97% dos professores exige a contagem total do tempo de serviço

*Bloco / Flickr

Os professores decidiram: 97% dos docentes garante não abdicar da contagem total do tempo de serviço em que a carreira esteve congelada. 70% entende que que é tempo de voltar à mesa de negociação com o Governo.

Os professores querem negociar com o Governo, mas recusam-se a abrir mão da contagem total dos anos de serviço. Estes são os dados principais do referendo distribuído pelas dez organizações sindicais, no qual se questionava os professores: “Concorda com a posição dos sindicatos de exigência de recuperação total do tempo de serviço congelado (9 anos, 4 meses e 2 dias)?”

97% dos docentes não abdica do tempo total de serviços (…) os professores estão com os seus sindicatos e é neles que se revêm, mas mais do que se reverem vieram confirmar que estão com sindicatos e com as posições que estes têm assumido”, disse o líder sindical da Fenprof, Mário Nogueira.

A reposta foi unânime. 97% dos inquiridos responderam que sim, ou seja, mais de 48 mil professores. A mesma percentagem admite ainda que este pagamento seja realizado de forma faseada, de forma a não prejudicar as contas públicas, de acordo com o Expresso.

Relativamente à greve das avaliações que decorre desde o início do mês, o inquérito revelou que cerca de 70% dos professores ouvidos quer acabar imediatamente com o protesto. A maioria dos professores (62,1%) considerou ainda que a forma mais eficiente de luta seria uma manifestação nacional no próximo dia 5 de outubro, dia mundial do professor.

Mário Nogueira revelou que o inquérito decorreu durante quatro dias e o número de respostas recolhidas neste período “superou as expectativas”. “A consulta vem confirmar que os professores estão com os seus sindicatos”, acrescentou o líder sindical.

O líder sindical referiu ainda esta quarta-feira que a greve dos professores impediu a realização de 95,4% das reuniões de ensino básico e secundário, no que qualificou como uma “adesão tremenda e fortíssima”, considerou.

O inquérito decorreu nos últimos quatro dias, online e nas escolas, tendo participado 50.738 professores. Está marcado para a próximo dia 11 de julho um encontro entre o Ministério e as organizações sindicais.

Tal como os professores, a atitude do Ministério continua irredutível. Numa convocatória enviada esta semana, o Governo propõe a contagem de dois anos, dez meses e 18 dias – uma contabilização muito aquém da pretendida pelos professores.

O Ministério disse que a proposta se tratava de uma “demonstração de boa-fé”, mas a Fenprof antecipou um “mau sinal”. Esta convocatória surgiu após os professores manifestarem total disponibilidade para voltar às negociações.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Governo não deverá proibir circulação entre concelhos a 24 e 25 de dezembro

O Governo não vai aplicar as restrições à circulação entre concelhos na véspera e dia de Natal. Esta é uma das medidas em cima da mesa que o Conselho de Ministros vai discutir esta sexta-feira. O …

IA prevê a estrutura de uma proteína e supera um dos maiores desafios da biologia

Um sistema de Inteligência Artificial desenvolvido pela DeepMind, empresa britânica detida pela Google, conseguiu superar um dos maiores desafios da biologia ao prever com precisão a estrutura de uma proteína a partir de apenas a …

Novo estado de emergência. Especialistas voltam a reunir no Infarmed, Marcelo recebe partidos

Especialistas, dirigentes dos partidos políticos e parceiros sociais voltam a reunir-se esta quinta-feira para analisar a situação epidemiológica da covid-19, em vésperas de nova renovação do estado de emergência e da decisão sobre as medidas …

A tríade Mendes-Fosun-Wolves. O quid pro quo que pode estar perto do fim

A ligação entre Jorge Mendes, a Fosun e o Wolverhampton há muito que é contestada. Agora, pode estar perto do fim graças a novos regulamentos para agentes de jogadores. As participações sociais da Gestifute S.A. e …

Greve de fome. Ljubomir Stanisic assistido no hospital, Governo desmente recusa em receber manifestantes

O chef Ljubomir Stanisic, um dos rostos do movimento "A Pão e Água" e que estava há seis dias a fazer greve de fome em frente ao parlamento, foi na quarta-feira transportado para o Hospital …

"Não tenhamos ilusões". Marcelo alerta que o processo de vacinação vai levar muitos meses

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, alertou esta quarta-feira que o processo de vacinação contra a covid-19 em Portugal vai levar "muitos meses", apelando aos portugueses para não baixarem a guarda. “Não tenhamos ilusões, …

As primeiras vacinas de combate à covid-19 exigem conservação a temperaturas negativas. A ciência explica porquê

O mês de novembro trouxe notícias encorajadoras sobre a produção de vacinas de combate à covid-19. Contudo, tanto a promissora descoberta da Moderna como a da Pfizer /BioNTech, usam uma tecnologia que obriga a que …

Já dois nomes na calha para substituir Zidane no Real Madrid

Já há dois nomes na calha para substituir o treinador do Real Madrid, Zinedine Zidane, cuja continuidade no emblema espanhol está em risco depois de alguns desaires no campeonato e na Liga dos Campeões.  A notícia é …

Câmara do Porto quer isentar estacionamento em parques municipais por 120 minutos

A Câmara do Porto vai propor isentar do pagamento da taxa de estacionamento em cinco parques municipais, por um período de 120 minutos, por cada cliente, entre os dias 8 de dezembro e 8 de …

Registada a maior explosão solar dos últimos 3 anos

No domingo, dia 29 de novembro, o Sol desencadeou a erupção solar mais potente dos últimos três anos. A explosão foi medida como um M4.4 na escala que os astrónomos usam para tempestades solares. No dia …