Reacção em cadeia: Irlanda e Escócia já falam em referendo, Espanha quer Gibraltar

SammCox / Flickr

-

O voto dos britânicos a favor do Brexit esteve longe de ser unânime: Ingleses e galeses querem sair, escoceses, irlandeses e gibraltinos preferiam ficar. E no seio da União Europeia, surgem as primeiras vozes a pedir referendos.

De acordo com dados do Telegraph, o Reino Unido dividiu-se: o ‘brexit’ venceu na Inglaterra, com 53,2%, e no País do Gales, com 51,7%, enquanto que na Escócia (62%) e na Irlanda do Norte (55,7%) a maioria votou a favor da permanência no bloco.

No enclave britânico de Gibraltar, uma península de sete quilómetros quadrados no sul de Espanha, 92% dos eleitores escolheram a permanência na União Europeia.

Na sequência dos resultados do referendo, a Espanha propôs já a soberania partilhada com o Reino Unido do enclave britânico, que assim continuaria a ter acesso ao mercado único da União Europeia mesmo com o Brexit.

“A fórmula de co-soberania — para ser claro, ter a bandeira espanhola hasteada no Rochedo — está agora mais próxima do que nunca”, disse José Manuel García-Margallo, ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol.

Cedida ao Reino Unido em 1713, a soberania de Gibraltar é há décadas disputada por Madrid, que a considera como uma colónia britânica e pretende a reintegração do território em Espanha.

Saída da Irlanda do Norte e reunificação da Irlanda

Na Irlanda, primeiro-ministro irlandês Enda Kenny afirmou que a saída do Reino Unido da União Europeia, vai ter “consequências muito significativas” para a Irlanda, o Reino Unido e a UE.

A declaração foi divulgada num breve comunicado emitido após a confirmação da vitória dos partidários da saída do Reino Unido da UE no referendo britânico de quinta-feira, com 52 por cento, contra 48% a favor da permanência.

Enda Kennytem previsto presidir hoje de manhã a uma reunião de emergência do governo e falará depois à imprensa sobre os resultados do referendo.

O presidente honorário do partido republicano irlandês Sinn Fein, Declan Kearney, afirmou hoje que a vitória do “Brexit” deve ser seguida da convocatória na Irlanda do Norte de um referendo sobre a reunificação da Irlanda.

O Governo britânico perdeu qualquer mandato que tivesse para representar os interesses políticos dos norte-irlandeses”, disse o dirigente do Sinn Fein, antigo braço político do IRA, Exército Republicano Irlandês.

Na Irlanda do Norte, 55,78% dos eleitores votaram pela permanência do Reino Unido na UE, contra 44,22% que apoiaram a saída da União.

Escócia vê o seu futuro na União Europeia

A primeira-ministra escocesa, Nicola Sturgeon, já afirmou que a Escócia vê o seu futuro como “parte da União Europeia”.

“A Escócia vê o seu futuro como parte da UE”, afirmou a primeira-ministra, em declarações à BBC.

A Escócia votou de forma clara e decisiva para permanecer como parte da União Europeia, 62% contra 38%”, declarou Nicola Sturgeon.

Sturgeon já tinha indicado que caso o Brexit ganhasse, tal poderia precipitar um novo referendo sobre a independência da Escócia.

Há dois anos, os escoceses rejeitaram  a independência do Reino Unido por uma diferença de menos de 400 mil votos em mais de 3,6 milhões de eleitores.

A saída do Reino Unido da União Europeia ameaça ter como consequência, a prazo, a saída dos escoceses do reino e um futuro pedido de adesão da Escócia – se a União Europeia ainda existir.

ZAP / Lusa

7 COMENTÁRIOS

  1. Se Gibraltar passar a ter soberania partilhada com a Inglaterra, resta-nos voltar exigir a devolução de Olivença! Algo que de uma maneira ou de outra nos foi reconhecido em tratados, que os espanhóis convenientemente esquecem.
    Pena os nossos pulhíticos se esquecerem dessa questão.

  2. Boa ideia!
    Que Gibraltar passe para a Espanha, Olivença para Portugal, a Catalunha e o País Basco independentes, a Irlanda unificada, a Escócia livre do Reino Unido e a União Europeia com estes todos e transformada numa federação como os EUA, para nós europeus não andarmos atrapalhados com as desigualdades que sempre existem.

