PSP investiga agressões brutais de seguranças à porta de discoteca em Lisboa

Nas redes sociais corre um vídeo que mostra um jovem a ser agredido com murros e pontapés pelos seguranças da discoteca Urban Beach, em Lisboa. A administração já lamentou o sucedido e disse ter tomado medidas para afastar a equipa de segurança.

As autoridades já estão a investigar os episódios de violência à porta da discoteca Urban Beach, em Lisboa, que ocorreram na madrugada de quarta-feira.

Nas imagens, um grupo de três seguranças aparece a agredir brutalmente clientes do espaço.

As equipas de investigação criminal da PSP já estão a tentar identificar agressores e as vítimas que surgem nos vídeos. Segundo o Expresso, a PSP já confirmou que foi apresentada uma queixa por agressão, por parte de um cliente da discoteca.

O autor da queixa não será a vítima que aparece nas imagens, mas queixa-se também de ter sido agredido e insultado no interior do estabelecimento, embora com menos gravidade.

Paulo Dâmaso, presidente do Conselho de Administração do Urban Beach, considerou a situação “lamentável e repugnante”, de acordo com o Público.

Segundo o próprio, a equipa do Urban Beach não se revê na atitude dos seguranças, que são contratados através de uma empresa de segurança e vigilância, adiantando ainda que tudo aconteceu depois de o estabelecimento já estar encerrado e que já tomou medidas jurídicas para os “afastar de imediato”.

Não é importante o que antecedeu as agressões, nada justifica, o que é importante é ressalvar que é uma atitude que lamentamos profundamente”, acrescenta Paulo Dâmaso, apresentando as suas desculpas ao jovem e a todos os que assistiram à situação, ainda que o “ultrapasse por completo”.

Caso reincidente

Em 2014, a denúncia partiu do atleta português e antigo campeão olímpico no triplo salto Nelson Évora que, através das redes sociais, contou que foi barrado à entrada da discoteca por existirem “demasiados pretos no grupo”.

A denúncia de racismo foi feita na noite de segunda-feira, pelas 22h, no Facebook, tendo Nelson Évora escrito que na noite de 19 de abril foi-lhe negada a entrada na discoteca lisboeta Urban Beach por haver “demasiados pretos no grupo”.

A ida à discoteca fazia parte de uma surpresa organizada por amigos do atleta, que tinham mesas pré-reservadas na discoteca.

“Éramos um grupo de 16 pessoas com mesas pré-reservadas e não é que somos surpreendidos pelos responsáveis daquele espaço público. Porquê? Demasiados pretos no grupo“, lê-se no texto escrito pelo atleta.

Nelson Évora considera o caso narrado como racismo e acrescenta que no grupo de atletas estavam Francis Obikwelu, Naide Gomes, Carla Tavares, Susana Costa e Rasul Dabó.

A publicação foi acompanhada de uma foto a segurar uma banana, uma referência ao caso do jogador do Barcelona Daniel Alves, que deu a volta a uma situação de racismo no futebol comendo a banana que lhe tinha sido atirada das bancadas.

Este contexto pode justificar o facto de Nelson Évora denunciar a situação apenas agora, mais de uma semana depois do sucedido, mas o atleta não prestou quaisquer declarações depois da publicação.

NelsonEvora1984 / Facebook

“Em pleno século XXI atitudes destas achava que já não existiam”, lamentou o atleta Nelson Évora ao denunciar um caso de racismo na sua página do Facebook.

Também em agosto, um um grupo de jovens denunciou ter sido agredido por seguranças do espaço noturno, acusando-os de terem tido uma atitude “racista”.

Muitos outros casos não chegaram à imprensa mas são relatados na Internet, onde as denúncias de violência e de racismo somam-se nas redes sociais e em plataformas como o TripAdvisor ou o Google Maps.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Os seguranças tomam muitos esteróides, isso faz-lhes inchar os músculos e encolher a pila. Depois aparecem lá os pretos com as suas mangueiras, é claro que isso fere o ego dos seguranças. Está tudo bem, isto faz parte da seleção natural.

Responder a ze Cancelar resposta

A estrela morta que emitiu ondas de rádio no interior da Via Láctea voltou a fazê-lo

O magnetar SGR 1935+2154, que em abril emitiu a primeira explosão de rádio conhecida de dentro da Via Láctea, explodiu mais uma vez. A pequena estrela morta responsável pela primeira deteção de explosões rápidas de rádio …

"Asteróide do caos". Novos dados confirmam que Apophis pode impactar com a Terra em 2068

Um astrónomo do Instituto de Astronomia da Universidade do Havai revelou novas descobertas críticas relacionadas com um grande asteróide que deverá passar muito perto da Terra. Dave Tholen e os seus colaboradores anunciaram a deteção da …

Luís Filipe Vieira reeleito com 62,59% dos votos

Luís Filipe Vieira foi reeleito para um sexto mandato como presidente do SL Benfica, com 62,59% dos votos dos sócios. Vieira está à frente do emblema da Luz desde 2003. Nem a pandemia travou os sócios …

Sporting 3-1 Gil Vicente | “Pote” de ouro na recta final

Sofrimento e alívio. O Sporting esteve a perder em casa por 1-0 com o Gil Vicente até aos 82 minutos, mas deu a volta ao marcador num curto espaço de tempo, acabando por fixar o …

Descoberto na Austrália recife de coral mais alto do que o Empire State Building

Um novo recife "maciço" de 500 metros foi descoberto na Grande Barreira de Corais da Austrália, tornando-o mais alto do que alguns dos arranha-céus mais altos do mundo. Os cientistas encontraram o recife separado - o …

Encontrados restos de ossos e madeira em pregos que terão sido usados na crucificação de Jesus

Um geólogo israelita analisou pregos supostamente associados à crucificação de Jesus Cristo e descobriu que os objetos contêm traços de osso e madeira. Em 1990, durante a escavação em Jerusalém do túmulo de Caifás, o sumo …

Oreo construiu um "Cofre do Apocalipse" para proteger as suas famosas bolachas

Depois do Svalbard Global Seed Vault, que guarda mais de um milhão de amostras de sementes num bunker, e o Arctic World Archive, que preserva os dados do mundo de hoje, a Oreo criou um "Cofre do …

"O Palmeiras sabe quem é o Abel?" - as dúvidas no Brasil, parte II

Abel Ferreira deverá ser confirmado como novo treinador do Palmeiras nesta sexta-feira. No Brasil voltam a surgir questões sobre as contratações de técnicos estrangeiros. Lembra-se de Marco de Vargas, o jornalista da FOX Brasil que não …

Guru de seita de escravas sexuais condenado a 120 anos de prisão

O guru de uma seita de escravas sexuais, conhecida como NXIVM, foi condenado a 120 anos de prisão. Foi considerado culpado de obrigar mulheres a fazer sexo com ele. Keith Raniere, guru da seita de escravas …

Jogadores do Atlético de Madrid "apanhados" a falar sobre João Félix

Saúl e Oblak elogiaram o jovem português, durante o intervalo da receção ao Salzburgo. Tom diferente teve uma conversa entre jogadores do Real Madrid. João Félix voltou às grandes noites nas competições europeias. Depois de já …