Professores vão deixar alunos sem aulas para fazer campanha eleitoral

ustock

Há pelo menos 159 professores do ensino oficial obrigatório que, como candidatos a deputados nas eleições legislativas de 4 de Outubro, vão poder faltar às aulas para participar na campanha eleitoral.

Esta circunstância, prevista na lei, garante aos docentes o direito a 15 dias de dispensa das aulas para entrarem na campanha eleitoral.

Diário de Notícias apurou que há, pelo menos, 159 docentes do 1º ciclo ao Secundário que são candidatos a deputados e que vão assim obrigar os directores das respectivas escolas a alguma “ginástica” para evitar prejudicar os alunos.

“Uns contratam substituto por um mês, outros pedem aos docentes que reponham as aulas mais tarde, troquem com colegas e noutros casos esperam que o professor compense depois durante o ano a matéria em falta”, aponta o diário.

O director do Agrupamento de Escolas de Felgueiras, Pedro Araújo, explica ao jornal que um docente de História de um estabelecimento do Secundário lhe comunicou que “não ia faltar os dias todos, apesar de ter metido o requerimento” para poder ter direito à dispensa para fazer campanha.

ZAP

PARTILHAR

7 COMENTÁRIOS

  1. É inacreditável a percepção que há entre a população, de que o carreirsismo pessoal na política é o ramo “profissional” mais rentável. Nem que seja com a noção de que é uma possibilidade de roubar legalmente.

    A quantidade de zés-ninguéns que eu pessoalmente já conheci a meter-se na política nem que fosse como vereador de uma qualquer junta de fregusia esquecida… É inacreditável e sem qualquer comparação com nem há 10 anos atrás.

    Isto é o que mais me salta à vista nesta notícia!..

  2. Diga-se de passagem que a notícia é altamente tendenciosa e pretende apenas e de forma muito aberta agravar a opinião pública sobre os professores do secundário. Não são só os professores que têm esse direito e, pessoalmente, conheço vários docentes que constam ou já integraram candidaturas e nunca faltaram ou colocaram em causa o serviço docente, só porque a lei o permite. Esta notícia, com um triste título e escrita de forma tendenciosa, oculta portanto que há professores que optam por esta alternativa que nem sequer é mencionada. Aliás, gostaria de saber como é que chegaram às conclusões que chegaram… assumiram que qualquer professor do secundário inscrito na lista iria exercer o direito a 15 dias de dispensa?

  3. É uma vergonha, quase todos da FENPROF. Estão sempre a pregar a falta de condições o excesso de trabalho etc e quando é para a galderice, estão sempre disponíveis. São quase todas ” NOGUEIRETES ” rapazes e raparigas que nunca deram aulas. O meu profundo respeito a todos os professores que não são políticos e têm que trabalhar, estes sim demais, para compensar estes chulos. Se querem sere políticos que deixem o Ministério.

  4. Democraticamente é possível ter “agitadores infiltrados” em todas as áreas profissionais. A democracia permite mesmo em áreas em que terceiros possam ser prejudicados… Utentes dos transportes, alunos, dependentes da acção da justiça, dependentes de bens essenciais à vida-médicos e enfermeiros. polícia forças armadas, ambulâncias e outros…

Responder a Viés Cancelar resposta

Alverca 2-0 Sporting | Leões desinspirados afastados da Taça pelo Alverca

O Alverca surpreendeu hoje o Sporting com uma vitória por 2-0, na terceira eliminatória da Taça de Portugal, tornando-se no primeiro grande «tomba-gigantes» da competição ao afastar o atual detentor do troféu. Alex Apolinário, aos 10 …

A Barbie também arrenda casa no Airbnb

A boneca mais famosa do mundo celebra 60 anos. Agora, a empresa que produz a Barbie, a Matel, tornou a boneca uma anfitriã no Airbnb e vai arrendar uma mansão à beira-mar em Malibu, na …

Os primeiros bebés podem nascer no Espaço daqui a 12 anos

A empresa SpaceBorn United pretende realizar missões espaciais entre 24 e 36 horas para que algumas mulheres dêem à luz em órbita dentro de 12 anos. A notícia é avançada pelo fundador e CEO da empresa, …

Japão importou cinco vírus mortais, incluindo Ebola, por causa de Tóquio 2020

Com os Jogos Olímpicos à porta, um laboratório japonês decidiu importar cinco vírus mortais, nomeadamente Ebola, para fazer frente a um eventual surto durante a competição que vai levar ao país mais de 600 mil …

Empresa anónima quer os direitos do seu rosto para construir robôs (e paga 115 mil euros)

Uma empresa privada anónima está a oferecer 115 mil euros pelos direitos de usar o seu rosto numa nova linha de robôs humanóides. A empresa quer usar a imagem para dar uma cara a um robô …

Empresa está a vender vinho (com flocos de ouro) para celebrar o Brexit

Quando o Reino Unido abandonar a União Europeia, uma saída programada para 31 de outubro, é provável que as pessoas celebrem com um vinho especial com flocos de ouro. Para aqueles que querem celebrar a saída …

Neandertais ocuparam ilhas do Mediterrâneo dezenas de milhares de anos antes do que se pensava

Cientistas descobriram provas de que a ilha de Naxos, na Grécia, já era habitada por neandertais há 200.000 anos, dezenas de milhares de anos antes do que se pensava até agora. Um estudo publicado esta quinta-feira …

Testes "bárbaros" em macacos levam ativistas a pedir encerramento de laboratório alemão

Durante meses, um ativista pelos direitos dos animais trabalhou no Laboratório de Farmacologia e Toxicologia (LPT, na sigla inglesa), em Hamburgo, na Alemanha, onde testemunhou situações de violência contra os animais utilizados em testes e …

Próxima cimeira do G7 vai ser num resort de Donald Trump

A próxima cimeira do G7 será realizada num dos clubes de golfe do Presidente norte-americano, Donald Trump, na Florida, e o clima não constará da agenda de trabalhos, disse esta quinta-feira o chefe de gabinete …

Russos e ucranianos estão em guerra por causa de sopa

A sopa de beterraba é russa ou ucraniana? Um tweet do Ministério dos Negócios Estrangeiros da Federação Russa veio falar em prato nacional e a reação na Ucrânia não tardou a chegar. O tweet é de …