PS não dá a geringonça como morta (e diz que o Bloco exagerou)

Para o PS, a geringonça não morreu. Os socialistas, que reagiam às declarações da coordenadora do Bloco Esquerda, consideraram “exagerada” as declarações do partido sobre a ausência de um acordo escrito de legislatura e negaram cedências a confederações patronais em matéria de leis laborais.

Esta posição foi transmitida aos jornalistas pelo dirigente socialista e secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, Duarte Cordeiro, duas horas depois de a coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, também em conferência de imprensa, ter lamentado a decisão do PS de não continuar com o modelo da ‘geringonça’.

Na quinta-feira, à noite, em reunião da Comissão Política do PS, António Costa afirmou que os socialistas, para a nova legislatura, não fariam nenhum acordo escrito de legislatura.

No entanto, Catarina Martins disse que soube de antemão que o PS não iria assinar qualquer acordo escrito com o Bloco, depois de Costa se ter reunido na quinta-feira com as confederações patronais e ter logo aí afastado mudanças na legislação laboral.

Para o PS, a ‘geringonça’ não morreu. Vai haver continuidade de trabalho nos próximos quatro anos”, defendeu Duarte Cordeiro, que classificou como “exagerada” a reação de Catarina Martins à decisão de os socialistas não assinarem para a nova legislatura um acordo escrito de legislatura com nenhum dos parceiros (Bloco de Esquerda, PCP, PEV, Livre e PAN).

“Ao decidir pôr um ponto final à existência do modelo de acordo político que ficou conhecido como ‘geringonça’, o Partido Socialista recusa um modelo que deu provas de resistência face a turbulências políticas, que impediu recuos e assegurou um percurso estável de recuperação do país e de respeito pelos direitos e rendimentos”, afirmou Catarina Martins na sede do Bloco de Esquerda, em Lisboa.

José Soeiro e José Gusmão foram outros dos bloquistas que criticaram a decisão. Ontem [esta quinta-feira] percebemos que a juras de amor à geringonça do PS na noite eleitoral foram aquilo a que António Costa chamaria um golpe de teatro. A peça esteve em exibição menos de uma semana”, escreveu José Gusmão, citado pelo Expresso.

Também José Soeiro, num artigo de opinião que assina no mesmo semanário, acusa António Costa de e ter cedido à “tentação de agitar a ‘estabilidade política’ como chantagem” como estratégia governantiva, detalhando que o PS recusou a proposta inicial do Bloco “sem fazer qualquer contraproposta”.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. A Catarina ainda não percebeu que o Costa usa o Bloco como quer e lhe apetece. Ela ainda não percebeu que o Bloco foi e o Costa assim espera que seja apenas um instrumento ao serviço do PS como foi na anterior legislatura.
    Coitados enquanto forem assim nunca passarão disso.

  2. As conjunturas históricas e eleitorais, actuais, são completamente diferentes… O PS não tem necessidade de ficar sempre “amarrado”, e apenas, às exigências dos partidos de esquerda…Há que ir variando os acordos e tudo correrá dentro da normalidade…

RESPONDER

Greta Thunberg no Parlamento entre final do mês e início de dezembro

A ativista sueca aceitou participar numa sessão na Assembleia da República, em Lisboa, promovida pela comissão parlamentar de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território, que se realizará entre o final deste mês e início de …

Phineas Fisher. O "hacker fantoche" que está a pagar para piratearem bancos e petrolíferas

Phineas Fisher é um hackers mais infames do mundo e procura agora renovar esse estatuto ao oferecer 100 mil dólares a quem piratear instituições capitalistas, como bancos e empresas petrolíferas. O hacker ficou conhecido após ter …

Conselho Superior da Magistratura arquiva processo disciplinar a Carlos Alexandre

O Conselho Superior da Magistratura decidiu arquivar o processo disciplinar relativo ao juiz do Tribunal de Instrução Criminal por declarações sobre o sorteio da fase de instrução do processo Operação Marquês. "O plenário de hoje do …

Jardins e complexo de estufas descobertos num dos bunker de Hitler

Um grupo de especialistas descobriu jardins e um complexo de estufas, que serviu para cultivar legumes e frutas, num dos maiores quartéis generais de Adolf Hitler durante a II Guerra Mundial, o bunker conhecido como …

Ataque a Alcochete. Advogados pedem impugnação do auto de notícia da GNR

Uma discrepância nas datas de elaboração e de assinatura do auto de notícia que relata a invasão à academia do Sporting motivou, esta terça-feira, a apresentação de um requerimento de impugnação subscrito por vários advogados. No …

Japão diz que é seguro libertar água radioativa de Fukushima no Pacífico

O Ministério da Economia, Comércio e Indústria do Japão afirmou esta segunda-feira que é seguro libertar água contaminada de Fukushima no Oceano Pacífico, de acordo com o jornal local Japan Today. A central nuclear, recorde-se, sofreu …

Dez autarcas e quatro clubes entre os 68 acusados na operação Ajuste Secreto

O Ministério Público da Feira deduziu acusação contra 68 arguidos, incluindo dez autarcas e ex-autarcas, quatro clubes desportivos e os seus respetivos presidentes, no âmbito da operação "Ajuste Secreto". Numa nota publicada no seu site oficial, …

Poluição do ar em Sydney entre as 20 piores do mundo devido aos incêndios

A poluição do ar em Sydney, a maior cidade da Austrália com mais de cinco milhões de habitantes, está hoje entre as 20 piores do mundo devido ao fumo dos incêndios no leste do país. "Sydney, …

Audições da RTP sobre "Sexta às 9" aprovadas pelos deputados

Os deputados da comissão parlamentar de Cultura e Comunicação aprovaram "por unanimidade", esta terça-feira, as audições da diretora de informação e do presidente da RTP sobre o programa "Sexta às 9". O grupo parlamentar do PSD …

Conquistas da seleção renderam 140 milhões em menos de 20 anos

As conquistas da seleção portuguesa renderam já mais de 140 milhões de euros à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) em menos de 20 anos. Os números são avançados esta terça-feira pelo O Jogo, que dá …