    • Plenamente de acordo no que toca a restituições dos territórios aos seus verdadeiros donos, nem espanhóis nem ingleses têm o direito de subjugar seja quem for quer pela força das armas ou da manipulação de ameaças politicas, o tempo do colonialismo já deveria ter cessado.

  3. Confusão? Adaptação a novas realidades. Quanto a federações sou contra, não gosto de passar de cavalo para burro. Deixar de pertencer a um Estado Soberano para pertencer a uma provinciazeca de segunda como esta Europa, versus Alemanha e outras querem? Não obrigada. Enquanto tiver voz sou sempre contra a Europa federalista. Gosto de conversar com amigos, combinar coisas em conjunto, mas gosto de estar em casa sem interferências e ordens do exterior, se é que me entendem. A minha casa é Portugal e não gosto de devassa.

  4. Pois…
    Só mesmo um palerma como o Cameron para não ver as consequências do referendo nesta altura…
    Se convenceram a Escócia a não sair do RU para ficar na UE (e agora saem da UE!), é obvio que a Escócia não vai ficar no RU!:..
    .
    Sim, Gibraltar volta para Espanha, quando Olivença voltar para Portugal, quando deixarem Ceuta e Melilla, etc ,etc..

RESPONDER

Condenado ex-agente secreto alemão que fingia ser um terrorista

Um tribunal alemão condenou, esta terça-feira, um antigo agente dos serviços secretos alemães a uma pena suspensa de um ano por ter tentado partilhar informação confidencial com grupos radicais salafistas na Internet. Segundo a Deutsche Welle, o …

Mosquito do dengue detetado pela primeira vez em Portugal

Uma espécie de mosquito que é transmissor do vírus da dengue foi identificado pela primeira vez em Portugal, na região Norte do país, anunciou esta quarta-feira a Direção-geral da Saúde (DGS) e o Instituto Doutor …

Organização de Direitos Humanos denuncia abuso sexual de menores na Coreia do Norte

A organização Human Rights Watch (HRW) instou esta quarta-feira as Nações Unidas a pressionarem a Coreia do Norte para prevenir e investigar os abusos sexuais a menores, crime que o regime de Pyongyang diz não …

Cidadão de Baião é candidato pela CDU à Câmara e pelo PSD em freguesia

Em Baião, distrito do Porto, há um cidadão que se candidata à Câmara pela CDU e a uma Junta de Freguesia pelo PSD, nas autárquicas do próximo 1 de Outubro, confirmou a Lusa no tribunal …

MAI ordena à Proteção Civil auditoria para verificar todas as licenciaturas

O secretário de Estado da Administração Interna ordenou à Autoridade Nacional de Proteção Civil que realize uma auditoria para verificar as licenciaturas de todos os dirigentes e elementos da sua estrutura operacional, que deve estar …

Theresa May quer pagar 20 mil milhões de euros para saldar saída da UE

A primeira-ministra britânica vai propor o pagamento de 20 mil milhões de euros para saldar a separação entre o Reino Unido e a União Europeia, segundo fontes conhecedoras do tema citadas pelo jornal Financial Times. Olly …

BE quer que menores possam contestar em tribunal pais que lhes neguem mudança de sexo

Menores de 16 anos de idade a requerer mudanças de sexo, sem ser obrigatório apresentar um relatório médico, e a mover acções judiciais contra a eventual recusa dos pais em iniciarem esse processo. Estas são …

Ao primeiro dia de campanha, Catarina e Jerónimo já trocam farpas

A paz no seio da geringonça parece "ferida de morte" depois das declarações azedas trocadas entre Jerónimo de Sousa e Catarina Martins, líderes de PCP e Bloco de Esquerda. E tudo por causa das eleições …

Funcionária da PJ acusada de desviar 178 mil euros em barras de ouro

Uma funcionária da Polícia Judiciária foi acusada de, juntamente com o seu companheiro, aceder ao cofre desta força policial para se apropriar de objectos em ouro, nomeadamente de duas barras daquele metal precioso avaliadas em …

André Ventura foi a um bairro de ciganos, mas evitou-os

No primeiro dia de campanha, André Ventura visitou o bairro Quinta da Fonte, uma das zonas de Loures que o candidato considera ter maiores problemas com a insegurança. Segundo os jornais que o acompanharam, o …