Quase nenhum dos presos libertados devido à covid-19 voltou a cometer crimes

Apenas 24 dos 1.314 indivíduos libertados das cadeias (1,8%) devido à pandemia de covid-19 voltou a cometer crimes e regressou ao sistema prisional.

Devido à pandemia de covid-19, mais de dois mil presos foram libertados através de perdões e licenças. Na altura, a decisão foi muito contestada, temendo-se que muitos deles voltassem a reincidir na prática de crimes.

Agora, o Jornal de Notícias escreve que apenas 24 dos 1.314 indivíduos libertados das cadeias (1,8%) voltou a cometer crimes e regressou ao sistema prisional.

Ao todo, incluindo as 703 licenças extraordinárias e os 14 indultos presidenciais, a nova lei franqueou as portas das cadeias a um total de 2.031 reclusos. Deste universo, 4% foram forçados a regressar à prisão devido ao cometimento de novos crimes ou incumprimento de obrigações, como por exemplo de confinamento domiciliário.

“A Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais [DGRSP] tem como particularmente positiva a aplicação da lei 9/2020“, avalia o organismo dirigido pelo magistrado do Ministério Público Rómulo Mateus.

Os retornos dos 24 ex-reclusos à prisão “tiveram na sua génese, essencialmente, crimes patrimoniais (furto e roubos) e crimes rodoviários”, a mesma tipologia de crimes pelos quais estavam a cumprir pena quando foram libertados.

“Os números desmentem aqueles cenários apocalípticos que foram desenvolvidos por algumas forças: de que era pôr cá fora bandidos que iam causar um pandemónio social”, disse o dirigente comunista Rui Fernandes ao JN.

O regime excecional de libertação de presos, no âmbito da pandemia de covid-19, permite a concessão de um perdão parcial de penas até dois anos, define um regime especial de indulto, autoriza saídas administrativas extraordinárias e a antecipação excecional da liberdade condicional.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. muitas vezes, somos criminosos sem querer, muitas vezes porque a propria vida nos encaminha de modo persistente para isso. a sociedade tem por dever proteger-se, julgando, condenando, mas não deve perder de vista o arrependimento e assim sendo, procurar inserir na sociedade esses prevericadores. nesta perspetiva, para mim, essa forma deve ser regularmente aplicada a quem quer quer seja, pois todos nos temos a possibilidade de nos regenerarmos e nos tornarmos uteis novamente a sociedade, nao precisando de estar presos, onde em nada somos uteis. bem haja a medida tomada….como digo..deve ser praticada mais vezes e com regularidade

RESPONDER

Cientistas medem temperatura a 4 mil borboletas (e revelam a influência do clima no seu habitat)

Um grupo de cientistas do Reino Unido recolheu 4 mil borboletas selvagens para medir a sua temperaturas, alertando que algumas das espécies mais reconhecidas do país estão em ameaça de colapso, e em risco de …

Teia da morte. Cientistas desenvolvem nova forma de matar células cancerígenas

Um novo estudo sugere que, através de uma interrupção direcionada e localizada da estrutura das células cancerígenas, o seu mecanismo de autodestruição pode ser ativado. As células cancerígenas multiplicam-se de forma incontrolável, levando a um crescimento …

Boavista 2-0 Porto | “Manita” em 45 minutos demolidores

Goleada do “dragão” no Bessa. No dérbi portuense entre Boavista e FC Porto, os campeões nacionais sentiram dificuldades na primeira parte, não conseguiram sequer enquadrar qualquer um dos seus remates, mas na segunda parte tudo …

Magawa, o rato que deteta minas, ganhou uma medalha de ouro

Magawa, um rato gigante africano, foi treinado para descobrir minas terrestres e tem estado ao serviço no Camboja. O animal foi agora proclamado herói e premiado por salvar vidas naquele país. A instituição de caridade britânica …

Cientistas descobrem nova espécie de crustáceo no lugar mais quente da Terra

Uma equipa de cientistas descobriu uma nova espécie de crustáceo de água doce durante uma expedição ao deserto de Lute, no Irão, também conhecido como o lugar mais quente do planeta. Hossein Rajaei, do Museu Estadual …

Furacão Sally fragmentou parte de uma ilha da Florida em três

A passagem do furacão Sally fragmentou parte de uma ilha na costa da Florida, no Estados Unidos, criando assim três pequenas porções de terra. Na prática, tal como explica o portal USA Today, o furação abriu …

Benfica 2-0 Moreirense | “Águia” vence e convence cónegos

Após ter perdido e empatado nas duas últimas recepções ao Moreirense, o Benfica voltou a vencer o emblema de Moreira de Cónegos na Luz. Este sábado, em duelo relativo à segunda jornada do campeonato, as “águias” …

"Surpreendente e fascinante". Descoberta pela primeira vez uma aurora sobre um cometa

A nave Rosetta da Agência Espacial Europeia (ESA) detetou uma aurora boreal sobre o cometa 67P / Churyumov-Gerasimenko (67P / C-G). Em comunicado, os cientistas envolvidos na deteção frisam que esta é a primeira vez quem …

Austrália não quer que turistas caminhem na famosa rocha sagrada Uluru (nem no Google Maps)

A Austrália pediu ao Google que remova do seu serviço Maps fotografias tiradas do topo de Uluru, o monólito aborígine sagrado que os visitantes estão proibidos de escalar desde o ano passado. De acordo com a …

NASA vai procurar aquíferos nos desertos com tecnologia já usada em Marte

Uma parceria entre a NASA e a Fundação Qatar tem como objetivo procurar as cada vez mais escassas águas que estão enterradas nos desertos do Saara e da Península Arábica. Este processo deverá ser desenvolvido …