PSD prepara reforma do sistema político e quer “conquistar” PS

PSD / Flickr

O presidente do PSD, Rui Rio

Até maio, o PSD vai lançar um processo de debate, interno e externo, para preparar uma série de reformas no sistema político, na Justiça e para a revisão constitucional.

O PSD vai preparar um pacote de reformas do sistema político, que abrange leis eleitorais para as legislativas, autárquicas, presidenciais e a lei dos partidos, e espera “conquistar” o PS para um acordo nalgumas matérias.

Apesar de deixar a aberto, para o processo de debate interno, e até externo, os temas e as propostas a incluir nessa reforma a propor por uma comissão até maio, o presidente social-democrata, Rui Rio, admitiu, à Lusa, que neste tipo de reformas, algumas de maioria reforçada, necessita do apoio do maior partido, o PS.

“Tenho a obrigação de tentar conquistar todos os partidos, desde logo o PS. Se todos participarem é importante, mas há algo incontornável: com o PS essas reformas passam, sem o PS não passam”, afirmou.

Mas se o acordo não for possível, na totalidade ou em parte, “cada um que assuma as suas responsabilidades”, acrescentou Rui Rio, dizendo que a sua “obrigação”, e a do partido, é fazer as propostas e “batalhar” que elas se concretizem.

Sabendo, disse ainda, que “sempre que se fala de reformas de fundo”, logo surgem, “dentro e fora do parlamento”, uma série de interesses e visões conservadoras para não se mudar nada”.

São muitas as áreas no “menu” a tratar pela comissão para a reforma do sistema político, criada na quinta-feira pela comissão política do PSD, todas vão ser discutidas, apesar de terem sido alvo de mudanças, como aconteceu com o regimento do parlamento.

As leis eleitorais para Assembleia da República, presidenciais e autárquicas são três delas, mas também está previsto que se fale da regionalização, independentemente de terem sido aprovadas as mudanças legais na escolha para os membros das comissões e coordenação e desenvolvimento regional.

Questões que podem estar em discussão poderão ser, por exemplo, o tempo do mandato do Presidente da República, o tipo de governo nas câmaras municipais, com executivos maioritários ou não, ou ainda reforçar medidas de transparência internas nos partidos.

ZAP ZAP // Lusa

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Não são necessárias regras políticas diferentes mas sim políticos diferentes. Estas propostas não mudam nada, a nao ser o tamanho dos bolsos deles.

  2. Não é o sistema político que precisa ser reformado, são os actuais políticos que precisam a ser reformados e darem o lugar agente competente que olhe ao país e não às suas clientelas políticas, o que o senhor pretende é atirar areia para os olhos dos portugueses, perguntar não ofende: e os senhor aceita que outros proponham ideias diferentes ou é a sua que prevalece e tem de ser apoiada?É que desde há muitos anos que o que sempre vi foi o PPD querer que os outros aceitem as suas propostas mas não aceita a dos outros,, ou seja o PPD é mais para o ditador do eu quero posso e mando.

RESPONDER

Sporting 2-2 Belenenses SAD | Líder salva virgindade nos descontos

A Belenenses SAD esteve a segundos de cumprir a promessa de Petit, que na antevisão da partida apontava para a primeira derrota do Sporting. Os “azuis” estiveram a vencer por 2-0, graças a uma eficácia …

Quatro anos depois, Danny recuperou a sua prancha. Estava a 2700 quilómetros

Um surfista australiano recuperou a sua prancha quatro anos depois de a ter perdido. Estava a 2700 quilómetros do sítio onde a tinha visto pela última vez. Danny Griffiths, um surfista habituado a ondas grandes, perdeu …

Os astronautas precisam de um frigorífico. Engenheiros trabalham num que funciona de "cabeça para baixo"

Para que os astronautas façam longas missões à Lua ou a Marte, precisam de um frigorífico, mas estes eletrodomésticos não são projetados para funcionar em gravidade zero. Os astronautas precisam de frigoríficos para as missões prolongadas …

A maior "cidade-fantasma" da China voltou a florescer (graças à educação)

Kangbashi, na Mongólia Interior, é considerada há muitos anos a maior "cidade-fantasma" da China. Agora, tem muito a agradecer a uma jogada inesperada, mas muito eficaz: o setor da Educação. Há alguns anos que Kangbashi, uma …

Carro da Tesla ajuda o FBI a capturar homem suspeito de atear fogo em igreja

As câmaras de um Tesla ajudaram as autoridades a prender um homem suspeito de atear fogo numa igreja na cidade de Springfield, no estado de Massachusetts. A congregação foi atacada mais de uma vez em …

Destemida e aventureira. Com apenas 18 anos, Simone Segouin ajudou a França a derrotar os nazis

Quando tinha apenas 18 anos, Simone Segouin juntou-se à Resistência Francesa para capturar as tropas nazis, sabotar os planos alemães e lutar contra o fascismo no seu país. Apesar de ter abandonado a escola bastante cedo, …

Orgulho e ciúmes. Corrida armamentista entre Coreias coloca ambiente de paz em risco

A relação entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul é conhecida por ser bastante conturbada, sendo que nos últimos anos já ocorreram alguns incidentes entre os países. Agora, as duas nações peninsulares …

"Estória mal contada": a saída de João Marques do Famalicão

Perto do final do campeonato feminino de futebol, o treinador das candidatas ao título abandona o emblema minhoto. Provavelmente porque vai liderar outra equipa minhota. Adeptos não gostaram. A Liga BPI, a primeira divisão nacional feminina …

Livre cede lugares à IL e ao Volt. Vasco Lourenço fala em "chicana política"

O Livre cedeu, esta quarta-feira, quatro lugares da sua comitiva no desfile que assinala o 25 de Abril à Iniciativa Liberal e ao Volt Portugal, depois da comissão promotora os ter informado de que não …

Pena de morte diminuiu. Execuções globais atingem o número mais baixo numa década

Globalmente, foram executadas 483 pessoas em 2020, o número mais baixo registado pela Amnistia Internacional (AI) numa década, marcando uma redução de 26% em relação a 2019 e 70% comparativamente a 2015. Segundo um artigo da …