sena Goulão / Lusa

Rui Patrício, ex-guarda-redes e ex-capitão do Sporting

O guarda-redes português Rui Patrício, que rescindiu com o Sporting alegando justa causa, assinou contrato com o Wolverhampton válido por quatro épocas, anunciou hoje o clube da liga inglesa de futebol.

O guarda-redes internacional português Rui Patrício, que está ao serviço da seleção no Mundial de futebol, na Rússia, junta-se na próxima época à equipa comandada por Nuno Espírito Santo, que venceu o campeonato da segunda divisão inglesa na época passada e vai disputar a Premier League.

Rui Patrício, com 70 jogos na seleção portuguesa, fez toda a sua carreira no Sporting, o seu clube de formação, ao serviço do qual alinhou pela primeira vez na época 2006/07, antes de se tornar o titular da baliza ‘leonina’ nas 11 temporadas seguintes.

O guarda-redes foi um dos 9 jogadores que alegaram justa causa para rescindir contrato com o Sporting após o final da temporada, na sequência das agressões de que foram alvo futebolistas, elementos da equipa técnica e staff em 15 de maio, na Academia de Alcochete.

Na sequência destes incidentes, Rui Patrício e Daniel Podence apresentaram a rescisão por justa causa. A semana passada, mais 4 jogadores rescindiram unilateralmente: primeiro William Carvalho, Gelson Martins e Bruno Fernandes, após o que também Bas Dost, Ruben Ribeiro, Rodrigo Bataglia e Rafael Leão alegaram justa causa.

Dos cerca de 40 atacantes que invadiram as instalações de Alcochete, 27 foram detidos e ficaram em prisão preventiva.

PARTILHAR

RESPONDER

Lufthansa aceita condições do resgate. Vai ceder aviões e perder "slots"

O Governo da Alemanha e a Comissão Europeia (CE) chegaram a um acordo sobre o resgate da Lufthansa e que poderá evitar a falência da companhia aérea, anunciaram, na sexta-feira, fontes próximas das negociações e …

Chipre vai pagar despesas das férias a turistas que ficarem infetados no país

O Chipre vai pagar o custo das férias aos turistas que testaram positivo depois de viajarem para o país. Entre as despesas está o alojamento, a alimentação e os medicamentos. O Chipre comprometeu-se a pagar todas …

Tribunais vão vender máscaras a um euro. "É uma margem de lucro de 45 por cento"

Os tribunais vão ter máscaras cirúrgicas à venda para advogados e testemunhas, de modo a garantir que podem entrar nas salas de audiência a partir de quarta-feira, dia em que a Justiça retoma as sessões …

Julgamento BES. Ministério Público acredita que provas da Suíça ainda podem ser utilizadas

O jornal Público escreve este sábado que os procuradores do Ministério Público (MP) acreditam ainda ser possível utilizar os elementos solicitados nas cartas rogatórias enviadas às autoridades suíças no julgamento do caso BES. O Ministério …

Salários mais baixos podem passar a ter lay-off pago a 100%

O Governo está a estudar a possibilidade de o regime de lay-off, desenhado especificamente para o contexto da pandemia de covid-19, passar a ser pago na sua totalidade (100%) para quem tem salários mais baixos. …

Bronca na Liga. Contestação adia 5 substituições e o Marítimo recusa assinar Plano de Retoma

Após dois dias intensos de reuniões, foi aprovado o Plano de Retoma do campeonato nacional para a disputa das últimas 10 jornadas da época 2019/2020. Mas apenas 17 clubes o assinaram. O Marítimo recusou fazê-lo, …

Igreja perdeu 50 milhões de euros com a pandemia (e há dioceses em lay-off)

Ao cabo de dois meses de paragem por causa da pandemia de covid-19, as missas regressam, neste sábado, mas com regras novas para evitar a propagação do coronavírus. Uma paragem que resultou num "prejuízo" de …

Reabertura de ATL adiada para 15 de junho. Creches arrancam segunda-feira (sem apoios para os pais)

As Atividades de Tempos Livres (ATL) não integradas em estabelecimentos escolares só poderão voltar a funcionar a partir de 15 de junho, duas semanas depois daquilo que estava inicialmente previsto. O anúncio foi feito pelo primeiro-ministro, …

Governo britânico vai continuar a pagar 80% dos salários durante mais três meses

O Governo britânico vai continuar a pagar durante mais três meses 80% do salário de trabalhadores em lay-off devido à pandemia de covid-19, e reduzir gradualmente o valor até ao fim do sistema, em outubro. O …

Resgate à TAP deverá ser feito através de empréstimo obrigacionista

A ajuda do Estado à TAP deverá chegar através de um empréstimo obrigacionista convertível em ações, avança o jornal Expresso neste sábado. Este é o cenário mais provável para a TAP, apurou o semanário, que …