Regalias e benefícios custam ao Estado quase 76 milhões por ano

José Goulão / wikimedia

Regalias e benefícios custam ao Estado quase 76 milhões por ano

Regalias e benefícios custam ao Estado quase 76 milhões por ano

O Estado gasta anualmente quase 76 milhões de euros em regalias e benefícios, sendo a PSP, a GNR e a Direção-Geral da Administração de Justiça as entidades cuja despesa ultrapassa mais de metade do total, segundo um relatório hoje divulgado.

De acordo com um relatório sobre a caracterização geral dos sistemas remuneratórios da Administração Pública, divulgado pela Direção-geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP), “a Administração Local apresenta um peso muito superior ao nível das regalias e benefícios (25%) do que nas remunerações base (10%) e nos suplementos (6%)”.

Só a PSP, a GNR e a Direção-Geral da Administração de Justiça “são as entidades com maiores despesas com benefícios e regalias, representando 54% do total”, segundo o relatório.

O documento destaca que existe “elevada disparidade” ao nível do valor médio de benefícios e regalias por cada frequência de atribuição entre Ministérios, destacando-se o dos Negócios Estrangeiros com pagamentos de benefícios mais elevados de cerca de 3.827 euros, um valor que compara com a média de 331 euros para os restantes Ministérios.

As Câmaras Municipais voltam a ser as entidades que concentram maior percentagem da despesa da Administração Local com regalias e benefícios, refere o relatório, acrescentando que na Administração Regional da Madeira, a administração direta e indireta representam “mais de dois terços da despesa total”.

Em 2012, o montante gasto em remunerações anuais ilíquidas na Administração Pública ascendeu a 14,7 mil milhões de euros, sendo que a grande fatia deste valor (88%, ou 12,9 mil milhões de euros) refere-se à Administração Central, seguida da Administração Local (10%) e da Administração Regional da Madeira (2%).

Ao nível da distribuição por Ministérios, cinco destas estruturas representam mais de 90% do total de encargos com remunerações base na Administração Central: o Ministério da Educação e Ciência (com 71%) do total, o Ministério da Justiça (7%), o Ministério da Administração Interna (6%), o Ministério da Defesa Nacional (5%) e o Ministério da Saúde (4%).

Os Ministérios da Educação e da Justiça são os que mais pesam na despesa global “com remunerações base a apresentarem uma preponderância na despesa superior àquilo que é a sua posição relativa em termos de emprego (52% na Educação e Ciência e 4% na Justiça)”, acrescenta ainda o relatório.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Pela primeira vez, os norte-americanos querem mais imigração - e não menos

Pela primeira vez, os norte-americanos querem ver aumentar a imigração no seu país, escreve o Business Insider citando uma sondagem da Gallup. De acordo com os números apresentados pelo jornal norte-americano, 34% dos cidadãos dos …

Porto 5-0 Belenenses | Segunda parte demolidora no Dragão

O FC Porto respondeu de forma categórica à vitória do Benfica sobre o Boavista por 3-1 na noite de sábado. Na recepção ao Belenenses, os “azuis-e-brancos” golearam por expressivos 5-0, com quatro golos a serem apontados …

Foi exposto o primeiro núcleo exoplanetário. Pode pertencer a gigante gasoso "planeta falhado"

Astrónomos da Universidade de Warwick descobriram o núcleo sobrevivente de um gigante gasoso em órbita de uma estrela distante, oferecendo uma visão sem precedentes do interior de um planeta. O núcleo, que é do mesmo tamanho …

As águas profundas provocam terramotos e tsunamis (e já se sabe como)

Uma nova investigação vincula diretamente o ciclo da água na Terra com a produtividade magmática e a atividade sísmica. A água (H2O) e outros elementos voláteis (como o CO2 e o enxofre) que circulam nas profundezas …

Cidade japonesa acaba de proibir a utilização de telemóveis enquanto se caminha

A cidade japonesa de Yamato acaba de aprovar uma proposta de lei que proíbe as pessoas de utilizarem telemóveis enquanto caminham. A cidade, localizada num subúrbio de Tóquio, entende que os telemóveis são um risco …

MIT apagou base de dados popular que ensinou IA a ser racista e sexista

O Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), nos Estados Unidos, viu-se obrigado apagar uma base de dados de treinamento de Inteligência Artifical (IA) depois de esta ensinar vários algoritmos a usar insultos racistas e sexistas. …

Escola Básica e fábrica de Paços de Ferreira encerradas, com nove casos positivos

A Escola Básica n.º 2 e a Fábrica de Lacados Abrelac, em Paços de Ferreira, Porto, foram encerradas após diagnosticados nove casos de covid-19 para “prevenção” e para “interromper as cadeias de transmissão”, disseram hoje …

Mais nove mortes e 328 casos confirmados em Portugal

Portugal regista hoje mais nove óbitos por covid-19, em relação a sábado, e mais 328 casos de infeção confirmados, dos quais 254 na região de Lisboa e Vale do Tejo, segundo os dados da Direção-Geral …

Cientistas criam miniatura de ondas de choque de supernovas (e quase desvendam um mistério)

Esta versão em miniatura das ondas de choque das supernovas pode ter ajudado os cientistas a chegar muito perto da resolução de um antigo mistério cósmico. Uma equipa de investigadores do Departamento de Energia do Centro …

Na Indonésia, são os recém-licenciados quem mais vai sofrer com o impacto económico da covid-19

A covid-19 continua a desacelerar a economia na Indonésia e pode causar graves impactos nos recém-licenciados que entram no mercado de trabalho pela primeira vez. Na Indonésia, o crescimento económico diminuiu para 2,97% durante o primeiro …