Ribeiro e Castro quer levar o Estado Islâmico ao TPI

Pedro Nunes / Lusa

O deputado e ex-presidente do CDS-PP, José Ribeiro e Castro

O deputado e ex-presidente do CDS-PP, José Ribeiro e Castro

O deputado José Ribeiro e Castro (CDS-PP) quer promover uma mobilização do parlamento português e outros parlamentos europeus para mover uma ação contra o autoproclamado Estado Islâmico no Tribunal Penal Internacional.

A iniciativa vai ser apresentada na quinta-feira numa reunião extraordinária da comissão parlamentar de Negócios Europeus, e conta com o apoio, a título pessoal, do seu presidente, o social-democrata Paulo Mota Pinto.

Ribeiro e Castro explicou à agência Lusa que a ideia é “conseguir-se a organização de um caso judicial contra o autodesignado Estado Islâmico no Tribunal Penal Internacional” com sede em Haia, na Holanda.

O antigo presidente do CDS-PP disse já estar em contacto com parlamentares de outros países no sentido de se concretizar uma “mobilização entre parlamentos europeus e da União Europeia, para que o Conselho de Segurança das Nações Unidas também analise uma ação contra o autoproclamado Estado Islâmico e todos os que o financiam e ajudam”.

Para já, conta com o apoio de Paulo Mota Pinto: “Apoio a iniciativa. Acho que se justifica”, afirmou à Lusa, referindo estar a pronunciar-se a título pessoal.

Ribeiro e Castro argumentou que a Unesco, Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, já se pronunciou contra a destruição de património na cidade síria de Palmira colocando essas ações como “um crime de guerra sancionado internacionalmente”.

“Também considero muitíssimo grave a destruição do património, mas mais do que contra pedras temos assistido a crimes contra a Humanidade contínuos, ao genocídio de comunidades, e é esta palavra que devemos usar, genocídio”, afirmou.

“É o genocídio de cristãos e yazidis, violações de mulheres, execuções bárbaras e sumárias, declarações horrorosas que provocam a humanidade inteira, um rol interminável de crimes contra a Humanidade que merece a ação do Tribunal Penal Internacional”, declarou, sublinhando que “é o Estado Islâmico que também está na origem da gravíssima crise migratória”.

/Lusa

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

    • O que é que uma coisa tem com a outra??? Se a estupidez pagasse impostos eu estava muito menos sobrecarregado!
      O Ribeiro e Castro tem toda a razão no que diz em relação a este tema: “Barbaridades do autoproclamado Estado Islâmico”.
      Quanto às politiquices, ele até abandonou o partido por discordar com o Paulo Portas…
      Este povo Português até dá pena… está na miséria e só diz baboseiras pela boca fora! Daqui por um mês lá vão todos na carreirinha votar…
      Há muita gente estúpida e o problema é que todos votam!

      • Pratada sem virgular
        …E uma grande maioria deve votar porque Portugal não é a anarquia encapotada que duas ou três minorias de defectivos crónicos ou de “tias” normalmente bem instalados – o diabo saberá – querem contra o desenvolvimento ou os que geram emprego – empresas – e até a própria Europa comunitária ou os credores nosso último recurso em 2011… São do tudo para “botar abaixo”

  1. Depois dos genocídios conhecidos da história da humanidade, os mais recentes perpetrados por “escória” do autointitulado estado islâmico – uma atrocidade ao próprio Islão – qualquer tentativa para denunciar ou sujeitar à lei aquela organização criminosa e os que a apoiam directa ou indirectamente, mesmo que não exequível, que apenas tenha o condão de alertar para a questão (a propósito tem reunido muitos silêncios), deveria por si só ser aglutinadora de gente civilizada porque está em causa uma brutalidade tremenda contra a humanidade!
    Neste tipo de assunto não cabem portas a não ser para os enclausurados na própria mente.

  2. Pois é, só que o Estado Islâmico não é responsável pela crise migratória. Os responsáveis são os países Europeus que ajudaram os EUA a destruir os países dos migrantes! O resultado dessa cowboyada está à vista!!

