PSD promete fazer “perguntas embaraçosas” a Medina. Já o CDS quer mais: uma auditoria externa

Câmara Municipal de Lisboa / Facebook

Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa.

O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, vai ser ouvido no Parlamento sobre o caso da partilha de dados pessoais de ativistas russos. O PSD já garantiu que não lhe vai facilitar a vida.

Os vereadores do PSD de Lisboa vão avançar, esta quinta-feira de manhã na reunião camarária, com um voto de protesto contra a atuação do executivo de Fernando Medina no caso do envio de dados pessoais para a embaixada da Rússia de três ativistas daquele país, que participaram numa manifestação anti-Putin em janeiro.

“Sobre esta matéria não há meio caminho. Os partidos com assento na câmara vão ter de decidir se compactuam ou se condenam a ação do executivo de Fernando Medina”, diz ao Expresso o vereador social-democrata João Pedro Costa.

“Quem está do lado da democracia não pode aceitar a comunicação direta a países não democráticos da identidade de homens e mulheres que lutam pela liberdade” e ainda que “quem reconhece a gravidade desta situação não aceita como culpado o funcionário do balcão”, havendo “responsabilidades políticas a retirar.”

O vereador garante que os sociais-democratas vão fazer algumas perguntas “embaraçosas para Medina”.

Os sociais-democratas propõe ainda que os vereadores deliberem “condenar a atuação da Câmara Municipal de Lisboa por violar a obrigação de proteção de dados de organizadores de manifestações na cidade”, bem como “condenar a atuação da Câmara Municipal de Lisboa por ter exposto politicamente homens e mulheres que lutam pela liberdade junto de regimes não democráticos”.

Consideram também primordial “reconhecer que as questões em presença não são meramente técnicas e, eventualmente, legais, mas que delas decorrem também responsabilidades políticas, que devem ser assumidas”.

Querem ainda que sejam remetidas à Comissão Nacional de Proteção de Dados as comunicações recebidas que põem em causa a atuação da Câmara Municipal de Lisboa, bem como o relatório da auditoria em curso.

E, por fim, “censurar politicamente o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, pela atuação da Câmara Municipal de Lisboa contra cidadãos defensores da democracia e da liberdade”.

Para além de Medina, também o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, será ouvido no parlamento.

Depois de ouvir Fernando Medina e Augusto Santos Silva, “vale a pena ouvir a outra parte, que foi lesada”, justificou Telmo Correia à Lusa.

Cristas considera que uma auditoria interna não chega

Por sua vez, os vereadores do CDS de Lisboa querem que a autarquia promova a realização de uma auditoria externa a todos os serviços municipais para se perceber se está a ser cumprida a legislação europeia e nacional sobre a proteção de dados pessoais.

Fernando Medina mandou realizar uma auditoria interna para apurar se esse é o procedimento habitual, mas os centristas querem mais.

A vereadora do CDS, Assunção Cristas, afirma ao Expresso que “o CDS entende que este caso é de uma gravidade extrema e tudo o que se passou tem de ser apurado até às últimas consequências”.

Neste sentido, o partido apresenta “uma proposta para obrigar a uma auditoria externa para identificar todos os casos de transmissão ilegal de dados”.

O CDS entende que este caso veio demonstrar que pelo menos um serviço da Câmara Municipal de Lisboa – o gabinete de apoio à presidência – não cumpria a legislação europeia e nacional sobre proteção de dados pessoais.

Os centristas vão apresentar esta quinta-feira na Câmara um voto de repúdio “pelo envio de dados pessoais de cidadãos para embaixadas e serviços consulares de países visados por manifestações por si promovidas”.

  ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Estou mais com o CDS…. Perguntas embaraçosas? As tais que ninguém se lembra ou recorda? Quero é a verdade e que se lixe o espectáculo mediato

RESPONDER

Governo: voto contra do Bloco é "definitivo". Marcelo diz que chumbo provoca dissolução

O Governo afirmou este domingo que entendeu o anúncio de voto contra por parte do BE como “uma posição definitiva”, remetendo eventuais novas negociações com este partido para a fase da especialidade do Orçamento do …

Soldados do exército chinês alinhados.

Chinesas querem "empregos de homem" — mas o sistema educacional corta-lhes as asas

Várias escolas, academia e universidades chinesas impõe cotas que limitam o acesso de estudantes do sexo feminino. Mulheres têm de tirar notas mais altas do que os homens para entrar. Um pouco por todo o mundo …

"A Escola de Atenas", quadro de Rafael Sanzio.

Ideias da filosofia grega podem ter-nos conduzido às alterações climáticas

Algumas das ideias defendidas por antigos filósofos gregos podem ter conduzido a civilização rumo às alterações climáticas. Incêndios florestais causados por ventos crescentes e um calor sem precedentes cercaram Atenas, Grécia, no verão passado, cobrindo os …

Vizela 0-1 Benfica | Milagre de São Rafa no último suspiro

A ressaca pós-goleada frente ao Bayern, na Liga dos Campeões, foi difícil para o Benfica. Os comandados de Jorge Jesus sentiram muitas dificuldades frente a um Vizela que sabia que o seu adversário iria patentear …

Otoniel, o camponês paramilitar (e criminoso mais procurado da Colômbia) foi capturado

O governo da Colômbia anunciou este sábado a captura do narcotraficante mais procurado do país, Dairo Antonio Úsuga (com a alcunha de 'Otoniel'), por quem os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de cinco milhões de …

"Tratam as doentes como histéricas". O longo caminho da Medicina até levar a sério a dor feminina está a custar vidas

Muitos dos avanços na medicina tiveram apenas metade da população em conta. Para além da falta de representação das mulheres nos estudos médicos, a dor e os relatos das pacientes são muitas vezes desvalorizados nas …

Bloco faz ultimato: vota contra o OE se até 4ª feira o Governo "insistir em impor recusas"

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou este domingo que o BE votará contra o orçamento se até quarta-feira “o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços”, mantendo, no …

Nova faca de madeira é três vezes mais afiada do que as de aço - e pode ser lavada após ser usada

Através do uso de métodos alternativos, uma equipa de cientistas criou uma nova forma endurecida da madeira que pode ser transformada em facas afiadas. A equipa da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, refere que as …

Áustria planeia confinar quem não estiver vacinado contra covid-19

O governo austríaco anunciou que, se ocupação de camas de Unidades de Cuidados Intensivos com pacientes covid-19 atingir nível crítico, pessoas não imunizadas poderão sair de casa apenas em casos excepcionais, como compras essenciais e …

"Deixa os homens cantar". Ex-paraquedistas vaiam e pedem demissão do ministro da Defesa

Centenas de ex-paraquedistas vaiaram e pediram hoje a demissão do ministro da Defesa e do Chefe do Estado Maior do Exército durante a cerimónia militar nas comemorações do Dia do Exército, em Aveiro. A iniciativa, que …