Procuradora em investigação ao inquérito do FBI sobre russos e Trump demite-se

Stefani Reynolds / EPA

Uma procuradora federal que estava envolvida na investigação às origens do inquérito sobre as relações entre Donald Trump e a Federação Russa, no contexto das eleições presidenciais de 2016, demitiu-se, informou esta sexta-feira um porta-voz da organização governamental.

Nora Dannehy era uma das principais figuras de uma equipa liderada pelo procurador John Durham, do Estado do Connecticut, que foi apontado no ano passado para liderar uma investigação sobre como é que a polícia federal (FBI, na sigla em inglês) e outras agências federais investigaram a interferência russa nas eleições presidenciais de 2016 e a eventual coordenação entre a campanha de Trump e o Kremlin.

Um porta-voz da procuradoria do Connecticut confirmou a saída de Dannehy, que tinha sido noticiada pelo The Hartford Courant, mas declinou fazer comentários.

A sua saída pode complicar a parte final de uma investigação já prejudicada pela pandemia do novo coronavírus, mas que Donald Trump e os seus apoiantes têm considerado como reveladora de más práticas dentro do FBI.

Agora, a equipa de investigadores fica sem uma das procuradoras veteranas quando se aproxima a tomada de decisões fundamentais antes da conclusão da investigação.

A nomeação de Durham pelo procurador-geral William Barr foi tornada pública pouco depois da divulgação do relatório do conselheiro especial Robert Mueller sobre a interferência eleitoral dos russos.

No ano e meio que passou desde então, Durham tem questionado antigos agentes das forças de segurança e dos serviços de informações, como o antigo diretor da CIA John Brennan, sobre as decisões tomadas durante a investigação à interferência russa.

Esta investigação de Durham não produziu até agora os resultados por que Trump e os seus apoiantes têm esperado.

Há também pressão para encerrar a investigação dado que o seu prolongamento para o período eleitoral colocaria o Departamento de Justiça debaixo de críticas, se bem que Barr já tenha dito que o candidato democrata Joe Biden não é objeto do inquérito. Mas também não é claro que o trabalho de Durham continua se Trump perder em novembro, com os democratas e assumirem o controlo, designadamente do Departamento de Justiça.

O próprio Trump já disse que quer resultados depressa, afirmando na quinta-feira, durante uma conferência de imprensa, na Casa Branca, que Durham era “um homem muito, muito respeitado” e que o seu trabalho iria envolver “um relatório ou talvez muito mais do que isso”.

Até agora, a investigação produziu uma acusação, contra um antigo advogado do FBI, acusado de adulterar uma mensagem de correio eletrónico, relacionada com a vigilância de um antigo membro da campanha eleitoral de Trump.

Mas esta acusação não menciona uma qualquer conspiração dentro do FBI e a conduta em causa já tinha sido mencionada pelo inspetor-geral do Departamento da Justiça, em relatório de dezembro último.

Está por esclarecer se Durham é capaz de encerrar a investigação antes das eleições, apesar de Barr não ter excluído a possibilidade de mais acusações.

Lusa // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Rio Ave 0 - 2 Sporting | Leão invicto com uma garra no “caneco”

O Sporting registou o 31º jogo consecutivo sem perder na Liga NOS. Na visita ao Rio Ave, os “leões” venceram o Rio Ave por 2-0 e estão muito perto de conquistar o ceptro de campeões …

Taylor's lança vinho do Porto produzido na vindima de 1896 (e custa uma pequena fortuna)

A Taylor's vai lançar um "raro" vinho do Porto produzido na vindima de 1896, na Região Demarcada do Douro, e que tem uma edição limitada de 1.700 decantadores de cristal, embalados numa luxuosa caixa de …

"Este calendário pode ser muito mais perigoso do que finalizar o campeonato"

Dois treinadores de equipas femininas de andebol analisaram a sucessão de jornadas duplas em fins-de-semana consecutivos. Diogo Guerra avisa: "Este calendário é uma irresponsabilidade enorme. Só espero que ninguém se aleije". A primeira divisão nacional feminina …

Mulher dá à luz nove bebés, mais dois do que mostraram as ecografias

Uma mulher de 25 anos deu à luz nove bebés, mais dois do que mostraram as várias ecografias realizadas ao longo da gravidez. O caso aconteceu no Mali. Este está a ser considerado um recorde mundial …

Andrea Bocelli dá dois concertos em Coimbra em 25 e 26 de junho

O tenor italiano Andrea Bocelli vai atuar no Estádio Cidade de Coimbra em 25 e 26 de junho, em dois concertos que contam com a participação da fadista Mariza. "Em cumprimento das normas de segurança e …

Califórnia vai ter o maior sistema de armazenamento de energia não hidrelétrica do mundo

A empresa canadiana Hydrostor, que fornece soluções de armazenamento de energia de longa duração, revelou esta semana que irá desenvolver 1.000 MW de CAES na Califórnia, de acordo com um comunicado. O CAES é um tipo …

Seis anos e mil milhões de links depois, cientistas concluem que a Internet está a crescer (e a encolher)

Uma equipa de investigadores analisou mil milhões de links ao longo de seis anos e concluiu que a Internet está tanto a crescer como a encolher. O mundo online está em constante expansão — sempre agregando …

Há estranhas rádios-fantasma na Rússia (e exploradores entraram numa delas)

Aos 14 anos, um jovem comprou um rádio de ondas curtas e estava a testá-lo quando encontrou a transmissão errada - uma rádio fantasma. Imagine que é um entusiasta da rádio, sozinho à noite, a trabalhar …

Dinheiro e refeições grátis. A Sérvia vai recompensar os cidadãos que forem vacinados

O Presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, anunciou esta quarta-feira que serão pagos 25 euros aos cidadãos já vacinados contra a covid-19 e aos que se vão vacinar até final de maio, uma iniciativa original no …

Ivã, o (não tão) Terrível. Aliado de Putin reescreve história para reabilitar reputação do primeiro czar da Rússia

Segundo um alto funcionário russo, Ivã, o Terrível, não era terrível e a sua reputação de tirano cruel é o resultado de uma campanha de difamação realizada pelo Ocidente no século XVI. Nikolai Patrushev, o poderoso …