Ronaldo recorreu a paraísos fiscais para assinar contratos publicitários

(dr) Nike

Ronaldo recorreu à Multisports & Imagem Management Limited para rubricar muitos dos seus contratos, entre os quais os acordos que o ligam à Nike, Konami e KFC.

Ronaldo recorreu à Multisports & Imagem Management Limited para rubricar muitos dos seus contratos, entre os quais os acordos que o ligam à Nike, Konami e KFC.

Cristiano Ronaldo usou uma empresa sediada na Irlanda para assinar contratos publicitários com vários dos seus patrocinadores oficiais.

A opção terá permitido ao número 7 da selecção portuguesa baixar drasticamente o peso dos impostos no seu rendimento bruto, um facto que já estará a ser analisado pela autoridade tributária espanhola.

A notícia está a ser veiculada em primeira mão pelo El Confidencial, que teve acesso a informação privilegiada no âmbito do Football Leaks.

Segundo a publicação digital, Ronaldo recorreu durante vários anos à Multisports & Imagem Management Limited para rubricar muitos dos seus contratos, entre os quais os acordos que o ligam à Nike, Konami e KFC.

A questão é que a Irlanda tem a mais baixa taxa de imposto sobre as sociedades da União Europeia: o IRC fixado em solo irlandês é de 12,5%, ao passo que a média da OCDE ronda os 25%.

Além disto, Dublin permite às empresas residentes no país um planeamento fiscal muito agressivo, que não raras vezes ronda a fraude fiscal e se presta a abusos vários, como o que aconteceu recentemente com a Apple.

Não faltam por isso analistas a afirmar que estamos na presença de um verdadeiro paraíso fiscal.

Ora, a autoridade tributária espanhola tem dúvidas em relação à possibilidade de se utilizar sociedades deste género para assinar contratos publicitários por um cidadão que reside no país.

Caso o rendimento em causa fosse tributado em Espanha, a taxa subiria de 12,5 para 43,5%.

Quanto é que isto vale?

É impossível ter certezas, mas a Forbes estima que o português tenha feito em 2015 cerca de 33 milhões de dólares em contratos publicitários.

Se a este valor for aplicada a diferença entre a taxa que Ronaldo terá pago e a taxa que teria pago se os contratos fossem assinados em Espanha, então chegamos a um diferença de mais de 30 pontos percentuais.

Aplicando este valor à ‘base’ de 33 milhões de dólares, conclui-se que o artifício poderá ter rendido a Ronaldo qualquer mais de 9 milhões de dólares.

Relação começou em 2012

Segundo o jornal espanhol, a relação de Ronaldo com a MIM começou em 2012, através de um contrato que permite à empresa explorar os direitos sobre a imagem do jogador.

O contrato que une o jogador português ao antigo Banco Espírito Santo, por exemplo, foi assinado com esta empresa.

O porta-voz de Ronaldo, por seu turno, revelou-se tranquilo e disse que o jogador “está ciente das suas obrigações fiscais desde o início da sua carreira, como a autoridade tributária pode comprovar”, e defendeu que o craque português pagou todos os seus impostos de acordo com as leis em vigor.

Esta não é a primeira vez que jogadores de futebol aparecem relacionados com esquemas de planeamento fiscal.

Lionel Messi chegou mesmo a ser condenado em tribunal a 21 meses de prisão por ter fugido aos impostos – uma acusação bem mais grave do que aquela que é neste caso ventilada contra Ronaldo, e Neymar tem-se visto envolvido num folhetim semelhante.

Finance Football

PARTILHAR

25 COMENTÁRIOS

  1. Quando se permitem paraísos fiscais manhosos como Irlanda e o Luxemburgo dentro da própria UE, estão à espera de quê?!

