PS continua em queda (e “se não mudar, pode dizer ‘bye bye’ à maioria absoluta”)

Mário Cruz / Lusa

O secretário-geral do Partido Socialista, António Costa, com o presidente do PS, Carlos César

O PS está há quatro meses consecutivos a cair nas intenções de voto dos portugueses, conforme se conclui pela sondagem revelada esta segunda-feira. Um sinal de que o “Governo está esgotado”, segundo Marques Mendes, que avisa que se o PS não criar “causas novas”, pode “dizer ‘bye bye‘ à maioria absoluta”.

A sondagem da Aximage realizada para o Correio da Manhã e para o Jornal de Negócios coloca o PS com 37% das intenções de voto dos inquiridos, ou seja, menos sete décimas relativamente ao mês passado, e quase sete pontos percentuais abaixo dos números de há um ano, quando somava 43,7%.

Apesar disso, o PS continua à frente do PSD que soma menos 9 pontos percentuais, com 27,8% das preferências de voto, ligeiramente mais do que os 27,6% de há um mês.

O Bloco de Esquerda é o partido que mais recupera, conseguindo agora 10,2% das preferências de voto, mais 0,3 décimas do que há um mês. Já a CDU, a coligação entre PCP e Os Verdes, desce cinco décimas relativamente a Maio, somando 7,2%, enquanto o CDS-PP cai quatro décimas, situando-se nos 6,3%.

Estes números foram antecipados por Marques Mendes no seu habitual espaço de comentário na SIC, onde o ex-líder do PSD constatou que “pelo andar desta carruagem, se o PS não muda de comportamento pode dizer ‘bye bye‘ maioria absoluta”.

Para Marques Mendes, o PS tem, neste momento, “casos a mais e causas a menos”, sendo afectado pelos processos judiciais de José Sócrates e de Manuel Pinho, e pelas polémicas com os professores e os enfermeiros.

Além disso, “acabaram as causas da devolução de rendimentos, de redução do défice, e do crescimento económico; e não foram geradas novas causas”, aponta Marques Mendes.

“A sensação que há é que o Governo está esgotado”, refere o comentador político, notando que dá ideia de que “não tem objectivos”, nem “desafios”, nem tão pouco “uma agenda mobilizadora”. “Ora, isto pode dar para ganhar, mas não dá para maiorias absolutas”, conclui o ex-líder do PSD.

ZAP //

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. Sua Baixeza tudo tem feito para que o Governo caia. Sua Baixeza comenta, adianta, avança… Até quando vamos ter comentadores desta estirpe, desta envergadura?
    É triste que, em nome de obscuros interesses económicos, se pretenda denegrir à força tudo o que o actual Governo fez de bom. E é precisamente por isso, porque há pouco a apontar-lhe, que é necessário que sua Baixeza lhe vá atirando umas farpas, umas pedras, isto não podendo atirar-lhe umas balas!
    E sua Baixeza sabe o quanto o povo português tem fraca memória e é susceptível ao medo, às ameaças. Ou não tenha o PSD sido o partido mais votado, depois de 4 anos de troika que retiraram a dignidade e a condições de vida mínimas a um povo de um país tão europeu e tão ligado aos grandes e desenvolvidos.
    Sua Baixeza joga ainda com outra coisa. É que, actualmente, o PCP só vive através dos sindicatos. Integrar a maioria foi o menos mau que se ofereceu a Jerónimo de Sousa. Mas não era isso que o PCP queria, apesar de ser melhor do que um novo governo PSD. O PCP é, cada vez mais, um partido de oposição a todo o custo, a tudo e a todos.
    E depois temos ainda a falta de vergonha total: PSD e CDS “apoiam”, ainda que disfarçadamente, a justa luta dos Professores.
    Portanto, estão reunidos os ingredientes para que, malhando continuamente no melhor Governo que tivemos desde o 25 de Abril, o que mais fez crescer o País, o que mais se preocupou em melhorar as condições de vida dos portugueses, sua Baixeza acerte nas suas previsões de Tarot viciado.
    Se assim for, lá vamos nós ter mais umas privatizações. Nós que somos um País que já não tem correios, não tem rede energética, não tem rede de comunicações, tem o banco do estado altamente fragilizado por todas as aldrabices que, também por causa de privatizações com objectivos pouco claros, foram sendo feitas ao longo dos diversos governos. Sim, nós que somos um País que em termos de sectores estratégicos já não tem nada, iremos ficar sem o quê? A água? O ar?
    Esperemos que nesta novela o BE tenha juízo e faça gorar as expectativas de sua Baixeza…

  2. Näo vale a pena disfarçar as verdades custam e doem e quando há falta de argumentos consolidados injuria-se. Fracamente agora até o tamanho do comentador incomoda. Já agora o Senhor/a tem cinco dedos na mäo os mais pequenos deite-os fora, mas näo precisa ser à bala. Saiba ler ou ouvir e o que näo gosta diga sem ofender, porque o que para uns é mau para outros nem tanto assim e ainda para outros é bom.

