PS perde deputado e o Governo fica mais dependente dos comunistas

Clara Azevedo e Paulo Henriques / Portugal.gov.pt

O primeiro-ministro António Costa no Parlamento

O deputado socialista Domingos Pereira demitiu-se da Comissão Política do PS, desagradado com o facto de o partido não o apoiar como candidato à Câmara de Barcelos, e vai deixar um lugar vago no Parlamento.

Domingos Pereira afirmou à agência Lusa que pediu a demissão da Comissão Política do PS, adiantando que poderá também desvincular-se da bancada socialista, caso avance com uma candidatura independente à Câmara de Barcelos.

O deputado eleito pelo círculo de Braga disse ainda que pediu igualmente a demissão dos cargos de presidente da Comissão Política Concelhia de Barcelos do PS e de presidente da Mesa da Comissão Política da Federação de Braga deste partido.

Em causa está a decisão tomada pela Comissão Política Nacional do PS de avocar os processos de escolha dos candidatos a presidentes de câmara pelo partido nos municípios de Barcelos e de Fafe, contrariando posições assumidas a nível concelhio.

Domingos Pereira queria ser o candidato do PS à Câmara de Barcelos, mas a direcção socialista decidiu apoiar o actual autarca, Costa Gomes.

Perante esta decisão, o deputado entregou o cartão de militante socialista que tinha há 30 anos e deverá manter-se como independente no Parlamento.

Um cenário que deixa os socialistas ainda mais dependentes dos seus aliados da Esquerda, em particular dos comunistas. Até agora, o PS tinha, em conjunto com Bloco de Esquerda, Os Verdes e o PAN um total de 108 deputados, ou seja, mais um do que PSD e CDS-PP juntos, que somam 107 deputados.

Esta realidade permitia ao governo “fazer passar as suas propostas com uma maioria por um voto, mesmo sem o apoio do PCP (15 deputados)”, conforme atesta o Público. Com Domingos Pereira como independente, e assumindo a imprevisibilidade do seu voto, o cenário complica-se para o Executivo que fica mais dependente dos comunistas.

Domingos Pereira admite contudo, em declarações à Rádio Renascença, que está “inteiramente disponível para continuar no grupo parlamentar” socialista, caso a direcção assim o entenda. Mas se esta considerar que não reúne “as condições” para esse efeito, continuará como independente.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Não deram ao “Mingos” o brinquedo que o “Mingos” queria e fica um governo, mais do que um governo, UM PAÍS, dependente de um despeitado !!
    O despeito faz carreira politica em Portugal !
    Um Partido, o PSD, passa parte da sua vida como partido politico a defender determinadas posições.
    Pois quando elas são apresentadas por outros, eles VOTAM CONTRA !!! Porquê ? Porque são contra ? Não, porque se sentem despeitados e querem derrubar o governo ainda que o façam, “cuspindo no prato que sempre quiseram comer”.
    Agora, “um menino acha que tem o direito a ser candidato a uma Câmara Municipal”, mas como os outros acham que não deve ser ele, “o menino acha que deve pôr em causa toda a politica de um país”.
    E ainda querem estes politcos de opereta, serem levados a sério …

  2. Este António Martins deve mesmo ser vesgo, nem queijo limiano nem geringonça andaram contranatura há procura de tacho que lhe agradava e que lhe sirva de exemplo, agora vem para aqui descarregar no PSD a sua neura talvez pretendendo fazer crer que foram estes os culpados da decisão do senhor Domingos.

RESPONDER

Maior queda do mês no preço dos combustíveis. Gasóleo atinge mínimos de 4 meses

A partir de hoje os preços dos combustíveis irão baixar, e esta será a maior queda do mês. No que diz respeito ao preço da gasolina, esta deverá cair um cêntimo para 1,387€ por litro. …

Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país. "O prazo para cumprir as exigências do …

Polacos protestam contra acórdão que torna o aborto quase impossível

Milhares de polacos têm-se manifestado, nos últimos dias, contra a proibição quase total do aborto, quando as leis do país estavam já entre as mais restritivas da União Europeia. Na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional polaco …

Japão promete "uma sociedade neutra em termos de carbono" até 2050

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão. Numa altura em que cada vez …

"Nada nos vai fazer recuar". Macron desperta a raiva do mundo muçulmano (e enfurece Erdogan)

Emmanuel Macron, presidente de França, assumiu posições muito claras na defesa da liberdade de exibir as caricaturas de Maomé, no âmbito da homenagem ao professor decapitado na semana passada, suscitando protestos em vários países muçulmanos. "Nada …

Merkel avisa Alemanha que os próximos meses vão ser “muito difíceis”

A chanceler alemã, Angela Merkel, avisou a Alemanha de que os próximos meses vão ser "muito difíceis", já que o número de infeções por covid-19 continua a crescer diariamente, tendo-se registado 8.685 nas últimas …

Portugal acusado de bloquear lei europeia contra evasão fiscal pelas multinacionais

Os governos português e sueco estão a ser acusados de bloquear, no Conselho da União Europeia (UE), a deliberação de uma lei contra a evasão fiscal por parte de grandes empresas multinacionais digitais. Segundo anunciou esta …

Consumo de antibióticos desce 22% durante a pandemia. Menos 1,1 milhões de embalagens vendidas

O consumo de antibióticos registou uma descida na ordem dos 22% nos primeiros oito meses deste ano. Venderam-se menos 1,1 milhões de embalagens, quando comparado com igual período do ano passado. Entre janeiro e agosto deste …

Portugal regista mais 2.447 casos e 27 mortes por covid-19

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 2.447 casos positivos e 27 mortes por covid-19. A informação foi divulgada, esta segunda-feira, no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico divulgado hoje revela que …

Testes rápidos devem ser aplicados em surtos em escolas ou lares

A Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2, hoje publicada, determina que em situações de surto em escolas, lares ou outras instituições devem ser utilizados preferencialmente testes rápidos no sentido de aplicar "rapidamente as medidas adequadas …