    • Não faças confusão, porque não tem comparação.
      O Messi, Neymar e Eto’o ENGANARAM as finanças, declarando valores falsos, e fugiram ao pagamento de impostos com FRAUDES.
      O Ronaldo, DENTRO DA LEGALIDADE, declarou tudo o que tinha ganho, mas fê-lo num país onda paga menos impostos. Nada que o senhor Pingo Doce, por exemplo, não tenha feito. Mas LEGAL.
      Critiquem as leis, critiquem os paraísos, critiquem os sistemas fiscais que permitem estes subterfúgios, acabem com eles. Não critiquem quem os usa dentro da legalidade.
      Porque o problema está precisamente quando se coloca no mesmo prato o que o Messi fez e o que o Ronaldo fez.

  2. Ronaldo, Messi ou qualquer outro, aproveitem as oportunidades que por aí existem.
    Pena eu não poder fazer o mesmo !!!!
    Os hipócritas que condenam que o pessoal pague o mínimo de impostos possíveis, são os mesmos que se queixam que o PSD/CDS aumentavam desmesuradamente o factura fiscal.

    • Você não pode fazer o mesmo assim como todos aqueles que trabalham por conta de outrém mas é por estes mesmos que fogem ao fisco que você e milhares de pessoas pagam mais ao fisco. Se defende marginais, eu não!

      • Pobre não paga imposto, quantos menos pobres uma sociedade tiver mais imposto encaixa no fim do ano. E as pessoas fogem ao fisco porque não se identificam com a forma como o seu dinheiro é usado, nomeadamente em políticas socias que só promovem apatia e comodismo.
        Como se pode chamar de marginal a uma pessoa que ganha seu dinheiro com seu próprio suor e esforço de forma honesta, em vez de ficar em casa sem fazer nenhum à espera do dinheiro do subsídio, dinheiro esse que vem de outros que o ganharam com seu mérito, esforço e trabalho!!!
        Vamos mudar estas mentalidades, vamos valorizar quem ganha o seu com o seu próprio trabalho, cabeça e eforço, quem empreende e arrisca, e com a energia e esforço de todos elevar este país de novo….

        • Eu também não me identifico com a forma como o meu dinheiro é gasto mas facto é que não posso fugir ao fisco. Tudo o que ganho vem na minha folha de vencimento e não posso fugir…nem quero!
          É você que tem que mudar a sua mentalidade de defender quem é mais protegido.
          Ninguém gosta do Fisco mas é um dever não fugir a ele. Continuo a dizer que quem foge é marginal porque vive à margem da lei.

  3. Não é um Paraíso Fiscal Leiam bem !!

    ” A questão é que a Irlanda tem a mais baixa taxa de imposto sobre as sociedades da União Europeia: o IRC fixado em solo irlandês é de 12,5%, ao passo que a média da OCDE ronda os 25%.
    Além disto, Dublin permite às empresas residentes no país um planeamento fiscal muito agressivo, que não raras vezes ronda a fraude fiscal e se presta a abusos vários, como o que aconteceu recentemente com a Apple.
    Não faltam por isso analistas a afirmar que estamos na presença de um verdadeiro paraíso fiscal”.

  4. A nossa cultura devia ser valorizar quem se esforça, arrisca e trabalha duro e não explorar o resultado do esforço e empenho de cidadãos, empresários e empresas que o fazem. Os governos, instituições e muitos funcionários públicos não valorizam quem gera valor acresentado, e prospera, em vez disso olham com desdém e cobram impostos como se isso fosse moralmente errado, o resultado está à vista e ninguém vê, um país sem motivação, e cidadãos acomodados aos subsídios. Precisamos de deixar de apoiar os coitadinhos e valorizar quem trabalha, quem arrisca, quem quer gerar riqueza. O Ronaldo é gerador de riqueza para Portugal e Espanha, não só com o pagamento dos seus impostos, mas também por divulgar nosso nome e imagem pelo mundo fora. MAS ELE É APENAS UM EXEMPLO ENTRE MUITOS onde parece ser crime enriquecer com o seu trabalho e esforço! Ele faz muito bem, e se criarem muito alarido, deve é mudar a residência fiscal de vez, assim como, empresários e todas as outras empresas que o possam fazer. Principalmente se não concordam com a forma como seus impostos são usados pelo governo e suas políticas sem visão.

