Rendas acessíveis vão pagar menos IMI e ter isenção de IRS

Simon Collison / Flickr

Os senhorios que coloquem os seus imóveis a arrendar por preços mais baixos, as chamadas rendas acessíveis, vão ficar isentos do pagamento de IRS sobre os rendimentos prediais obtidos e vão também pagar menos IMI.

Estas medidas constam do Programa de Arrendamento Acessível, que integra a Nova Geração de Políticas de Habitação que o Governo está a ultimar, e são divulgadas, nesta terça-feira, pelo Jornal de Negócios e pelo Público.

O documento, que deverá ser aprovado brevemente em Conselho de Ministros, prevê isenções fiscais para os proprietários que coloquem os seus imóveis a arrendar por valores mais baixos.

Uma renda acessível é a que for 20% inferior ao valor de referência de mercado, segundo a avaliação do Governo divulgada pelos dois jornais referidos.

As insenções fiscais previstas incluem a dispensa de pagamento de IRS e o pagamento de apenas 50% do valor do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) devido. Esta redução do IMI pode chegar aos 100% se as Assembleias Municipais assim o determinarem.

O Negócios fez as contas e concluiu que, mesmo cobrando menos pelas rendas, os senhorios sairão a ganhar com estas medidas.

A Nova Geração de Políticas de Habitação do Governo visa apoiar as necessidades habitacionais das famílias com “rendimentos intermédios” que não são abrangidas pelas políticas de Habitação Social, conforme repara o jornal económico.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Mais uma vez o mais rico na mó de cima…declara uma renda baixa para beneficios fiscais e recebe o resto do valor da renda em dinheiro “vivo”por baixo da mesa( saco azul)….

  2. Isto e tudo muito bonito e no final “a montanha pariu um rato”, pois em Portugal as leis são alteradas conforme interessa aos governos:
    1º qual é o valor de mercado de uma renda?
    Por exemplo num prédio com 40 anos dois apartamentos iguais têm o mesmo valor de IMI mas um já foi modernizado o outro não, as rendas não podem ter um valor “de mercado” igual.
    2º e mais grave é que para todos ganharem (senhorios e inquilinos) com a redução da renda (inquilino) e beneficio fiscal (senhorio), qual é a garantia que os nossos governos dão para amanha esta lei não seja alterada? como já muitas foram ao longo do tempo. São uma coisa hoje e amanhã devido a “conjuntura” têm de ser outra … mas a renda não vai poder subir de certeza pois uma coisa são rendas e outra benefícios fiscais.
    La fica o senhorio a fazer o papel do estado, renda abaixo do valor real e impostos na mesma como os outros.

RESPONDER

Época balnear arranca no sábado, mas começa mais tarde no Norte

A época balnear arranca no próximo sábado, 6 de junho, mas não em todo o país. No Norte de Portugal só começa a 27 de junho. Segundo o despacho publicado esta quinta-feira em Diário da República, …

Um terço das empresas de restauração não reabriu

Cerca de um terço das empresas de restauração não retomou a atividade e quase metade tem registado uma faturação média inferior a 10%, revelou a associação representativa do setor. A Associação de Hotelaria, Restauração e Similares …

Ministério Público alemão assume que Maddie McCann está morta

O procuradores do Ministério Público alemão acreditam que Madeleine McCann foi assassinada. O investigador Christian Hoppe, do Bundeskriminalamt, revelou que a criança pode ter sido alvejada quando o suspeito assaltava o apartamento da família. O procuradores do …

Nadadores-salvadores devem privilegiar salvamento "sem entrar na água"

A Federação Portuguesa de Nadadores-Salvadores divulgou hoje alguns dos procedimentos que os vigilantes devem adotar na época balnear face à pandemia, como privilegiar o salvamento “sem entrar na água” ou abordar o náufrago pelas costas. “Ainda …

Confederação do Turismo propõe Lay-off simplificado, banco de horas e horário concentrado

A Confederação do Turismo de Portugal (CTP) propôs ao Governo 99 medidas para mitigar as consequências "gigantescas" que a pandemia está a ter no sector, apontando um cenário de "eclipse total e asfixia". Segundo noticiou esta …

Coreia do Norte ameaça romper acordo militar com Seul

A Coreia do Norte ameaçou hoje romper o acordo militar com a Coreia do Sul e fechar o gabinete de ligação transfronteiriça, se Seul não impedir que ativistas continuem a enviar panfletos através da fronteira. A …

Moratórias no crédito prolongadas até 31 de março de 2021

O Governo decidiu estender a moratória nos empréstimos dos bancos às famílias e empresas afetadas pela crise. As prestações e juros só voltarão a ser pagos depois de 31 de março de 2021, apurou o …

Santana Lopes deixou funções executivas no Aliança. Mas não "deserta"

O fundador do partido Aliança deixou, recentemente, as suas funções executivas por "motivos profissionais", mas promete "não desertar", "muito menos em alturas difíceis". No passado dia 15 de maio, Pedro Santana Lopes pediu a suspensão das …

Pela primeira vez em 30 anos, Hong Kong proíbe vigília em memória de Tiannamen

Pela primeira vez em 30 anos, tanto Hong Kong como Macau não vão ter vigílias em homenagem às vítimas do massacre de Tiananmen. A Polícia de Hong Kong proibiu a vigília em memória do massacre de …

Portugal com mais 8 mortos e 331 casos positivos em 24 horas

Portugal registou mais oito mortes e 331 casos positivos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde. Esta quinta-feira, Portugal registou 1.455 mortes por …