Quatro das crianças tailandesas já foram resgatadas

Pongmanat Tasiri / EPA

Quatro das crianças presas na gruta na Tailândia já foram resgatadas

O líder das operações de resgate do grupo preso numa gruta na Tailândia confirmou hoje que quatro das 12 crianças foram resgatadas, afirmando que a próxima etapa da operação, temporariamente suspensa, está planeada para daqui a dez horas.

O responsável pelas operações de resgate e governador da região de Chiang Rai, Narongsak Osottanakorn, falava numa conferência de imprensa realizada no hospital para onde foram transportados os menores salvos até ao momento.

Segundo o governador, as equipas de resgate precisam agora de pelo menos 10 horas para preparar a próxima etapa da operação.  “A operação está a ser mais bem-sucedida do que eu esperava. Todas as pessoas estão felizes”, declarou o governador, citado pelos ‘media’ internacionais.

50 mergulhadores estrangeiros e 40 tailandeses estão neste momento envolvidos na operação de resgate. Cada criança está a ser escoltada por dois mergulhadores. No interior da gruta, na localização original, ainda permanecem oito menores e o treinador de futebol das crianças.

Segundo a agência EFE, no entanto, dois dos menores que ainda permanecem na caverna já foram retirados da zona inundada.

A operação de retirada dos 12 jovens, com idades entre os 11 e os 16 anos, e do seu treinador de futebol, de 25 anos, presos numa gruta inundada no norte da Tailândia há 15 dias, começou hoje. Os rapazes e o seu treinador foram explorar a gruta depois de um jogo de futebol no passado dia 23 de junho.

As inundações resultantes das monções bloquearam-lhes a saída e impediram que as equipas de resgate os encontrassem durante nove dias, já que a única maneira de chegar até ao local era mergulhando através de túneis escuros e estreitos, cheios de água turva e correntes fortes.

A retirada dos rapazes acabou por evoluir de uma forma mais rápida do que era esperado e as primeiras saídas surgiram cerca de duas horas mais cedo.

Osottanakorn afirmou este sábado que os próximos três a quatro dias eram “o momento mais favorável para a operação de resgate em termos do nível da água, das condições meteorológicas e do estado de saúde dos rapazes”.

No entanto, é necessário ter em conta vários factores que influenciam a possibilidade de uma operação bem sucedida, como o estado do tempo, as chuvas e o consequente nível das águas, mas também o estado em que se encontram os jovens e o treinador.

O nível da água pode subir para a área onde as crianças têm permanecido e tornar a área inferior a 10 metros quadrados”, afirmou o governador.

A viagem de ida e volta até o local onde o grupo de garotos está é exaustiva até mesmo para mergulhadores experientes – dura cerca de 11 horas no total, seis para a ida e cinco para a volta. Há 4 pontos no caminho em que é possível parar para descansar e receber atendimento médico.

O pior trecho do percurso localiza-se sensivelmente a meio, na viagem de regresso, onde os mergulhadores e as crianças têm que passar por um local, que os responsáveis pela operação designam de “bifurcação em T“, que é tão estreito que não permite levar os tanques de oxigénio às costas.

Nesse momento, os mergulhadores vão tirar os tanques das costas, colocá-los no chão e fazê-los rolar lentamente, enquanto guiam as crianças através do canal.

BBC

A viagem de ida e volta até ao local onde se encontram as crianças leva 11 horas: 6 horas na ida, 5 horas para o regresso.

Segundo as autoridades, o resgate de todo o grupo pode durar dois a três dia. Os mergulhadores e as crianças terão que andar em solo rochoso, caminhar na água, escalar paredes íngremes e mergulhar – tudo na mais completa escuridão – com o auxílio de cordas que já foram colocadas em todo o percurso para ajudar no percurso.

Segundo o governo tailandês, que divulgou nesta manhã o plano do resgate, as crianças serão divididas em 4 grupos e transportados um a um. O treinador estará no último grupo.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Aposta no Parlamento. 10% dos deputados são candidatos às autárquicas

De acordo com as contas do semanário Expresso, 23 deputados da Assembleia da República, ou seja, 10% dos 230 que compõem o hemiciclo, são candidatos às eleições autárquicas do outono. Na quinta-feira, foi aprovado na generalidade …

Relógio japonês parado pelo terramoto de 2011 volta a funcionar novamente (graças a outro sismo)

Um relógio japonês com 100 anos de idade que deixou de funcionar depois do devastador terramoto de 2011 voltou a trabalhar após um novo sismo este ano. De acordo com o jornal Maunichi Shumbun, o relógio, …

Ventura tem "receio" que partido seja ilegalizado

Este domingo, o Chega vai organizar uma manifestação contra a ilegalização do partido. André Ventura admitiu ter um "receio muito significativo". O Observador avança que a manifestação tem início no Príncipe Real, passa pelo Tribunal Constitucional …

Três mortos e 441 novos casos em Portugal

Este domingo, Portugal regista mais três mortes e 441 novos casos de infeção, de acordo com o boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com o último boletim da Direção-Geral da Saúde, o país …

Grande Crise do Ketchup. A pandemia atacou um mercado improvável (e já há um mercado negro para o molho)

Os problemas da cadeia de suprimentos estão a chegar a um canto distante do universo empresarial: os pacotes de ketchup. O ketchup é o molho de mesa mais consumido nos restaurantes dos Estados Unidos, com cerca …

Autoridades brasileiras ilibam João Loureiro

João Loureiro já não é suspeito no processo que envolve a apreensão de um avião com 500 quilos de cocaína, segundo as autoridades brasileiras. As autoridades brasileiras descartaram, este sábado, qualquer ligação do advogado português João …

No Canadá, há dois rios que se encontram (mas não se misturam)

Em Nunavut, no Canadá, há dois rios que se encontram, mas não perdem a sua aparência individual enquanto se movem sinuosamente pela tundra. O Back River flui para o norte em direção ao Oceano Ártico. Ao …

Russos acusados de explosão na República Checa são suspeitos de envenenar Skripal

Os dois suspeitos russos, envolvidos na explosão que matou duas pessoas em 2014 na República Checa, têm os mesmos passaportes que os dois homens acusados de envenenar, com o agente nervoso novichok, o espião Sergei …

Numa cidade na Nova Zelândia, a Páscoa resume-se a exterminar coelhos

Em Alexandra, na região de Otago, os coelhos são considerados pragas, uma espécie que ameaça a biodiversidade do país e a agricultura. Elle Hunt, correspondente do The Guardian em Auckland, na Nova Zelândia, escreveu um artigo …

Reavaliação de barragens da EDP ficou por fazer, depois de Governo ter recuado na decisão

No início do ano passado, o ministério do Ambiente considerou ser necessário reavaliar as barragens da EDP, mas a Agência Portuguesa do Ambiente (APA) e a Parpública disseram não ter competências para fazer a avaliação …