Responsável da linha Saúde 24 foi demitido dias após avisar que serviço poderia colapsar

José Sena Goulão / Lusa

António Costa visita Linha Saúde 24

Henrique Martins, ex-presidente dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), foi afastado da entidade responsável pela Linha SNS24 dias após ter avisado o ministério que o serviço podia colapsar com o aumento da procura motivado pela epidemia de COVID-19.

Em entrevista ao Observador, Henrique Martins explicou que, na tarde de segunda-feira, quando o SNS24 registou um número de chamadas superior ao normal, o SPMS sinalizou a situação à ministra da saúde, avisando que era necessário “uma ação urgente de mais equipas de enfermagem na manhã seguinte”.

De acordo com o ex-responsável, Marta Temido respondeu que a situação devia ser tratada com a secretária de Estado, contacto esse feito na madrugada de segunda para terça-feira. “De madrugada contactei o secretário de Estado com um despacho sobre isso. Durante esse dia, não obtive resposta nenhuma. Na quarta-feira de manhã é que falámos sobre este assunto”, contou ao Observador.

Para Henriques Martins, a raiz do problema está nos cortes orçamentais que começaram em 2018. Este ano, o valor atribuído a esta entidade é de 76,3 milhões de euros – em 2019 foi de 85,2 milhões e em 2018 de 90,4 milhões.

Estes valores são tão baixos que, segundo Henrique Martins, o SNS24 não conseguiria operar com normalidade até ao final do ano mesmo se não houvesse a atual crise de coronavírus.

Em relação às notícias sobre o SNS24 não ter atendido 25% das chamadas na segunda-feira, Henrique Martins explica que “o operador cumpriu o contrato”, que prevê o atendimento de 10 mil chamadas por dia. O problema esteve na falta de enfermeiros.

Henrique Martins disse ainda que o seu afastamento do SPMS “só pode ter sido [fruto do] incómodo” pelos avisos que enviou ao Ministério de Saúde sobre as consequências que a redução de orçamento prevista para este ano teria na Linha de Saúde 24.

O Governo decidiu afastar Henrique Martins, presidente dos Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS), a entidade responsável pela Linha SNS24, na quarta-feira. Henrique Martins disse ter sido “apanhado de surpresa” quando foi informado esta quarta-feira pessoalmente pela secretária de Estado Adjunta e da Saúde, Jamila Madeira, de que não iria ser reconduzido.

O ex-secretário de Estado Luís Goes Pinheiro é o novo responsável pela Linha Saúde 24.

ZAP //

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. o estado do Estado xuxalista.

    mas não viviamos no paraíso após a magnífica governação da extrema esquerda?

    mas presumo que não irão faltar os mil milhões de euros para o buraco Nova Desgraça (banco).

  2. Tudo a ser um facto, no mínimo suspeito. Alguém chama atenção de algo que poderá acontecer e acabar despedido?

    Ninguém investiga isto?

  3. O “rapazinho do CDS” julgava ter encontrado o “tacho” certo para o resto da vida! Ofereceu-se para continuar, sabendo que a sua comissão de serviço estava a acabar e portanto já tinha um pé no meio da rua. Mesmo assim, tentou forçar a permanência, como se o mundo fosse acabar pela sua saída!! Nomeado em 2013 pelo governo do PPD/CDS, o militante deste último partido não se conformou com a aplicação da lei do fim dos mandatos. Culpa o governo, claro! A entidade patronal respeitou o mandato que lhe foi atribuído, mas o “rapazinho” achou que tinha direito a “tacho perpétuo” porque seria insubstituível! Fez uma triste figura na SIC (órgão oficioso do PPD/CDS) e daqui a uma semana ninguém se lembrará que este crápula existe!

RESPONDER

OSIRIS-REx recolheu demasiadas amostras do Bennu (e está a perder parte delas)

A NASA revelou que a sonda OSIRIS-REx conseguiu recolher uma grande amostra de partículas do asteróide Bennu - tanto material que fez com que a tampa do compartimento não fechasse corretamente. Na semana passada, a sonda …

Cientistas captam atmosfera de um extraordinário exoplaneta que não deveria existir

Uma equipa de cientistas da Universidade do Kansas, nos Estados Unidos, captou a atmosfera de um exoplaneta "que não deveria existir" ao analisar dados do telescópio TESS da agência espacial norte-americana (NASA). O planeta em causa …

Refrigerantes light causam o mesmo risco de doenças cardíacas que bebidas normais

Um novo estudo da Universidade Sorbonne, em Paris, descobriu que bebidas adoçadas artificialmente - como as light, diet e zero - podem ser tão prejudiciais para o coração quanto os refrigerantes normais. Os investigadores, que acompanharam …

“Monstro patológico”. Documento revela que Henrique VIII planeou decapitação de Ana Bolena

Uma equipa de investigadores encontrou um livro que contém instruções específicas do rei Henrique VIII que mostram que o monarca queria que a sua segunda esposa, Ana Bolena, fosse executada. Neste documento, o rei Henrique VIII …

Robô humanóide sem cabeça empilha e carrega caixas (e já está à venda)

A fabricante de robôs Agility construiu um robô humanóide bípede chamado Digit, que consegue carregar caixas e que está a ser vendido por 250 mil dólares. De acordo com o TechXplore, o robô Digit foi projetado …

Porto 2-0 Olympiacos | Chama do “dragão” trava gregos

O FC Porto venceu na noite desta terça-feira o Olympiacos por 2-0, numa partida relativa à segunda jornada do Grupo C da Liga dos Campeões, sob o olhar dos cerca de 3750 adeptos que se …

Antigos maias construíram filtros de água sofisticados (capazes de funcionar nos dias de hoje)

De acordo com uma pesquisa da Universidade de Cincinnati (UC), os antigos maias da cidade de Tikal construíram sofisticados filtros de água através do uso de materiais naturais importados. Os investigadores da UC descobriram evidências de …

Como é que as pandemias acabam? A História sugere que as doenças vêm para ficar (durante milénios)

Uma combinação de esforços de saúde pública para conter e mitigar a pandemia veio ajudar a controlá-la. No entanto, epidemiologistas acreditam que as doenças infeciosas, como é o caso da covid-19, nunca desaparecem.  Ao longo dos …

ONG identifica entidades norte-americanas como "cúmplices" da destruição da Amazónia

Seis instituições financeiras norte-americanas são apontadas como "cúmplices" da destruição ambiental na Amazónia brasileira, assim como da violação dos direitos das comunidades indígenas da região, segundo um relatório de organizações não-governamentais (ONG). Um estudo elaborado pela …

OE2021. Uma morte anunciada da geringonça e o temor das coligações negativas

Já há confirmação de que a proposta do Orçamento do Estado para 2021 vai ser aprovada na generalidade, esta quarta-feira. O primeiro-ministro já só pensa na discussão na especialidade, na qual se avizinham os maiores …