  3. esta gente so se preocupa com futilidades, se os animais podem ir a estabelecimentos hoteleiros, eutanasia ,casas de chuto,prostitutas a pagar taxas 😉 e o portugal real ! os preços dos combustiveis ! os 23 por cento de iva que pagamos na maioria dos produtos ,os impostos e taxas , taxisnhas criados pelo anterior governo e este com a desculpa da crise que dizem que ja passou ?! os reformados que descontaram uma vida inteira e uma grande maioria se comprar medicamentos nao come ! crianças nas escolas com fome,pais que se endividam no inicio do ano letivo ,para comprar toda a tralha que os miudos tem de ter para ir a escola! e estes burgueses a discutir o sexo dos anjos nas suas gaiolas douradas,completamente alheados do portugal real

RESPONDER

Afinal comer um ovo por dia é mau outra vez

Afinal, comer um ovo por dia não é assim tão bom para a saúde como estudos recentes sugeriam. O maior consumo de ovos e colesterol pode aumentar o risco de doenças cardíacas e de morte …

Na Colômbia, há um "arco-íris líquido" que é descrito como a 8ª maravilha do mundo

Escondido nos confins da Serra da Macarena, na Colômbia, está o rio Caño Cristales. De dezembro a maio, o curso de água é como outro qualquer, apesar de estar rodeado de um dos ecossistemas mais …

Com uma nova interface neural, a telepatia já é possível

Uma equipa internacional de cientistas deu um passo adiante no desenvolvimento de interfaces neuronais para propor uma interface que envolve a transferência de informação entre as pessoas diretamente. As interfaces cérebro-computador podem melhorar as habilidades individuais …

Bombeiros profissionais ameaçam deixar de prestar serviço voluntário nas corporações

Os bombeiros voluntários das associações humanitárias admitem deixar de prestar serviço voluntário nas corporações, caso a Liga dos Bombeiros Portugueses continue por concluir o acordo coletivo de trabalho, que está em negociação há mais de …

Baleia encontrada morta nas Filipinas com 40 quilos de plástico no estômago

Uma baleia foi encontrada morta na sexta-feira, na costa sudeste das Filipinas, com 40 quilos de plástico no estômago, informou a imprensa local. O cetáceo, uma baleia-bicuda-de-cuvier, apareceu na sexta-feira à beira-mar no município de Mabini, …

Macron convoca reforços após novos confrontos de coletes amarelos

A nova manifestação de "coletes amarelos", no sábado, registou distúrbios violentos na capital francesa. Como resposta, o presidente francês Emmanuel Macron convocou um reforço das forças de segurança. O dia de sábado marcou mais um protesto …

Pedidos de nacionalidade portuguesa aumentaram 50% em dois anos

Nos últimos dois anos, o número de pedidos de nacionalidade portuguesa aumentou cerca de 50%, avança o jornal Público esta segunda-feira. Se em 2016 foram 117.629 os cidadãos estrangeiros que pediram a nacionalidade portuguesa, em 2018 …

Não há democracia na Coreia do Norte? "É uma opinião", diz Jerónimo

Jerónimo de Sousa evitou classificar o regime de Kim Jong-un em termos "de ser ou não ser" uma democracia. A Coreia do Norte é ou não uma democracia? "É uma opinião", respondeu Jerónimo de Sousa. Numa …

Afinal, o esparguete à bolonhesa não existe

Quando se trata de refeições italianas clássicas, a maioria das pessoas pensa em pratos simples como uma pizza Margherita, lasanha e esparguete à bolonhesa. Contudo, segundo Virginio Merola, presidente de Bolonha, em Itália, o esparguete à bolonhesa …

Javalis tomaram o lugar dos coelhos. "Muitos animais estão doentes"

Para já, não há perigo de saúde pública, mas os javalis carregam doenças que podem passar a outros animais. Se antes se matavam mil coelhos, abatem-se agora 10 javalis. Jacinto Amaro, presidente da Fencaça - Federação …