      • Sabe quantos empregos um rico consegue gerar?
        Ou, na pior das hipóteses, quantos empregos existem à custa das despesas dos ricos?

        • Ricos a “gerar” emprego?!
          Onde?! Quem?!
          Quem “gera” emprego são os clientes, e esses são, na sua grande maioria a classe media e media-baixa!
          Como diz o outro: “rico não compra, rico tem”!!
          .
          De resto, nada contra o Ronaldo, mas sim completamente contra estas grandes burlas capitalistas (que acontecem um pouco por todo o lado) e que consistem em desviar os devidos impostos onde a riqueza foi gerada para paraísos fiscais manhosos que vivem às custa do dinheiro dos outros…

      • Você acha que é pelo simples fato de haver ricos que existem pobres? Então a ignorância é ainda maior!!
        Se fosse assim o aumento histórico da classe média e média alta vem de onde? e nem por isso temos mais pobres pelo contrário, nunca houve tão poucos!
        Se esses “pobres” (como muitos dos “novos ricos”) deixassem de se verem como uns coitadinhos e empreendessem, fossem à luta, se esforçassem por criar algo, em vez de viver às custas do esforço e dos riscos dos outros que trabalham 12h/18h por dia, sábados, domingos e feriados, em busca de um sonho, que na maior parte das vezes pelo seu mérito, esforço, trabalho e dedicação alcançam, com certeza deixariam de ser “pobres”, pelo menos de espírito tenho a certeza!!! Os pobres não são criados pelos ricos, são criados por mentalidades como a sua….

          • Demagogia…. 😀

            Pois então digamos….. a todos os que você considera como “ricos” e todos os outros que assim o entenderem:
            – Se não for pela falta de emprego e visão do nosso governo, e governantes, que seja em forma de protesto. MUDEM-SE e mudem o vosso domicílio fiscal e/ou das sedes das empresas para outros países. Afinal de contas se são tão maus e ninguém os quer aqui, MUDEM-SE QUANTO ANTES!

            Ana conto com com certeza, com o seu apoio para divulgar o repto, terá todo o meu apoio (falando sério). Melhor ainda vamos criar um canal privilegiado para facilitar essa mudança para que saiam quanto antes. Vamos mandar os “ricos” embora para gerarem pobreza noutros países (sendo irónico claro)….

            E assim deixaremos o país sem pobres, pois todos os “ricos”, empreendedores, visionários, etc, foram “empobrecer” outros países, deixando Portugal sem pobres….

            Depois disto quero ver como e a quem o estado vai cobrar os impostos…. pois sem ninguém para gerar riqueza, inovar, investir, o pais vai cair num abismo, uma idade das trevas, num ciclo vicioso de mentalidade de funcionalismo público e politicas dos coitadinhos, com a balança comercial em queda e sem esperança no futuro.

            Que tal esta demagogia? Vamos fazer acontecer? Quer dar o primeiro passo?

  5. Este mundo está entregue a marginais, malfeitores e afins. Triste!
    Este Ronaldo com fama de ajudar tantos (peculato autêntico) prejudica muitos milhares.

  6. Pois é, até o menino de ouro “certinho” recorre a esquemas para não pagar os seus impostos. Se está, e escolheu Espanha para trabalhar, tem que se submeter às regras de Espanha. Se quer pagar os impostos à Irlanda, então que vá trabalhar para a Irlanda. Eu sei, que isto pode parecer hipocrisia, porque existem tanta e tantas empresas a fazer o mesmo, mas se ninguém der o exemplo, nunca isto será rectificado, e por isso, as figuras públicas tem uma maior responsabilidade em fazer o que é certo, caso contrário qual é a mensagem que passam para o comum cidadão?

