“Purga estalinista” em curso na equipa de Trump

Gage Skidmore / Flickr

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump

O presidente eleito dos EUA, Donald Trump, está a formar a equipa que irá ajudá-lo a governar o país a partir de 20 de janeiro de 2017, mas a situação transformou-se num processo caótico.

A equipa do novo presidente norte-americano perdeu mais dois membros – Mike Rogers e Matthew Freedman, da equipa de segurança nacional, que se demitiram esta terça-feira.

O afastamento dos dois responsáveis acontece depois de Chris Christie, que iria chefiar a equipa de transição para a Casa Branca, ter sido substituído pelo vice-presidente eleito Mike Pence.

Chris Christie está envolvido numa série de escândalos de corrupção, um deles relacionado com o encerramento da ponte George Washington, num caso conhecido como Bridgegate.

O plano teria o objetivo de causar um engarrafamento e responsabilizar o autarca democrata de Fort Lee, que não apoiou Christie quando este se recandidatou a governador.

Christie não foi declarado culpado, mas a polémica em torno do assunto motivou o seu despedimento. Poucos dias depois, o ex-congressista Mike Rogers anunciou a saída da mesma equipa sem qualquer explicação.

De acordo com a imprensa internacional, toda esta “desordem” observada na equipa de Trump foi fruto de “uma purga estalinista orquestrada por Jared Kushner“, marido de Ivanka Trump.

O pai de Jared Kushner foi julgado e condenado por evasão fiscal, contribuições ilegais de campanhas e manipulação de testemunhas em 2004, altura em que Christie era procurador-geral de Nova Jérsia.

Alguns membros da Casa Branca adiantaram ao New York Times que Rogers foi obrigado a sair, através de uma estratégia organizada pelo genro de Trump, que está “a afastar sistematicamente pessoas com ligações a Chris Christie”.

Matthew Freedman, um outro membro da equipa de segurança nacional da nova equipa de Trump, também foi foi alvo dessa “purga”.

“Às vezes, na política, há pessoas que estão dentro e pessoas que estão fora, e as pessoas convidadas a afastar-se têm algum relacionamento com Chris Christie”, afirmou Rogers à CNN.

No entanto, Donald Trump desmentiu as notícias em causa e assegura que é o “único” a decidir quem serão os membros da sua equipa.

“Há um processo muito organizado a acontecer enquanto decido quem vai ocupar os gabinetes e muitos outros postos. Sou o único que sabe quem são os finalistas!”, refere o presidente eleito.

BZR, ZAP

PARTILHAR

10 COMENTÁRIOS

  1. Que bom que o sr jornalista mostra conhecimento das coisas.
    Assim sendo aguardo ansiosamente outras notícias relacionadas com os escândalos em que está envolvida a Hilary e seu marido Kill Bill. sim porque é por estas e outras que as pessoas não sendo estúpidas votaram no Trump. Os media sempre a desvalorizarem o Trump. Quando é que voçês aprendem e são verdadeiros jornalistas e deixam de ser papagaios da CNN (Clinton News Network)??

    • Há de facto várias razões para as pessoas terem votado no trump, nomeadamente:
      1 – Serem estúpidas 2 – Serem republicanos fanáticos 3 – Serem anti democratas 4 – Quererem ver o mundo a arder 5 – Por engano 6 – Serem anti hilary 7 – Por interesse 8 – Serem familiares ou amigos 9 – Reverem-se na personalidade racista, xenófoba e de celebridade do trump 10 – Serem estúpidas

      Não tenho dúvidas que muita gente votou achando que estavam a fazer a melhor escolha para o país e que, entre trump e hilary, achavam que trump faria com que os EUA nos próximos 4 anos prosperassem mais. Estas pessoas pertencem ao ponto 1 e 10.

      PS: Agora mais a sério, mas só um bocadinho. Que bom que era pensar que o eleitorado é inteligente, culto e informado. Infelizmente vivemos em sociedades de facebook, big brother e american idol, em que é mais fácil eleger uma celebridade incompetente do que um político experiente e pouco apelativo.

