PSP investiga agressões brutais de seguranças à porta de discoteca em Lisboa

Nas redes sociais corre um vídeo que mostra um jovem a ser agredido com murros e pontapés pelos seguranças da discoteca Urban Beach, em Lisboa. A administração já lamentou o sucedido e disse ter tomado medidas para afastar a equipa de segurança.

As autoridades já estão a investigar os episódios de violência à porta da discoteca Urban Beach, em Lisboa, que ocorreram na madrugada de quarta-feira.

Nas imagens, um grupo de três seguranças aparece a agredir brutalmente clientes do espaço.

As equipas de investigação criminal da PSP já estão a tentar identificar agressores e as vítimas que surgem nos vídeos. Segundo o Expresso, a PSP já confirmou que foi apresentada uma queixa por agressão, por parte de um cliente da discoteca.

O autor da queixa não será a vítima que aparece nas imagens, mas queixa-se também de ter sido agredido e insultado no interior do estabelecimento, embora com menos gravidade.

Paulo Dâmaso, presidente do Conselho de Administração do Urban Beach, considerou a situação “lamentável e repugnante”, de acordo com o Público.

Segundo o próprio, a equipa do Urban Beach não se revê na atitude dos seguranças, que são contratados através de uma empresa de segurança e vigilância, adiantando ainda que tudo aconteceu depois de o estabelecimento já estar encerrado e que já tomou medidas jurídicas para os “afastar de imediato”.

Não é importante o que antecedeu as agressões, nada justifica, o que é importante é ressalvar que é uma atitude que lamentamos profundamente”, acrescenta Paulo Dâmaso, apresentando as suas desculpas ao jovem e a todos os que assistiram à situação, ainda que o “ultrapasse por completo”.

Caso reincidente

Em 2014, a denúncia partiu do atleta português e antigo campeão olímpico no triplo salto Nelson Évora que, através das redes sociais, contou que foi barrado à entrada da discoteca por existirem “demasiados pretos no grupo”.

A denúncia de racismo foi feita na noite de segunda-feira, pelas 22h, no Facebook, tendo Nelson Évora escrito que na noite de 19 de abril foi-lhe negada a entrada na discoteca lisboeta Urban Beach por haver “demasiados pretos no grupo”.

A ida à discoteca fazia parte de uma surpresa organizada por amigos do atleta, que tinham mesas pré-reservadas na discoteca.

“Éramos um grupo de 16 pessoas com mesas pré-reservadas e não é que somos surpreendidos pelos responsáveis daquele espaço público. Porquê? Demasiados pretos no grupo“, lê-se no texto escrito pelo atleta.

Nelson Évora considera o caso narrado como racismo e acrescenta que no grupo de atletas estavam Francis Obikwelu, Naide Gomes, Carla Tavares, Susana Costa e Rasul Dabó.

A publicação foi acompanhada de uma foto a segurar uma banana, uma referência ao caso do jogador do Barcelona Daniel Alves, que deu a volta a uma situação de racismo no futebol comendo a banana que lhe tinha sido atirada das bancadas.

Este contexto pode justificar o facto de Nelson Évora denunciar a situação apenas agora, mais de uma semana depois do sucedido, mas o atleta não prestou quaisquer declarações depois da publicação.

NelsonEvora1984 / Facebook

“Em pleno século XXI atitudes destas achava que já não existiam”, lamentou o atleta Nelson Évora ao denunciar um caso de racismo na sua página do Facebook.

Também em agosto, um um grupo de jovens denunciou ter sido agredido por seguranças do espaço noturno, acusando-os de terem tido uma atitude “racista”.

Muitos outros casos não chegaram à imprensa mas são relatados na Internet, onde as denúncias de violência e de racismo somam-se nas redes sociais e em plataformas como o TripAdvisor ou o Google Maps.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Os seguranças tomam muitos esteróides, isso faz-lhes inchar os músculos e encolher a pila. Depois aparecem lá os pretos com as suas mangueiras, é claro que isso fere o ego dos seguranças. Está tudo bem, isto faz parte da seleção natural.

RESPONDER

20 anos depois, aldeias no Peru ainda sofrem com derrame de mercúrio

Em junho de 2000, um camião derramou mercúrio, da mina de ouro Yanacocha, a maior da América Latina, em três aldeias do Peru. 20 anos depois, os moradores ainda sofrem as consequências deste acidente. Quando Francisca …

Caso BPP. Ex-banqueiro João Rendeiro acusado de nova burla

O Ministério Público (MP) acusou o ex-presidente e fundador do BPP, João Rendeiro, de mais um crime de burla qualificada no caso BPP, segundo avança o Correio da Manhã. A acusação relaciona-se, de acordo com o …

EUA "confiscam" na Tailândia 200 mil máscaras que iam para a Alemanha

A polícia de Berlim, na Alemanha, encomendou 200 mil máscaras cirúrgicas a uma empresa americana. Porém, foram "confiscadas" em Banguecoque, na Tailândia, e desviadas para os Estados Unidos. O ministro do Interior de Berlim considerou o …

Valência chega a acordo com Diogo Leite. Saída do FC Porto estará quase consumada

O Valência tem 20 milhões de euros para oferecer ao FC Porto em troca do defesa-central Diogo Leite, com quem já terá chegado a acordo. De acordo com o jornal desportivo A Bola, Diogo Leite já …

Jornais espanhóis fazem boicote às "conferências-farsas" do Governo

Os jornais espanhóis, como o Libertad Digital, o El Mundo, o ABC e o Vozpópuli, estão a boicotar as conferências de imprensa do governo de Espanha, acusando-o de filtrar as perguntas dos meios de comunicação. Tudo começou …

Número diário de óbitos desce em Espanha. Mais um campo de refugiados grego em quarentena

Em Espanha, o número diário de óbitos por infeção de covid-19 tem mantido uma tendência de subida. Já na Alemanha, há menos casos, mas mais mortes. Espanha continua a manter a tendência de descida do número …

Trump diz que o pior está para vir (mas admite aliviar restrições para ir à missa na Páscoa)

Este sábado, o Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, admitiu que o pior ainda está para vir e que ainda “vai haver muitas mortes". Depois, disse que está a pensar aliviar as restrições para permitir …

Covid-19. Mais 754 casos de infeção e 29 mortes em Portugal

De acordo com o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Deral da Saúde (DGS) este domingo, há 11.278 infetados por covid-19 em Portugal e 295 óbitos. O número de infetados por covid-19 subiu, este domingo, para um total …

Inspetores do SEF suspeitos de assassinar ucraniano foram identificados em carta anónima

Os três inspetores do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) suspeitos de assassinar um ucraniano no aeroporto de Lisboa foram identificados numa carta anónima enviada à Polícia Judiciária (PJ). De acordo com o semanário Expresso, a …

Avião fretado pelo Estado aterra em Lisboa com 20 toneladas de equipamento médico

Um avião fretado pelo Estado português chegou este sábado a Lisboa com equipamento médico proveniente de Pequim, incluindo 144 ventiladores e máscaras de proteção respiratória, destinados ao Sistema Nacional de Saúde (SNS), informou a embaixada …