PS classifica rejeição de Rui Moreira como “surpreendente e inesperada”

Rui Moreira / Facebook

O presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira

O presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira

A concelhia socialista do Porto classificou hoje como “surpreendente e inesperado” o anúncio de que o movimento independente de Rui Moreira, atual presidente da Câmara do Porto, recusa o apoio do PS nas autárquicas.

Numa nota de imprensa, o PS/Porto acrescenta ter agendado para as 21:30 uma reunião da direção para “analisar a situação política autárquica no Porto”.

A Comissão Política do movimento independente Rui Moreira, Porto, O Nosso Partido, disse hoje à Lusa que, “nas condições atuais, não aceita o apoio do PS” à recandidatura do autarca, explicando que a decisão surge na sequência de declarações da secretária-geral adjunta do PS, Ana Catarina Mendes.

“Perante o anúncio surpreendente e inesperado feito hoje por uma fonte da candidatura de Rui Moreira ao Expresso, a direção do PS informa que vai reunir pelas 21:30, a fim de analisar a situação política autárquica no Porto”, escreve o PS/Porto.

O Expresso online cita “fonte da recandidatura de Rui Moreira”, de acordo com quem a posição de prescindir do apoio do PS “é irreversível, face às tentativas de condicionamento por parte de alguns dirigentes socialistas”.

À Lusa, fonte da Comissão Política refere apenas que aquela estrutura “não aceita condicionalismos, porque isso coloca em causa a independência da candidatura”.

Na quarta-feira, a secretária-geral adjunta do PS, Ana Catarina Mendes, afirmou em entrevista ao Observador, que uma vitória de Rui Moreira será “uma vitória do PS”.

Na quinta-feira, à Lusa, admitiu que as suas palavras podiam ser mal interpretadas, notando que, “evidentemente, a vitória de Rui Moreira será a vitória Rui Moreira”, mas “o PS não deixará de a festejar, uma vez que apoia a sua recandidatura“.

De acordo com vários órgãos de comunicação social, as declarações de Ana Catarina Mendes levaram o núcleo duro de Rui Moreira a reunir à porta fechada, na quinta-feira à noite, tendo desse encontro saído a decisão de descartar o apoio do PS à recandidatura do independente.

Rui Moreira foi eleito presidente da Câmara do Porto em 2013, tendo elegido seis vereadores da lista independente com que se apresentou na corrida eleitoral em que contou com o apoio do CDS.

O autarca fez um acordo pós-eleitoral com o PS com vista a garantir a governabilidade da cidade, atribuindo pelouros a dois dos três vereadores socialistas eleitos para a Câmara do Porto: Manuel Pizarro, líder da Federação Distrital do PS, tem o pelouro da Habitação e Ação Social e Manuel Correia Fernandes tem a cargo o Urbanismo.

Na entrevista dada ao Observador na quarta-feira, Ana Catarina Mendes afirmou que, “no Porto, houve uma decisão da estrutura federativa e concelhia, que a direção nacional respeitou, de o PS apoiar o projeto de Rui Moreira”, o que “não significa que o PS não tenha a sua representatividade nestas listas”.

“É evidente que, na noite eleitoral, todas as vitórias dos candidatos do PS e das listas que o PS integra serão vitórias do PS“, acrescentou.

Na entrevista publicada pela Lusa na quinta-feira, Ana Catarina Mendes é questionada sobre se o PS tenciona contabilizar para si os votos que a lista de Rui Moreira obtiver no Porto, respondendo que, se essa foi a interpretação retirada da entrevista concedida ao “Observador”, então ter-se-á “exprimido mal”.

“Na noite eleitoral festejaremos as vitórias do PS. Evidentemente que a vitória no Porto do doutor Rui Moreira será a vitória do doutor Rui Moreira, mas não deixaremos de a festejar uma vez que apoiamos a sua recandidatura”, justificou a secretária-geral adjunta à Lusa.

Numa entrevista ao jornal Público divulgada a 26 de abril, Moreira disse que pretendia convidar o socialista Manuel Pizarro para a sua lista. Moreira recusou, na entrevista, que o convite fosse para número dois da lista.

No início de abril, numa entrevista ao Expresso, Ana Catarina Mendes afirmou que o partido terá “uma representação forte” nas listas de Rui Moreira.

Em declarações ao Público, Nuno Santos, adjunto do autarca, notou na ocasião que “não vamos ter jobs for the boys na Câmara do Porto, e isto é tanto para o PS como para o CDS”.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Professores "desenrolam" queixas em frente do parlamento (e pedem saída do ministro)

Dirigentes da Federação Nacional dos Professores (Fenprof) colocaram esta quinta-feira grandes faixas com reivindicações junto da Assembleia da República e criticaram o ministro da Educação, que tem que “ir embora”. “Quem não sabe ter uma atitude …

Iniciativa Liberal quer retirar "carga ideológica" da Constituição

A Iniciativa Liberal vai apresentar um projeto de revisão constitucional com uma primeira parte dedicada a retirar "carga ideológica à Constituição", clarificando, por exemplo, que serviços públicos de saúde e educação podem ser prestados pelo …

Urgência do Hospital Santa Maria está a chegar ao limite

A urgência dedicada aos casos suspeitos de covid-19 do Hospital Santa Maria, em Lisboa, reflete a evolução da pandemia em Portugal com doentes a avolumarem-se à porta para realizar o teste e no interior a …

Novo Banco. BCP garante que não faz "favores a ninguém" ao emprestar dinheiro ao Fundo de Resolução

O presidente executivo do BCP, Miguel Maya, disse ontem que o banco não faz "favores a ninguém" ao entrar no empréstimo de 275 milhões de euros da banca ao Fundo de Resolução, que posteriormente financiará …

Máfia italiana "lavou" milhões de euros ganhos com fundos europeus na Madeira

Uma das mais violentas máfias de Itália, a Società Foggiana, utilizou a Madeira para branquear mais de 16 milhões de euros obtidos com um esquema de burla à União Europeia (UE). Em causa estão fundos comunitários …

Ajudas de custo para professores deslocados ficaram na gaveta (e não estão previstas no OE2021)

O Orçamento de Estado para 2020 (OE2020) previa um programa de ajudas de custo para professores deslocados como incentivo à fixação. No entanto, a medida não avançou. O Jornal de Notícias avança esta sexta-feira que a …

Biden ainda à frente, mas nada está perdido para Trump. A luta pelos "swing states" continua

O dia em que os norte-americanos vão saber quem é o próximo presidente dos EUA está muito próximo. Entres sondagens, parece fácil levantar a ponta do véu. No entanto, é importante não esquecer que não …

Nani entre os candidatos a melhor jogador da época na MLS

O internacional português, capitão dos Orlando City, está entre os 46 jogadores nomeados para o prémio de melhor da época na liga norte-americana de futebol (MLS), anunciou, esta quinta-feira, o organismo. A eleição decorre até 9 …

"Estranho, muito estranho". Ana Gomes comenta morte do marido de Isabel dos Santos e é criticada

O empresário congolês Sindika Dokolo, marido de Isabel dos Santos, morreu no Dubai, durante a prática de mergulho. Uma morte prematura aos 48 anos que leva Ana Gomes a comentar o assunto como "estranho", "muito …

Conselho Europeu. Vacinas distribuídas de forma justa e fronteiras não vão fechar

O presidente do Conselho Europeu garantiu, esta quinta-feira, no final de uma videoconferência entre os líderes da União Europeia, que os 27 estão "unidos" para enfrentar a "luta difícil" contra a segunda vaga da covid-19. "A …