    • Caro António,
      A coisa saiu-lhe mal… Por acaso a maioria dos americanos até votaram na Clinton… neste momento 47.9% para a Clinton contra 47.2% do Trump… e a diferença a aumentar…
      O que mais uma vez demonstra que o sistema eleitoral americano através de um colégio eleitoral eleito daquela maneira (tirando possivelmente os casos dos estados Maine e Nebraska) é estúpido… mas pelo menos a maioria do povo americano ainda não o é…
      São daquelas coisas… não fossem as eleições daquela parte do mundo importantes para o Mundo todo e eu até nem estaria muito aí… o problema é que é o contrário…

  2. Purga Estalinista? Quantos desaparecimentos (físicos) aconteceram? Pelos visto nenhum…
    Isto é como anunciar que uma vitória num jogo de vídeo é o mesmo que ganhar um rally com carros sério. Poupem-nos a histeria, vão mzé ao cabeleireiro, que isso sim é motivo de preocupação.

    • Olhe que mesmo assim ainda dava para escolher… ela tinha muitos defeitos… mas…
      E a maioria dos americanos até escolheram… o sistema eleitoral deles (colégio eleitoral) é que permite estas estupidezes… só por curiosidade, que quando beneficiou um candidato, beneficiou o candidato republicano…

  3. Tanta especulação e empolamento sobre este futuro presidente, também não sou apreciador dalgumas das suas opiniões o certo é que os americanos puseram-no lá como presidente e certamente não seria por estarem satisfeitos com a governação do Obama e cá pela Europa vão aguardando pela resposta pois os sinais apontam para novos Trumps e de quem será a culpa, dos eleitores ou dos governantes?

  4. Lá está o Paulo SR a deitar faladura sem saber o que está a dizer. E então por cá a maioria dos portugueses votaram num partido e foram os outros, os inteligentes, os que vão colocar este pais na boca do mundo pelas melhores,perdão, piores razões do mundo a ganhar e esses portugueses serão todos estpidos? Deixer de azedar de uma vez por todas, o sistema eleitoral é como é, bom ou mau, mas para eles é o que têm e que todos sabem com o que devem contar. Como alguem dizia, seria bom que também a imprensa americana, a portuguesa e outras fizessem eco das albarices do casal Clinton, das infedilidades de ambos e já agora que o Sr.Obama vai deixar o poleiro sem nada de relevante que se visse, também vasculhassem aquelee segredinhos até agora bem escondidos. Lembrem-se caros concidadãos que todos têm rabos de palha e não é justo que se veja apenas um lado. Perdão, esqueci-me que o Sr.Obama já fechou a base de Guantanamo e por isso recebeu o prémio NObel da Paz. E também foi o Presidente que mais deportações fez e por acaso lembram-se daqueles Açorianos com decadas de estarem nos EU e até alguns nascerem lá , terem seido deportados ?

    • Cramal…
      Se calhar sei mais do que falo do que pensas…
      Apesar de um “português” difícil de interpretar que tens… vamos lá…
      No nosso sistema eleitoral… parlamentar… nós elegemos um parlamento, em que os lugares distribuídos pelas diferentes forças políticas correspondem aos votos expressos em urna eleitoral… ou seja de acordo com a vontade popular… e da conjugação de forças nesse mesmo parlamento resulta um governo… consequência… o governo é resultado da maioria (50%+1) da vontade popular…
      Nos EUA (e já ouvi muitos americanos a porem isto em causa) o sistema que teve lógica num passado em que as comunicações eram um problema, entre outras coisas… já demonstrou que está definitivamente obsoleto… para os dias de hoje e para as tecnologias de hoje… E sabemos que é possível fazer diferente, até por exemplos que nos vêm dos próprios EUA… veja-se a eleição para o colégio eleitoral nos estados do Maine e Nebraska, que embora não perfeitos são no mínimo diferentes… Aliás no estado do Maine, de maioria democrata, os republicanos elegeram um grande eleitor…
      Agora… algo vai mal quando já por diversas vezes se deu este desfasamento entre voto popular e colégio eleitoral… mais… quando este desfasamento beneficiou sempre o candidato republicano… Claro que estes vão sempre tentar impedir uma melhoria ou alteração do sistema eleitoral…
      Já agora uma outra curiosidade… repare-se na votação nos estados de maioria republicana (especialmente nos estados mais populosos), e verifiquem qual é a votação nos grandes centros urbanos, onde por sinal reside a maioria da população instruída… é um estudo interessante de se fazer…
      Obama não fez nada!!!… bem… estamos a brincar… taxa de desemprego baixa… um crescimento anual de invejar… com falhas mas criou um plano de saúde (que foi altamente minado por ter duas câmaras maioritariamente republicanas), mas pelo menos trouxe o problema para a discussão publica, de tal modo que se o outro quiser acabar com ele, no mínimo, vai ter que o substituir… etc., etc., etc.… que isto já vai longo… e muita coisa que não conseguiu fazer (Guantanamo inclusive) deveu-se à maioria de bloqueio nas duas câmaras… simples… É verdade… pensei que segundo Trump a administração Obama não fazia deportações… que só ele é que as iria fazer… “estou admirado”…

