Rio de Janeiro tem mais de 50 mil infetados, mas já iniciou reabertura confusa e gradual

Fernando Bizerra / Lusa

O Rio de Janeiro, uma das cidades mais afetadas pelo novo coronavírus no Brasil, iniciou hoje uma reabertura gradual e confusa de sua economia, com decretos a permitir algumas atividades e decisões judiciais limitando as mesmas medidas.

O plano de retoma de atividades não essenciais no Rio de Janeiro será dividido em seis fases, cada uma com duração prevista de 15 dias, segundo o prefeito da cidade, Marcelo Crivella.

“A primeira etapa começa hoje, com o funcionamento dos serviços essenciais. Gradualmente, retomaremos as atividades, com todas as medidas preventivas. A previsão é que cada fase dure 15 dias, mas esse prazo não é fixo”, escreveu Crivella nas redes sociais.

“Estamos esperançosos para que, aos poucos, nossa vida volte ao normal e em segurança. Se a curva aumentar, vamos ter de recuar. Mas contamos com todos nas precauções para voltarmos ao novo normal o quanto antes”, acrescentou noutra mensagem.

Nesta primeira fase, revendedores de automóveis e lojas de móveis e decoração podem reabrir. Também foram permitidas atividades físicas na praia e desportos aquáticos individuais, como surf.

Crivella, que é um pastor evangélico, autorizou as igrejas a celebrar missas e cultos seguindo uma série de protocolos sanitários. No entanto, a Justiça do Rio de Janeiro ratificou na segunda-feira uma decisão que proibiu a reabertura dos templos religiosos.

Além disso, a reabertura determinada pelo prefeito ‘carioca’ colide com um decreto publicado hoje pelo governador do estado Rio de Janeiro, Wilson Witzel, que prorrogou até à próxima sexta-feira as medidas restritivas de circulação de pessoas em vigor no estado desde março passado.

De acordo com o texto, apenas serviços essenciais podem funcionar no estado do Rio de Janeiro, enquanto negócios não essenciais devem permanecer fechados.

Witzel também recomendou que a população não fosse às praias, lagoas, rios e piscinas públicas do Rio de Janeiro, que é o segundo estado no Brasil mais atingido pela covid-19, com 5.462 mortes e 54.530 casos confirmados.

Ministério Público quer multar autarca

O Ministério Público (MP) brasileiro pediu na terça-feira a aplicação de uma multa de 50 mil reais (8,6 mil euros) ao prefeito do Rio de Janeiro, por flexibilizar o isolamento social face à covid-19.

Segundo o MP do Rio de Janeiro, o autarca Marcelo Crivella deverá ser multado, a título pessoal, por não cumprir uma decisão judicial que determinou que a administração municipal não poderia editar atos administrativos, relacionados com o combate à pandemia de covid-19, em desacordo com as legislações estaduais em vigor.

“Na segunda-feira, contrariando um decreto estadual que determina regras de isolamento social rígidas para evitar a propagação do vírus entre a população, o prefeito anunciou a flexibilização das medidas de isolamento na cidade do Rio de Janeiro. (…) O ato extrapolou a competência municipal ao flexibilizar atividade vedada em âmbito estadual”, indicou o MP em comunicado.

Além da multa, o MP pediu à Justiça a “interrupção imediata” do plano de flexibilização anunciado por aquela autarquia, que entrou em vigor na terça-feira.

“Ao divulgar na imprensa e em redes sociais medidas de flexibilização prematuras e ilegais – pois contrárias à legislação estadual e à ordem judicial emanada destes autos – o município, na pessoa do senhor prefeito, demonstrou desprezo pela autoridade do Poder Judiciário e colocou a população ‘carioca’ em risco, o que é inaceitável e deve ser imediatamente repudiado”, diz o documento enviado à Justiça.

O MP solicitou ainda que a prefeitura informe a população, através do seu ‘site’ e das suas redes sociais, sobre a interrupção do projeto de flexibilização, de forma a “que seja amplamente divulgado” que o decreto de Crivella contrariou uma decisão judicial.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cidade japonesa acaba de proibir a utilização de telemóveis enquanto se caminha

A cidade japonesa de Yamato acaba de aprovar uma proposta de lei que proíbe as pessoas de utilizarem telemóveis enquanto caminham. A cidade, localizada num subúrbio de Tóquio, entende que os telemóveis são um risco …

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …

Mudanças climáticas ameaçam 60% das espécies de peixes do mundo

Uma nova investigação levada a cabo por cientistas do Instituto Alfred Wegener, na Alemanha, sugere que as mudanças climáticas podem destruir mais espécies de peixes do que se pensavam anteriormente. Se as temperaturas globais subirem …

Engenheiros desenvolvem célula de combustível duas vezes mais eficiente do que a de hidrogénio

Uma equipa de engenheiros da Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um novo processo para uma célula de combustível que funciona com o dobro da tensão das células a combustível tradicionais de hidrogénio. O novo …

Preços das bebidas concertados durante anos. Seis supermercados sob suspeita de cartel

Seis grupos de distribuição alimentar e dois fornecedores de sumos, vinhos e outras bebidas, foram acusados pela Autoridade da Concorrência de concertarem preços durante vários anos em prejuízo do consumidor. "Após investigação, a Autoridade da Concorrência, …

Sindicato denuncia mobilização forçada de médicos para tratar surto de Reguengos de Monsaraz

O Sindicado dos Médicos da Zona Sul (SMZS) denunciou hoje o que diz ser uma “mobilização forçada de médicos” pela Administração Regional de Saúde (ARS) do Alentejo para o combate ao surto de covid-19 de …