PSD e CDS vão assinar acordo que exclui Chega de coligações nas autárquicas

José Coelho / Lusa

O presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos (E) saúda o presidente do Partido Social Democrata (PSD), Rui Rio

Os presidentes do PSD e do CDS-PP anunciaram, esta quarta-feira, que irão assinar até meio de fevereiro um acordo-quadro para as autárquicas que exclui a possibilidade de coligações com o Chega.

No final de uma reunião de cerca de hora e meia, Rui Rio e Francisco Rodrigues dos Santos não quiseram referir-se nem a municípios concretos nem balizaram o número de coligações pré-eleitorais que esperam alcançar, que estará dependente da vontade das estruturas locais e da aceitação das direções nacionais.

“Este acordo não vai dizer que só há coligações com o CDS e com mais ninguém (…) A única questão que estamos de acordo é que não haverá com o Chega, mas tirando o Chega logo se verá”, explicou Rui Rio, salientando que “há muito” que rejeitou essa hipótese e que esta posição nada tem a ver com os resultados das presidenciais.

Questionado sobre a razão dessa exclusão do partido liderado por André Ventura, Rio respondeu: “O Chega para ter conversas com o PSD tem de se moderar, o Chega não se tem moderado, não há conversa nenhuma”.

Na mesma linha, também Francisco Rodrigues dos Santos disse já ter sido “perentório” que “não haverá coligações com o Chega, nem em autárquicas nem em legislativas”.

Rio não vai fazer “discurso violento à direita” para ganhar votos

Rui Rio assegurou que não vai mudar de estratégia face aos resultados das presidenciais de domingo nem fazer um discurso violento à direita para captar mais votos nesse espaço político.

Rio foi questionado se os resultados das presidenciais – em que o líder do Chega, André Ventura, alcançou o terceiro lugar e 11,9% dos votos – poderiam obrigar a uma mudança de estratégia do centro-direita.

“Se estão à espera que vá fazer agora um discurso à direita e violento para ir tentar captar uns votos que vêm com esse discurso violento à direita, esse não é o discurso do PSD, muito menos o meu. Teria então o PSD de ter um líder diferente para se colocar lá à direita. Era capaz era de perder os votos moderados… “, respondeu Rio.

O líder social-democrata admitiu que pode haver “pormenores de ordem tática” a acertar, mas assegurou que “a estratégia e a ideologia não mudam”.

“Não podem esperar que um líder do PSD desate com um discurso radical à direita. Eu não estou na política a qualquer preço, para qualquer discurso. Temos um espaço e o nosso espaço é, sobretudo, ao centro”, acrescentou.

Porto: Deputados do PSD pedem frente que inclua Rui Moreira

Três deputados municipais do PSD apelaram à comissão política concelhia do partida para que lance as bases para um entendimento alargado para as próximas eleições autárquicas que reúna as diferentes forças políticas consideradas “democráticas, humanistas e não socialistas”.

Nesta chamada “frente não socialista”, escreve o Público, a ideia é englobar a Iniciativa Liberal, o CDS e movimentos independentes, como o de Rui Moreira. Os três deputados signatários da carta são Pedro Duarte, Alberto Lima e Luís Osório, que não estão alinhados com a direção de Rui Rio.

De momento, os sociais-democratas estão divididos. Há quem entenda que o partido devia ter um candidato próprio à Câmara Municipal do Porto, enquanto há quem defenda que o PSD devia apoiar o atual autarca Rui Moreira.

Ainda sem escolher o candidato que será apoiado pelo partido, os deputados municipais do PSD salientam que este apelo “deverá ser interpretado como um contributo cívico para voltar a dar ao PSD a dimensão e relevância política que merece”.

“Sem prejuízo da competência avocada pelo presidente do PSD, no que diz respeito à escolha dos nomes candidatos à presidência das principais câmaras municipais, […] compete aos órgãos do partido de secção, nos termos dos estatutos, aprovar a estratégia política para o concelho e propor as listas de candidatura às autarquias locais”, lê-se na carta a que o jornal Público teve acesso.

Daniel Costa, ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Isso, isso, façam isso, isso mesmo, o CDS e PSD irao cavar a sua propria sepultura.
    E, A esquerda bate Palmas e Sorri!!!
    Mas ainda bem que nos esclarecem, que o CDS e PSD são uns FARSANTES da Democracia e do Estado de DIreito, e tal e qual a esquerdalhada.

  2. fazem parte da Cachorrada que se instalou, apoderou, do Estado.
    Fica claro.
    Muitos PSD´s tiveram como mentores Psico-Politicos as miseravies criaturas do MRPP.

RESPONDER

Cansado de denúncias, Betis pede aos seus sócios: "Portem-se bem"

Clube onde jogam dois portugueses quer que os adeptos tenham um "comportamento adequado" durante os jogos no Benito Villamarín. O Betis de Sevilha jogou seis vezes até agora, nesta época. Quatro desses encontros foram disputados em …

Junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, diz especialista da ONU

A junta militar de Myanmar está a sequestrar familiares de pessoas que pretende deter, incluindo crianças com 20 semanas de idade, segundo o relator especial da Organização das Nações Unidas (ONU) destacado para o país, …

Regiões portuguesas entre as que mais colocaram trabalhadores em teletrabalho

  Apesar dos números elevados registados em Portugal, futuro do modelo está ainda em aberto, face à preferência dos patrões em ter os funcionários a trabalhar em ambiente de escritório. De acordo com dados revelados pelo Eurostat, …

Reino Unido em choque. Sabina Nessa pode ter sido assassinada por um estranho ainda em liberdade

Sabina Nessa, de 28 anos, terá sido assassinada enquanto caminhava pelo Cator Park, no sudeste de Londres, na passada sexta-feira. O percurso da sua casa até a um bar ia demorar apenas cinco minutos, mas …

A corrida a secretário-geral da UGT terá dois candidatos

É a primeira vez que a corrida à liderança da UGT conta com dois candidatos: além de José Abraão, atual dirigente da Federação de Sindicatos da Administração Pública (Fesap), Mário Mourão, presidente do Sindicato dos …

Colapso da Evergrande. China pede a governos regionais que se "preparem para a possível tempestade"

As autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais para se prepararem para um possível colapso da Evergrande. O The Wall Street Journal noticia, esta quinta-feira, que as autoridades chinesas estão a pedir aos governos regionais …

Governo vai testar 35 mil funcionários de creches e pré-escolar até 3 de outubro

Os funcionários das creches, do pré-escolar e a rede nacional de amas começaram esta quinta-feira a ser testados à covid-19, numa ação que até 3 de outubro abrangerá 35 mil pessoas em todo o país. O …

Bem-vindo à última fase do desconfinamento: fim do certificado em restaurantes, máscara em transportes e lares

"Estamos em condições para avançar para a terceira fase de desconfinamento." Foi com esta frase que António Costa deu início à conferência de imprensa após o Conselho de Ministros desta quinta-feira. Portugal vai avançar para a …

EUA reabrirá campo de detenção de migrantes perto da prisão de Guantánamo

A administração do Presidente dos Estados Unidos (EUA) Joe Biden se prepara para reabrir um campo de detenção de migrantes na Baía de Guantánamo, após um aumento de migrantes e requerentes de asilo no sul …

Défice desce para 5,3% do PIB no 2.º trimestre do ano

O défice orçamental do primeiro semestre deste ano é de 5,5% do PIB. A meta do ministro das Finanças para o ano de 2021 é de 4,5%.  O défice orçamental fixou-se em 5,3% do PIB no …