RESPONDER

Barack Obama vai publicar um livro de memórias (mas só depois da eleições de novembro)

O livro de memórias do antigo Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, só vai ser publicado depois das eleições presidenciais de novembro. Uma enxurrada de livros políticos chegou às prateleiras nas últimas semanas, no final da …

Confrontos em Londres entre polícia e opositores das restrições devido à pandemia

A polícia de Londres, Inglaterra, entrou hoje em confronto com manifestantes que protestavam contra as restrições que visam conter a disseminação do novo coronavírus. De acordo com a agência Associated Press (AP), os confrontos ocorreram quando …

Milhares infetados por bactéria após fuga em fábrica farmacêutica chinesa

Milhares de pessoas no noroeste da China contraíram uma doença bacteriana depois de uma fuga que causou um surto numa biofarmacêutica no ano passado. De acordo com a CNN, que cita relatos dos media locais, mais …

Guardas da Revolução do Irão prometem vingar morte do general Soleimani

O chefe dos Guardas da Revolução, o exército ideológico do Irão, garantiu hoje que a morte do general Qassem Soleimani, alvo de um raide aéreo dos Estados Unidos, será vingada em “todos os seus implicados”. “Senhor …

"O mundo está no momento mais perigoso da história humana", diz Noam Chomsky

O professor norte-americano Noam Chomsky, conhecido como o pai da linguística moderna, advertiu que o mundo está no momento mais perigoso da história da humanidade devido à crise climática, à ameaça de guerra nuclear e …

Portugal com 849 novas infecções por covid-19. Há 20.722 casos activos

Portugal registou 849 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, mantendo-se a tendência de subida verificada nos dias anteriores. Mas o número de pacientes recuperados também não era tão alto desde Julho. O boletim da …

A Grândola Vila Morena abafou "a maior marcha alguma vez vista" do Chega

Com a Praça do Giraldo, em Évora, dividida por barreiras anti-motim, os participantes da concentração "Pela Liberdade" receberam os apoiantes do Chega de André Ventura ao som de "Grândola Vila Morena" e empunhando cravos vermelhos …

Pandemia assola Irão. EUA com mais 888 mortos. 19 países europeus bateram recorde de casos

Naquele que é o número mais elevado de casos diários desde abril, a Alemanha registou 2.297 novos contágios, 19 países europeus já ultrapassaram o recorde de casos do pico da pandemia. O Irão ultrapassou as …

Rangel "é um turista do carago". SMS atestam que Vieira usou Benfica em "benefício pessoal"

Luís Filipe Vieira é um dos acusados da Operação Lex, com o Ministério Público (MP) a alegar que o presidente do Benfica utilizou o clube em "benefício pessoal" para obter uma cunha do juiz Rui Rangel. O …

Farmácias em risco de não ter vacinas da gripe para tantos pedidos

As farmácias privadas receiam não ter doses suficientes de vacina contra a gripe para dar resposta a todos os pedidos. As encomendas da vacina já sãocinco vezes mais do que as registadas em 2019. A preocupação …