PSD assegura que sem contrapartidas proposta de redução do IVA da eletricidade “não será votada”

Tiago Petinga / Lusa

O deputado do PSD Duarte Pacheco

O deputado do PSD Duarte Pacheco assegurou hoje que a proposta do partido para reduzir o IVA da eletricidade para consumo doméstico “não será votada” se não lhe estiver associada qualquer contrapartida de compensação da perda de receita.

Em conferência de imprensa, o deputado social-democrata manifestou ainda abertura para “ajustes” na proposta que o PSD apresentou, dentro dos limites do “rigor das contas públicas”, considerando que só um partido com maioria absoluta pode recusar negociar.

“Os portugueses não deram maioria absoluta a ninguém, qualquer partido, incluindo o PS e o Governo, se pretendem que as suas propostas sejam aprovadas tem de estar disponíveis para conversar, para ver se há compatibilidade ou não com o que os outros partidos propõem”, afirmou.

Em concreto, salientou que, não tendo também o PSD essa maioria absoluta, “se quer que as suas propostas sejam aprovadas tem de estar disponível para ajustes”.

“Dentro dos limites que estabelecemos: o rigor das contas públicas e a preservação do valor do saldo orçamental”, definiu.

Questionado se o PSD aceitará votar a redução da taxa do IVA da eletricidade sem as contrapartidas que também colocou na proposta, Duarte Pacheco respondeu: “Sem qualquer contrapartida a proposta do PSD não será votada”.

No entanto, nesse caso, alertou, “ficará também provado que o Governo andou a fazer teatro”.

“Não passa pela cabeça de ninguém que o Governo ande a negociar com Bruxelas uma modelação da descida do IVA, mas isso tenha impacto zero no Orçamento. Só se não o quer aplicar este ano, mas então que o assuma”, desafiou.

O PSD apresentou na segunda-feira uma proposta de alteração ao Orçamento do Estado para 2020 que reduz de 23% para 6% a taxa do IVA da eletricidade “exclusivamente para consumo doméstico”, a partir de 01 de julho, medida que os sociais-democratas estimam ter um custo de 175 milhões de euros este ano.

Para compensar a perda de receita, o PSD propõe cortes de 21,7 milhões de euros em gabinetes ministeriais, 98,6 milhões em consumos intermédios e admite que a medida possa implicar uma redução do saldo orçamental até 97,4 milhões de euros, “sem comprometer o objetivo de um saldo orçamental de 0,2% do PIB”.

Hoje, nas jornadas parlamentares do PS, que decorrem em Setúbal, a proposta foi alvo de fortes do ministro das Finanças, Mário Centeno, e do secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro.

Além de afirmar que a proposta do PSD teria um custo anual de 774 milhões de euros, Duarte Cordeiro sugeriu que Bloco de PCP podem chumbar as medidas de compensação pela redução do IVA da eletricidade propostas pelo PSD.

“Além de estar ferida de legalidade, já que aplica diferentes taxas a diferentes tipos de consumo (doméstico e não doméstico), tem como pressuposto que será compensada por cortes para os quais não acreditamos que exista maioria para a sua aprovação”, disse, aqui num aviso destinado ao Bloco de Esquerda e PCP.

Duarte Cordeiro desafiou depois o PSD a esclarecer os portugueses “sobre o que fará no caso das compensações que propõe” para a redução do IVA da eletricidade “não serem aprovadas”.

“De outra forma, essa proposta não tem o equilíbrio que aparenta e a sua aprovação representa (nas próprias palavras do PSD) uma irresponsabilidade”, considerou ainda o membro do Governo.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"Em Casa d’Amália": RTP comemora cententário da fadista

A Fundação Amália Rodrigues junta-se à RTP para assinalar o centenário da fadista. O programa Em Casa d’Amália tem estreia marcada para a próxima sexta-feira (10) e reúne várias figuras da música portuguesa da atualidade. O …

Desapareceram 21 milhões de números de telefone na China. Mas o mistério foi resolvido

O porta-voz de uma das três maiores operadoras chinesas confirmou o desaparecimento dos utilizadores, mas deu uma explicação para este mistério. Nos últimos dias, surgiram vários relatos de notícias que davam conta de que, entre janeiro …

Mercadona doa 20 mil quilos de chocolate aos profissionais de saúde e aos mais carenciados

A Mercadona anunciou, esta quarta-feira, a doação de 20 mil quilos de chocolate ao Banco Alimentar Contra a Fome do Porto. O objetivo é proporcionar uma Páscoa mais doce aos mais carenciados e aos que …

"Paciente 1" em Itália recupera (e dá as boas-vindas a Giulia, a sua filha recém-nascida)

Giulia, a filha recém-nascida do "paciente 1" de Itália, veio para trazer alguma esperança ao país, em plena pandemia de covid-19. Mattia, de 38 anos, foi internado no dia 20 de fevereiro no hospital de Codogno, …

Investigadores transformaram o coronavírus em música (e já o podemos ouvir)

Uma equipa de investigadores do Instituto de Tecnologia de Massachussets (MIT) conseguiu transformar em som a estrutura da proteína spike, que permite que o novo coronavírus adira às células para infetá-las. Até agora, já pudemos ver …

Autoeuropa quer recorrer ao lay-off (e retomar produção a 20 de abril)

A administração da Autoeuropa quer promover um regresso gradual ao trabalho a partir de 20 de abril, pretendendo recorrer ao lay-off simplificado para os trabalhadores que não regressem ao trabalho nessa data. “O regresso ao trabalho …

Ex-mulher de astronauta acusada de mentir sobre o "primeiro crime espacial"

A ex-mulher da astronauta da NASA Anne McClain, Summer Worden, foi acusada formalmente de mentir sobre o "crime espacial" que McClain terá cometido. Em agosto de 2019, o jornal norte-americano The New York Times noticiou que …

Em Singapura, os parques de estacionamento são agora quintas urbanas

A pandemia de covid-19 está a obrigar alguns países a adaptarem-se. É o caso de Singapura, que está a transformar os parques de estacionamento em quintas urbanas para aumentar a produção alimentar. Só 1% do território …

O empresário mais odiado do mundo quer sair da prisão (para desenvolver um medicamento para a covid-19)

Martin Shkreli, o empresário mais odiado do mundo, quer sair brevemente da prisão para ajudar a desenvolver um tratamento para a covid-19. Num artigo publicado no site da empresa de Shkreli, Prospero Pharmaceuticals, juntamente com outros …

Ceferin acusado de ganância. "Manter a Liga dos Campeões foi um ato criminoso irresponsável"

O primeiro-ministro da Eslovénia, Janz Jansa, teceu duras críticas à forma como a UEFA e o seu presidente, Aleksander Ceferin, lidaram com a fase inicial da pandemia de covid-19. "Manter a Liga dos Campeões foi um …