Procurador-geral crítica tweets de Trump. “Impossível fazer o meu trabalho”

O procurador-geral dos Estados Unidos afirmou, esta quinta-feira, que os tweets constantes do Presidente norte-americano tornam “impossível” fazer o seu trabalho.

Numa entrevista à ABC News, o procurador-geral dos Estados Unidos, William Barr, afirmou que o Presidente devia parar de usar o Twitter para fazer comentários sobre o Departamento de Justiça. “Fazem com que seja impossível fazer o meu trabalho. Acho que é altura de parar com os tweets sobre casos criminais do Departamento de Justiça”.

Questionado sobre se estava preparado para as consequências após estas críticas a Donald Trump, Barr disse que sim, até porque o seu trabalho é liderar o Departamento de Justiça e tomar decisões com base no que pensa ser a coisa certa a fazer.

Não vou ser intimidado ou influenciado por ninguém, seja o Congresso, o conselho editorial de um jornal ou o Presidente. Vou fazer aquilo que acho certo. Não posso fazer o meu trabalho com constantes comentários de fundo que me prejudicam”.

Estas declarações surgem numa altura em que o procurador-geral está a ser duramente criticado, na sequência da decisão relativamente à sentença de Roger Stone, consultor político e amigo de Trump considerado culpado de obstruir uma investigação ao alegado conluio entre a sua campanha presidencial e a Rússia.

Os procuradores pediram uma pena entre sete a nove anos de prisão para Stone. Depois, numa reviravolta inesperada, o Departamento de Justiça anunciou que ia reduzir o prazo de prisão pretendido. A decisão extraordinária foi anunciada horas depois de Trump se ter queixado que a punição era “muito horrível e injusta”.

O Departamento de Justiça garantiu que o caso não tinha sido discutido com a Casa Branca e que a decisão de anular a pena recomendada pelos procuradores saiu diretamente dos gabinetes do procurador-geral e do procurador-geral adjunto, Jeffrey A. Rosen.

Os quatro procuradores responsáveis pelo memorando inicial pediram, então, para serem retirados do processo. O Presidente norte-americano disse depois que deviam era pedir “desculpa” a Stone.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Várias estátuas do Porto vandalizadas com "lágrimas azuis"

Várias estátuas do Porto, nomeadamente no Jardim da Cordoaria e na Praça Carlos Alberto, surgiram esta terça-feira vandalizadas, pintadas com lágrimas azuis, atos que foram confirmados à Lusa pela Câmara do Porto. Na Praça Carlos Alberto, …

Pós-Brexit. Imigrantes do Reino Unido vão ter de falar inglês e ter qualificações

O Reino Unido apresentou detalhes sobre as novas regras para a imigração pós-Brexit, que vão dificultar o acesso dos cidadãos da União Europeia (UE) e impor requisitos, como falar inglês, qualificações e um salário mínimo …

Ações de Isabel dos Santos na Galp, NOS, Efacec e EuroBic escapam a ordem judicial

As ações de Isabel dos Santos em empresas como Galp, NOS, Efacec e EuroBic não estão abrangidas na ordem judicial relativa ao arresto das suas contas bancárias. O arresto das contas bancárias de Isabel dos Santos …

Covid-19. Presidente chinês diz que há “progresso visível”, mas número de mortos ultrapassa os 2.000

O Presidente da China defendeu esta quarta-feira que as medidas aplicadas pelas autoridades chinesas para travar a propagação do novo coronavírus, estão a alcançar um "progresso visível", num "momento crucial" da crise que paralisou o …

Tomás Correia foi pessoalmente ao Banco de Portugal buscar a nova condenação

Esta segunda-feira, Tomás Correia foi pessoalmente ao Banco de Portugal buscar a nova condenação de que foi alvo, por violação das regras de controlo e branqueamento de capitais. A notícia é avançada esta quarta-feira pelo Público, …

Alunos do ensino profissional vão poder entrar no ensino superior sem exames nacionais

Os estudantes que terminem um curso profissional ou artístico terão melhores condições de acesso ao ensino superior já no próximo ano. O ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, anunciou esta quarta-feira que os …

Trump indulta ex-governador que tentou "vender" lugar de Obama no Senado

O Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump, indultou na terça-feira o ex-governador de Illinois Rod Blagojevich, preso por corrupção após ser considerado culpado de tentar "vender" o lugar de Barack Obama no Senado, depois …

"Toca a reunir" no PS para aprovar eutanásia (e 6 médicos admitem que já a praticaram)

O PS está a mobilizar os seus deputados no sentido de garantir que, desta feita, a eutanásia passará no Parlamento. Tudo indica que venha a ser aprovada numa altura em que os médicos estão divididos …

CP está a escapar à multas por falhas nos serviços

A CP - Comboios de Portugal está a escapar às multas por falhas nos serviços, como atrasos e supressões de comboios, porque ainda não entrou em vigor o contrato de serviço público assinado com o …

Alegadas agressões a Taarabt valem processos a Marega e Pepe

A Comissão de Disciplina da FPF abriu processos disciplinares a Moussa Marega e Pepe devido a alegadas agressões sobre Taarabt, no jogo com o Benfica. Os jogadores do FC Porto Moussa Marega e Pepe vão ser …