    • Depois dos genocídios conhecidos da história da humanidade, os mais recentes perpetrados por “escória” do autointitulado estado islâmico – uma atrocidade ao próprio Islão – qualquer tentativa para denunciar ou sujeitar à lei aquela organização criminosa e os que a apoiam directa ou indirectamente, mesmo que não exequível, que apenas tenha o condão de alertar para a questão (a propósito tem reunido muitos silêncios), deveria por si só ser aglutinadora de gente civilizada porque está em causa uma brutalidade tremenda contra a humanidade!
      Neste tipo de assunto não cabem portas a não ser para os enclausurados na própria mente.

    • “…só que o Estado Islâmico não é responsável pela crise migratória”??? Com a quela barbárie não migraria?
      Só se for defensora do EI e isso será crime e não é de consciência! Talvez de ignorância o que não deixa de ser imputável!

RESPONDER

Há quatro anos, Ronaldo saiu em lágrimas e Paris foi surpreendida pelo "patinho feio"

Foi precisamente há quatro anos que Portugal sagrou-se campeão europeu de futebol. Na final da competição, a Seleção derrotou a anfitriã França, por 1-0. Portugal começou o Euro 2016 com o pé esquerdo. Num grupo com …

China alerta para pneumonia "mais mortal" do que a covid-19. Informações "incorretas", garante Cazaquistão

A Embaixada da China no Cazaquistão alertou esta quinta-feira os cidadãos chineses para uma pneumonia desconhecida, cuja mortalidade é "muito maior" do que a covid-19. De acordo com o jornal chinês Global Times, que cita um …

Cláusula "secreta" permite nacionalização encapotada do Novo Banco

Na eventualidade de um cenário adverso, um mecanismo exigido por Bruxelas prevê a intervenção direta do Estado no Novo Banco. Isto pode levar a uma espécie de nacionalização encapotada. A venda do Novo Banco ao fundo …

Descoberta uma mina de ocre pré-histórica nas cavernas subaquáticas do México

As cavernas subaquáticas ao longo da península de Yucatán, no México, contêm um vasto labirinto de relíquias arqueológicas. A vasta rede de cavernas submersas guardam segredos dos Maias. Porém, uma nova descoberta remonta a episódios …

Da alta velocidade entre Porto Lisboa ao novo aeroporto. Os dez pilares de Costa e Silva para a retoma do país

O diretor diretor executivo da petrolífera Partex, António Costa Silva, convidado pelo Governo para estudar um plano de retoma económica para o período pós-pandemia, já apresentou as suas ideias ao Executivo socialista. Num documento com …

Fim das reuniões no Infarmed. BE quer dados da pandemia entregues ao Parlamento (e publicados na Internet)

Com o fim das reuniões entre peritos e políticos no Infarmed, o Bloco de Esquerda quer que os deputados passem a receber informações e dados científicos sobre a evolução da pandemia no Parlamento. De acordo com a …

Ter um cão pode ajudar as crianças a comportarem-se melhor

Ter um cão durante a infância pode ajudar a melhorar a saúde física e emocional das crianças, de acordo com uma nova investigação levada a cabo pelo Telethon Kids Institute, sediado na Austrália. A mesma …

Marcelo com reeleição garantida. Ana Gomes em segundo com o dobro de André Ventura

Se decidir recandidatar-se à Presidência da República, Marcelo Rebelo de Sousa vencerá confortavelmente à primeira volta, revela uma nova sondagem. De acordo com a pesquisa de opinião da Aximage para o Jornal Económico, o atual …

Presidente interina da Bolívia infetada com covid-19

A presidente interina da Bolívia, Jeanine Añez, testou positivo para o novo coronavírus, anunciou esta sexta-feira a própria, referindo que está bem. “Estou positiva para a covid-19, estou bem, trabalharei em isolamento. Juntos, seguiremos em frente”, …

Filho de Humberto Pedrosa na calha para CEO da TAP

O Jornal Económico escreve na sua edição desta sexta-feira que o nome de David Pedrosa, filho de Humberto Pedrosa, poderá vir a ser o substituto temporário de Antonoaldo Neves na liderança da companhia aérea portuguesa. …