PS pressionado pelo governo brasileiro por causa de Lula. “É tudo falso”

Tiago Petinga / Lusa

secretária-geral adjunta do PS, Ana Catarina Mendes

O professor Boaventura de Sousa Santos garante que Ana Catarina Mendes, faltou a um evento solidário por pressão do governo brasileiro. “É falso”, desmente a secretária-geral adjunta do PS.

Boaventura Sousa Santos, diretor do Centro de Estudos Sociais, que organizou o encontro, em Lisboa, garantiu que o PS foi pressionado pelos governos do Brasil e dos Estados Unidos da América para não marcar presença num encontro de solidariedade com Lula da Silva, segundo o jornal i.

Ana Catarina Mendes, secretária-geral adjunta do PS desmentiu a acusação. “É, numa palavra, falso”, aproveitando para garantir estar “solidária com a democracia brasileira e os democratas brasileiros”.

No entanto, o desmentido de Ana Catarina Mendes não é suficiente para convencer o diretor do Centro de Estudos Sociais.

“Não tenho dúvidas. Convidámos todos os partidos. O membro do PS Ana Catarina Mendes prontificou-se até a encerrar o debate. O que mostra uma grande vontade de participação. À última da hora não só não vem, como não nomeia substituto, como se fica a saber pelo PSOE que foram pressionados pelo PS português para também não comparecer”, afirma Boaventura.

“Fiquei a saber, imagine-se, que a minha não participação numa sessão de solidariedade com a democracia brasileira se deveu, segundo o professor Boaventura Sousa Santos, na boa tradição das teorias da conspiração, a pressões dos governos brasileiro e dos Estados Unidos da América. A estima que o professor Boaventura Sousa Santos me merece obriga-me a vir desmentir publicamente uma ‘notícia’ que é um bom exemplo das agora tão badaladas fake news. É, numa palavra, falso”, explicou-se Ana Catarina.

Além disso, a socialista aproveita ainda para esclarecer publicamente que não faltou sem se justificar, tendo explicado as razões da sua ausência a quem a convidou.

“Para mim, democracia e liberdade não são valores relativizáveis e suspeito sempre de quem, em nome de especificidades regionais, culturais, ou de qualquer outra ordem, tende a aceitar geometrias ou geografias variáveis para o seu exercício. Eu defendo com o mesmo empenho – e faço muita questão – o valor da liberdade e o exercício pleno da democracia tanto em Lisboa como no Brasil, em Havana como em Caracas, Londres, Paris ou Budapeste”, conclui.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

"Poderia juntar-se a Mourinho". Bale criticado por comportamento "infantil"

A atitude do internacional galês Gareth Bale continua a render críticas. Desta vez foi o antigo presidente do Real Madrdi Rámon Calderón, que considerou o comportamento do futebolista infantil. Em causa esta a atitude do …

Norte quer fundos de Bruxelas para ligação ao TGV espanhol

Pela primeira vez, a região norte do país antecipou a lista de prioridades para os fundos europeus, escreve o Jornal de Notícias, que dá conta uma das propostas passa por usar os fundos de Bruxelas …

Falta de médicos leva IPO de Lisboa a adiar consulta de paciente com 90 anos para 2021

O Instituto Português de Oncologia (IPO) de Lisboa adiou a consulta de um paciente nonagenário que estava marcada para janeiro de 2020 para o ano seguinte, isto é, para janeiro de 2021 devido à falta …

Eis a Cybertruck, a "pickup" elétrica da Tesla que já tem bilhete para Marte

A Tesla lançou o seu modelo de carrinha "pickup" elétrica, Cybertruck, com uma autonomia máxima de 800 quilómetros. Musk diz que vai haver uma versão especial que será a carrinha oficial de Marte. Após uma longa …

Rio não responde a críticas de adversário. "Estou na Croácia, não estou no Montenegro"

O presidente do PSD seguiu a regra de não falar de política interna fora do país e só abriu uma exceção para falar da manifestação dos polícias. Depois do discurso que tinha feito no Congresso do …

Hospitais públicos têm mais de 650 milhões de euros de dívidas em atraso

As dívidas em atraso dos hospitais pertencentes ao Serviço Nacional de Saúde têm vindo a crescer desde o início do ano. Em setembro, o valor fixava-se nos 650 milhões de euros. Hospitais públicos acumulam 651,6 milhões …

Bolsonaro quer isentar polícias de punições por crimes cometidos em serviço

O Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, disse na quinta-feira que enviou ao Congresso Nacional um projeto de lei para isentar agentes das forças armadas e das polícias de eventuais punições criminais durante operações de segurança. De …

Dragões de Ouro. O "patinho feio" galardoado e o miúdo blindado a ouro

O FC Porto realizou esta quinta-feira a cerimónia anual de entrega dos Dragões de Ouro. O destaque foi para Marega, que recebeu o prémio de futebolista do ano. Fábio Silva venceu o prémio de revelação …

Forças Armadas vão passar a pagar rendas às Finanças

As Forças Armadas (FA) vão ter de pagar às Finanças uma renda pelos edifícios que usem e que sejam património do Estado. As FA estavam isentas desta obrigação desde 2012. As Forças Armadas perdem assim a …

Encontrados no Equador bebés enterrados com capacetes feitos de crânios humanos

Durante as escavações realizadas entre 2014 e 2016 em Salango, um sítio ritual na costa central do Equador, os arqueólogos encontraram dois bebés enterrados com capacetes feitos com crânios de outras crianças. Os investigadores descobriram dois …