/

Decisão histórica. Restaurante de Paul Bocuse perde uma estrela

Ian Langsdon / EPA

Mural representando o Paul Bocuse ilustra a fachada do seu restaurante 3*, o L’Auberge du Pont de Collonges, em Lyon

Esta sexta-feira, o Guia Michelin confirmou que retirou, da sua edição de 2020, uma das três estrelas do restaurante Paul Bocuse.

O icónico restaurante L’Auberge du Pont de Collonge, do falecido chef Paul Bocuse, vai perder uma estrela. A AFP cita responsáveis do Guia Michelin que dizem que o restaurante, localizado em Collonges-au-Mont-d’Or, perto da cidade de Lyon, continua “excelente, mas já não está ao nível” da distinção.

Elisabeth Boucher-Anselin, porta-voz do restaurante, explica que o responsável máximo do Guia, Gwendal Poullennec, visitou o espaço na passada quinta-feira, para transmitir a informação. Segundo o Observador, a revelação oficial das estrelas para 2020 só acontece no próximo dia 27 de janeiro.

“Dez dias antes do lançamento oficial do Guia Michelin e pela primeira vez na história, o famoso Guia Vermelho acaba de anunciar que o Restaurante Paul Bocuse, estrela tripla desde 1965, foi classificado como 2 estrelas”, lê-se no comunicado oficial que o restaurante divulgou.

No mesmo texto, explica-se que no momento da morte do lendário cozinheiro, há quase dois anos, todos “se perguntaram sobre como seria o futuro”. Assim, “toda a equipa” acabou por sentir que estava na hora de mudar e criaram um projeto de renovação – “Tradição em Movimento” – que inclui obras, mudanças de menu e outras mudanças semelhantes, apresentado em outubro de 2019.

Communiqué de l'équipage du Restaurant Paul Bocuse.À 10 jours de la sortie officielle du Guide Michelin et pour la…

Publicado por Paul Bocuse – Le Restaurant Gastronomique em Quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Contudo, as melhorias não coincidiram com o timing certo para serem tidas em conta pelos inspetores e isso poderá ter sido fundamento importante para a decisão, considera a equipa do ilustre restaurante.

“Apesar de estarmos assoberbados com a decisão dos inspetores temos a certeza de que há uma coisa que nunca perderemos: a alma do ‘Monsieur’ Paul“, rematam.

Conhecido como “Monsieur” Paul, Bocuse é um dos chefs franceses mais celebrados de sempre. Morreu no dia 20 de janeiro de 2018, aos 91 anos.

  ZAP //

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.