Reino Unido confirma que variante Delta é 60% mais transmissível

O Reino Unido registou 17 mortes e 8.125 casos de covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com os dados oficiais mais recentes, que hoje também confirmaram que a variante Delta é 60% mais transmissível.

Um estudo publicado hoje pela direção geral de Saúde de Inglaterra (Public Health England, PHE) indica que a estimativa é superior à anterior, referida pelo ministro da Saúde, Matt Hancock, no início da semana, de ser 40% mais contagiosa em comparação com a variante Alpha, ela própria mais transmissível do que as variantes iniciais do novo coronavírus.

De acordo com a PHE, foram identificados 42.323 casos desta variante identificada primeiro na Índia, contra 29.892 há uma semana atrás, representando mais de 90% do total de infeções no país.

No entanto, o organismo considera “encorajador” observar que a progressão da variante não é acompanhada por um aumento das hospitalizações nas mesmas proporções.

Menos de mil pacientes com o novo coronavírus estão atualmente em hospitais britânicos e, das 42 mortes com infetados por esta variante, 23 não estavam vacinados.

“Os dados indicam que o programa de vacinação continua a mitigar o impacto desta variante” em populações onde é elevado o número de pessoas que receberam duas doses da vacina, sublinha o organismo público.

Estes diferentes fatores vão fundamentar a decisão do primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, na próxima semana de avançar ou não para a quarta etapa do plano de desconfinamento a 21 de junho, quando deveriam ser levantadas todas as restrições em Inglaterra.

A subida do índice de transmissibilidade (Rt) entre 1,2 e 1,4 em Inglaterra reflete o impacto da variante Delta no país, que vinha a registar um declínio no número de casos desde janeiro.

Na quinta-feira tinham sido notificadas sete mortes e 7.393 casos.

Nos últimos sete dias, entre 05 e 11 de junho, a média diária foi de nove mortes e 6.556 casos, o que corresponde a uma subida de 10,9% no número de mortes e de 58,1% no número de infeções relativamente aos sete dias anteriores.

Desde dezembro foram inoculadas 41.088.485 pessoas com uma primeira dose de uma vacina contra a covid-19, o que corresponde a 78% da população adulta.

Um total de 29.165.140 pessoas, ou 55,4% da população adulta, já receberam também a segunda dose.

Desde o início da pandemia, foram notificados 127.884 óbitos de covid-19 num total de 4.550.944 infeções confirmadas no Reino Unido.

// Lusa

 

 

PARTILHAR

RESPONDER

Tal como nos humanos, a cafeína ajuda as abelhas a aumentar o foco e a eficácia

Um novo estudo indica que, tal como em muitos humanos, uma injeção de cafeína ajuda as abelhas a manterem-se mais concentradas e a realizarem o trabalho com mais eficiência. Uma equipa da Universidade de Greenwich percebeu …

Astrónomos detetam, claramente e pela primeira vez, um disco a formar satélites em torno de exoplaneta

Com o auxílio do ALMA, do qual o ESO é um parceiro, os astrónomos detetaram pela primeira vez de forma clara a presença de um disco em torno de um planeta fora do nosso Sistema …

E se a Terra parasse subitamente de girar?

O nosso planeta demora 23 horas e 56 minutos a completar uma volta em torno do seu eixo, movendo-se a cerca de 1.770 quilómetros por hora. Aprendemos estes pormenores sobre o planeta azul na escola, …

Sporting 2 - 1 Braga | Leão entra em 2021/22 a rugir

O Sporting parece querer manter a senda de sucesso da época passada e entrou em 2021/22 com o pé direito. Os “leões” bateram o Sporting de Braga por 2-1, num jogo que valeu, sobretudo, pela primeira …

Ensinar crianças a dizer palavrões? Uma cientista acha que é boa ideia

A auto-intitulada "cientista dos palavrões" acredita que ensinar as crianças a usá-los de forma eficiente ajuda os mais novos a perceber como este palavreado afecta outras pessoas. Já se sabia que dizer palavrões é um sinal …

Fósseis misteriosos podem ser uma das provas mais antigas de vida animal na Terra

Elizabeth Turner, cientista numa universidade do Canadá, poderá ter encontrado a prova mais antiga de vida animal na Terra. Uma cientista encontrou possíveis sinais de vida animal multicelular em restos de recifes microbianos de há 890 …

E se o mundo entrasse em colapso? Cientistas descobrem qual o país onde há maior probabilidade de sobreviver

Caso a civilização entre em colapso - uma possível consequência das alterações climáticas - os cientistas já descobriram qual o lugar do mundo onde há maior probabilidade de sobreviver: é na Nova Zelândia. Numa pesquisa, dois …

"Dança quem está na roda", responde Marcelo sobre ausência de Bolsonaro

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, disse este sábado que "dança quem está na roda" quando questionado pelos jornalistas sobre a ausência do homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, da cerimónia de reinauguração do Museu …

Todos os anos, esta cidade italiana entrega sal ao Papa em mãos

O Sal de Cervia, também conhecido como "sal do Papa", é-lhe entregue todos os anos em mãos. A tradição sofreu algumas interrupções até ter sido recuperada pelo Bispo Mario Marini, que serviu no Pontificado de …

A colisão secreta entre navios soviéticos e britânicos podia ter tido um desfecho drástico

Colisão aconteceu durante um dos períodos mais quentes da Guerra Fria e foi camuflado pela marinha britânica, que tratou de fazer regressar a sua embarcação à base de Devonport durante a noite para evitar dar …