Puigdemont não vai convocar eleições antecipadas na Catalunha

Quique Garcia / EPA

Carles Puigdemont

O presidente do Governo catalão anunciou, esta quinta-feira, que admitiu convocar eleições antecipadas, mas esclareceu que não o fará por falta de garantias.

Numa conferência de imprensa que esteve agendada para as 12h30 (hora de Lisboa) e que depois foi adiada para as 13h30, mas que só acabou por realizar-se às 16h00, o líder da Generalitat referiu que ficou sem condições para convocar eleições antecipadas.

“A atitude do Governo espanhol, que propôs a intervenção na autonomia, não justifica a convocação de eleições regionais”, disse Carles Puigdemont, uma hora antes da realização de uma sessão no Parlamento catalão para analisar a situação política.

O líder catalão explicou que admitiu convocar eleições antecipadas, numa tentativa de esgotar todas as vias para encontrar uma solução dialogada e pactuada, desde que houvesse garantias de que o processo seria organizado com normalidade.

“No entanto, não há nenhuma dessas garantias para justificar hoje a convocação de eleições parlamentares”, disse, numa referência à manutenção do plano do Governo central de aplicar o artigo 155 da Constituição para assumir o comando da região.

É uma aplicação fora da lei, abusiva e injusta, que procura erradicar não só o ‘soberanismo’, mas toda a tradição do ‘catalanismo’ que nos trouxe até aqui. Não aceito essas medidas”, afirmou ainda Puigdemont.

A decisão cabe agora ao Parlamento regional da Catalunha. “Corresponde ao Parlamento proceder para que a maioria parlamentar decida, face às consequências da aplicação do artigo 155.º contra a Catalunha”.

ZAP // EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Polícia italiana apreendeu 14 toneladas de anfetaminas. Droga foi produzida pelo Estado Islâmico

As autoridades italianas apreenderam na quarta-feira 14 toneladas de anfetaminas produzidas na Síria por membros do Estado Islâmico, cujos lucros serviriam para reativar as suas operações. "É um facto que o Daesh [Estado Islâmico] utiliza a …

Câmara de Lisboa defende fim do financiamento público às touradas

A Câmara de Lisboa defendeu hoje a criação de legislação que impeça o financiamento público de espetáculos que "causem sofrimento animal", salientando que as touradas incluem "atos de violência". Numa moção “pelo fim de espetáculos com …

Acordo entre Neeleman e Governo já só depende da confirmação da Azul

O acordo entre David Neeleman e o Governo está prestes a concretizar-se, escreve o Expresso. Aparentemente já só falta a confirmação da Azul para garantir o acordo. Depois de a nacionalização da companhia ter sido dada …

Medina recua e diz que "há convergência total" com Governo no combate à pandemia

O presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse hoje que “há convergência total” com o Governo no combate à pandemia de covid-19, recusando que as críticas que fez à atuação das autoridades de saúde …

Parlamento vai debater o teletrabalho por iniciativa do PAN

O PAN considera que "o teletrabalho é uma ferramenta que pode ajudar a conciliar a vida profissional e a vida familiar", ainda que apresente fragilidades como a "invasão da vida pessoal". O PAN agendou para sexta-feira …

PSP também queria prémio semelhante ao dos profissionais de saúde

O Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP) manifestou-se esta quinta-feira “desiludido” com “a falta de respeito” que o Governo demonstra em relação à PSP e a outras forças de segurança que estão na “linha da …

Líderes catalães vão poder sair da prisão aos fins de semana

Uma decisão dos estabelecimentos prisionais faz com que os líderes independentistas catalães possam sair da prisão aos fins de semana, passando para um dos regimes de detenção menos restritivos. Em outubro do ano passado, nove líderes …

Mais oito mortos e 328 infetados. Câmara de Lisboa tem 33 casos "ativos"

Há mais oito mortos e 328 casos positivos em Portugal nas últimas 24 horas. A Câmara de Lisboa regista atualmente 33 casos de infeção por covid-19 “ativos”. Portugal regista, esta quinta-feira, mais oito mortos e 328 …

Limitação dos apoios a sócios-gerentes não é "justa", diz Confederação das empresas

A Confederação das Micro, Pequenas e Médias Empresas não entende a razão para limitar a ajuda a sócios-gerentes ao valor de 1.905 euros, proposta que não consideram justa. Em entrevista à Rádio Observador na quinta-feira, o …

Devolução de manuais. Diretores acusam políticos de "brincar às escolinhas"

Os diretores escolares criticaram hoje o 'timing' da proposta de suspensão de devolução de manuais escolares, acusando os políticos de andar a “brincar às escolinhas” sem perceberem o trabalho que implica reutilizar milhões de livros. O …