  7. Ronaldo pode assinar os contratos onde muito bem entender, desde que não infrinja as Leis em vigor. Segundo consta, a Irlanda não é nenhum Paraíso Fiscal. O que acontece, é que os juros são muito mais baixos que em outro país da Europa

    • A Irlanda não é um paraíso fiscal?!
      Viva a ignorância…
      Querem ver que agora, os países parasitas que recolhem dividendos da riqueza gerada noutros países não são paraísos fiscais…
      Daqui a pouco estás a dizer o Luxemburgo a Suíça também não são paraísos fiscais parasitas, e que nem vivem de dinheiro “desviado” de outros países onde a riqueza foi realmente gerada – e onde os impostos deveriam ser pagos!!!

RESPONDER

De guerreiros a anciões. Grupo étnico no Quénia faz cerimónia única de "transformação"

Milhares de homens Maasai vestidos com xales vermelhos e roxos e com as suas cabeças revestidas de ocre vermelho reuniram-se esta semana para uma cerimónia que os transforma de Moran (guerreiros) em Mzee (anciãos). De acordo …

Há 60 anos, Richard Nixon tricou uma sanduíche (e este homem guardou-a desde então)

Há 60 anos, o então vice-Presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, trincou uma sanduíche - e Steve Jenne, um homem que vive em Illinois, guardou-a os restos desde então. De acordo com o The New York …

Coreia do Norte adverte Sul para não procurar nas suas águas oficial assassinado

A Coreia do Norte pediu hoje à Marinha sul-coreana que deixe de entrar nas suas águas territoriais, numa altura em que Seul procura recuperar o corpo de um oficial sul-coreano morto a tiro no mar …

"Um abandonar dos utentes". Centros de saúde atiram pacientes para farmácias e privados

Sem resposta nos centros de saúde, vários utentes vêm-se obrigados a recorrer ao setor privado e a farmácias. A Entidade Reguladora de Saúde já recebeu várias reclamações. Face à pandemia de covid-19, os centros de saúde …

Polícia treinou uma cadela para farejar provas eletrónicas

No Minnesota, Estados Unidos, a polícia treinou uma cadela para farejar dispositivos eletrónicos. Sota já ajudou a encontrar provas em dez crimes. A polícia estatal do Minnesota treinou uma cadela labrador britânica para farejar dispositivos eletrónicos, …

Trabalhistas lideram primeira sondagem desde que Boris chegou ao poder

O partido do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, situa-se hoje, pela primeira vez desde que chegou ao poder, atrás da oposição trabalhista nas intensões de voto, o que estará relacionado com a gestão da crise pandémica, …

Sporting vagueia mercado à procura de um avançado

Šporar, Luiz Phellype e Tiago Tomás não satisfazem as necessidades de Rúben Amorim, que quer trazer mais um avançado para o plantel antes do fecho do mercado de transferências. A janela de transferências está prestes a …

Transportes públicos são "ponto nevrálgico" da transmissão da covid-19

O infeciologista Jaime Nina defendeu hoje que é necessário quadruplicar a oferta dos transportes públicos para permitir a distância necessária entre os passageiros, considerando que são um “pontos nevrálgico” da transmissão da covid-19. "Os transportes públicos …

Estão a chegar os aviões movidos a hidrogénio. A Airbus é pioneira (e já está a trabalhar em três aeronaves)

Na passada segunda-feira, a Airbus apresentou três conceitos de aviões movidos a hidrogénio. A empresa quer estar na linha da frente no que toca às mudanças na indústria da aviação, e tem como objetivo pôr …

Fernando Pimenta com medalhas de ouro e prata na Taça do Mundo de Szeged

O canoísta português Fernando Pimenta conquistou o ouro em K1 1.000 metros e a prata em 500 metros na Taça do Mundo de Velocidade de Szeged, num dia com 'metais' também para Joana Vasconcelos e …