PCP diz que resposta aos problemas do país não se faz com governo do PS

Tiago Petinga / Lusa

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa

O secretário-geral do PCP defendeu neste domingo que “não há soluções” para o país com governos do PS. No discurso de encerramento da Festa do Avante, Jerónimo de Sousa atacou também a direita, deixando um claro apelo ao voto.

“Está também à vista que, para pôr o país a avançar a sério, para dar solução aos problemas acumulados, se exige uma outra política e um outro governo. A resposta estrutural aos problemas do país não se faz com o governo do PS nem com a sua atual política, amarrado às opções de política de direita”, afirmou o líder comunista no comício de encerramento da 42.ª edição da Festa do Avante!.

Num discurso de quase uma hora, Jerónimo de Sousa dedicou grande parte do discurso às questões económicas e de desenvolvimento do país.

Perante milhares de comunistas, no Palco 25 de Abril, advertiu que “dar mais força ao PS é mais espaço à política de direita, andar para trás na defesa de reposição de direitos que só foram possíveis exatamente por o PS não ter a força que ambiciona”.

Jerónimo de Sousa advertiu o PS de que “não vale a pena enfeitar-se com alguns dos avanços que foram alcançados nestes três anos”, avanços que valorizou, apesar de “limitados”, sustentou.

O líder comunista disse que o “que se avançou” foi conseguido porque o Partido Socialista “não tinha os votos, para, sozinho, impor a política de sempre”, e considerou que cativações e atrasos na regulamentação são alguns dos “expedientes” usados pelo governo PS para adiar, limitar ou mesmo não concretizar os “avanços” conseguidos.

“O secretário-geral do PS afirmou há dias que não há governo de esquerda sem o PS. O que os portugueses sabem é que sempre que o PS foi governo o que houve foi política de direita”, acusou.

Críticas à direita

Críticas ao CDS e ao PSD também pontuaram o discurso de Jerónimo de Sousa, que defendeu que, destes partidos, só há a esperar “retrocesso social”.

“A senhora Cristas veio dizer que há as esquerdas encostadas, bem podíamos dizer que, na matéria da legislação laboral, o CDS foi de peito aberto a acordar as alterações negativas” com o PS, criticou. “Aqui é que se encostam para proteger a política de direita”, acusou.

Entre os principais problemas do país, Jerónimo de Sousa destacou que a “perspetiva do pagamento só em juros da dívida pública de 35 mil milhões de euros nos próximos cinco anos diz da imperiosa necessidade e urgência de procurar outro caminho”.

Como “questão estratégica” que “continua ignorada como prioridade pelo governo minoritário do PS” é o “grave défice produtivo nacional” e o défice alimentar, um dos maiores da Europa.

O líder comunista contrariou a tese do PS de que “é possível dar solução aos problemas do país e assegurar o seu desenvolvimento submetido às imposições da União Europeia e do Euro e amarrados a uma dívida insustentável”.

“Nada mais falso”, acentuou, exigindo a “recuperação da soberania monetária” e a libertação do país “da subordinação ao Euro”, rematou.

Por tudo isto, e ciente de que as legislativas se realizam daqui a cerca de um ano, Jerónimo de Sousa apelou claramente ao voto no seu partido.Para o comunista, é necessário que os portugueses tomem “consciência da importância de dar mais força à CDU com o seu voto”, afirmando que o PCP “é a única alternativa” à atual política.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Texto final do acordo da Cimeira do Clima aprovado pelos 195 países participantes

Os líderes mundiais presentes comemoraram este sábado a aprovação do texto final da COP21 - Conferência Mundial do Clima, sobre a redução de emissões de gases de efeito estufa. Após 13 dias de debates, os representantes …

Texto final do acordo da Cimeira do Clima aprovado pelos 195 países participantes

Os líderes mundiais presentes comemoraram este sábado a aprovação do texto final da COP21 - Conferência Mundial do Clima, sobre a redução de emissões de gases de efeito estufa. Após 13 dias de debates, os representantes …

COP25: uma traição ao Acordo de Paris "e às pessoas em todo o mundo"

Organizações não governamentais ambientalistas consideraram que os projetos de resolução que a cimeira do clima da ONU tem para aprovar são "uma traição" do Acordo de Paris e dos milhões de pessoas que sofrem com …

Governo admite novo aumento extra das pensões (com a simpatia das Finanças e de olho na geringonça)

O Governo está a equacionar um novo aumento extraordinário das pensões no âmbito da preparação da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020). A medida agrada a PCP e Bloco de Esquerda e terá …

Na última noite no Porto, Óliver foi sozinho à Ponte D. Luís (e vieram-lhe as lágrimas aos olhos)

O médio espanhol Óliver Torres confessa que a sua saída do Porto foi "emotiva" e que se despediu do clube e da cidade na Ponte D. Luís, de noite e sozinho, com "as lágrimas nos …

Costa e Centeno discutiram no Conselho Europeu (e foi Centeno quem ganhou)

António Costa e Mário Centeno envolveram-se numa "discussão directa" em pleno Conselho Europeu que deixou os restantes membros do Eurogrupo perplexos. Em causa esteve o primeiro orçamento da Zona Euro, com o primeiro-ministro de Portugal …

Sondagem: Livre caiu para metade, Montenegro lidera corrida ao PSD

O PS lidera as intenções de voto com 37,1% e um avanço de 10,2 pontos percentuais sobre o PSD numa sondagem em que o Livre surge com metade da votação alcançada nas legislativas em outubro. Num …

ONU chama a atenção para consumo de tramadol (erradamente considerado menos letal que fentanil)

A crise derivada do consumo excessivo de opóides e as mortes daí decorrentes já levaram empresas norte-americanas que os produzem a receber milhares de ações judiciais. Contudo, a Organização das Nações Unidas (ONU) chama a …

Mais de 50 jornalistas subscrevem abaixo-assinado em defesa de Maria Flor Pedroso

Mais de 50 jornalistas, entre os quais Adelino Gomes, Henrique Monteiro, Anabela Neves e Francisco Sena Santos, subscreveram esta sexta-feira um abaixo-assinado em defesa da jornalista Maria Flor Pedroso, diretora de informação da RTP. "Confrontados com …

O maior sítio arqueológico submerso do mundo mora no México (e está a surpreender os especialistas)

Uma equipa de especialistas está a explorar há cerca de quatro anos o Grande Aquífero Maia, localizado no México, e tem feito descobertas surpreendentes que vão desde numerosos sítios arqueológicos a vestígios de homens primitivos.  Durante …