Professores estão satisfeitos com veto de Marcelo, mas mantém ações de luta

Tiago Petinga / Lusa

O veto de Marcelo Rebelo de Sousa “foi uma boa notícia”, mas Mário Nogueira, da Fenprof, diz que “nada está resolvido” no que diz respeito à recuperação do tempo de serviço dos professores.

A Federação Nacional dos Professores (Fenprof) vai manter as ações de luta programadas na defesa da contagem do tempo de serviço dos professores, adiantou à Lusa o secretário-geral da estrutura sindical.

Mário Nogueira disse que a Fenprof tenciona esperar por desenvolvimentos durante o próximo mês e promover uma “grande manifestação nacional” de docentes em meados de fevereiro.

O veto presidencial ao diploma do Governo que contava parcialmente o tempo de serviço congelado dos professores é encarado pelo líder sindical como “uma boa notícia”, mas ainda não uma vitória.

Na quarta-feira, Mário Nogueira considerou “absolutamente adequada” e “correta” a decisão do Presidente da República e referiu que, no dia 3 de janeiro, os docentes vão estar à porta do Ministério da Educação para dizer ao Governo: ‘Estamos aqui para iniciar essa negociação’”.

Os sindicatos de professores ameaçaram, na semana passada, “bloquear o normal desenvolvimento do ano letivo” se o Governo não abrir negociações sobre a recuperação do tempo de serviço congelado, mas não só, até ao final de janeiro.

Em conferência de imprensa em Lisboa, depois de terem estado reunidos com o Governo – que havia dado por encerradas as negociações com os professores – os sindicatos unidos em plataforma deixaram um ultimato ao Ministério da Educação, dizendo que cabe ao executivo “escolher o que quer fazer” e que se durante o mês de janeiro não forem reabertas negociações, haverá consequências para o “normal desenvolvimento do ano letivo”.

Falando em nome da plataforma, Mário Nogueira, disse que as medidas que podem vir a bloquear o ano letivo estavam a ser discutidas pelos sindicatos e em fase de recolha de sugestões dos professores.

Ainda para 3 de janeiro está previsto o reinício da greve a todo o trabalho que não esteja previsto no horário de trabalho de 35 horas semanais, nos mesmos moldes em que esta decorreu ao longo de todo o 1.º período escolar.

A 9 de janeiro os sindicatos são ouvidos na Assembleia da República, pela comissão parlamentar de Educação.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Sr. Presidente você não é o Presidente de todos os Portugueses? Agora vetou mostrando que está ao lado dos sindicatos e eles vão-lhe responder com mais greves. Sr. Presidente quando é que pensa em defender as crianças e os Pais Portugueses? Quando a hipocrisia se esconde atrás de um sorriso a humanidade perde sentido.

Brexit. Primeiro-ministro da Irlanda apoia adiamento até 31 de janeiro

O primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, defendeu esta quarta-feira uma prorrogação da data do 'Brexit' até 31 de janeiro, num telefonema com o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, que já recomendou aos 27 que …

Matosinhos é a primeira cidade 5G em Portugal

A NOS cobriu totalmente Matosinhos com 5G, em parceria com a Huawei, tornando-a na primeira cidade de quinta geração móvel em Portugal, anunciou, esta quarta-feira, a operadora de telecomunicações. De acordo com a operadora, "a rede …

O Super Mundial de Clubes vem aí e o Barcelona pode ficar de fora

O Barcelona poderá ficar fora da próxima grande competição da FIFA: o Super Mundial de Clubes. Para inverter esta situação, os catalães terão de ganhar uma das próximas duas edições da Champions. O Conselho da FIFA …

Falência da Thomas Cook leva ao encerramento de empresas no Algarve

De acordo com a TSF, há empresas que não vão conseguir resistir ao colapso do grupo britânico Thomas Cook, que anunciou falência há cerca de um mês. Um mês depois de ter sido anunciada a falência …

Ex-ministro da Saúde questiona regulador no caso do bebé sem rosto em Setúbal

Adalberto Campos Fernandes diz que o caso do bebé com malformações graves dá motivos para questionar a utilidade da Entidade Reguladora da Saúde. Ordem dos Médicos está a agir "adequadamente". O antigo ministro da Saúde Adalberto …

Nuno Artur Silva vendeu participação nas Produções Fictícias ao sobrinho

Nuno Artur Silva, futuro secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media vendeu a sua participação na produtora de conteúdos Produções Fictícias. Desta forma, o indigitado secretário de Estado já não tem participações em empresas …

Encerrados na Índia dois call-centers que enganavam e roubavam pessoas em todo o mundo

Dois call-centers que praticavam um tipo de fraude que fez milhares de vítimas em todo o mundo, entre as quais muitas pessoas de idade, foram encerrados em Calcutá. A operação, que envolveu as polícias indiana e …

José Neves da Farfetch nomeado pela terceira vez para prémios da moda britânicos

O fundador e presidente executivo da empresa tecnológica portuguesa Farfetch, José Neves, está nomeado pelo terceiro ano consecutivo para os prémios de moda britânicos, anunciou hoje a organização. José Neves, empresário fundador da plataforma ‘online’ de …

Televisão estatal chinesa não difunde início da temporada da NBA

A televisão estatal chinesa CCTV não difundiu os jogos inaugurais da 74ª temporada da NBA, após o atrito entre o Governo chinês e a liga norte-americana de basquetebol, suscitado por um comentário de apoio aos …

Curdos que entrem nas zonas controladas pela Turquia na Síria serão neutralizados

O chefe da diplomacia turco, Mevlut Cavusoglu, afirmou hoje que as forças de Ancara irão "neutralizar" os combatentes curdos da Síria que penetrem nas áreas controladas pela Turquia. “Se houver algum ‘terrorista’ (combatente curdo) que tenha …