Prisão efectiva para autarca que pagou cruzeiro, jantares e dívidas com dinheiro da Junta

(dr)

Fausto Santos, ex-presidente da Junta de Freguesia de Campolide

Um autarca que fez um cruzeiro pelas ilhas gregas com a mulher, às custas da Junta de Freguesia que presidia, foi condenado a cinco anos de prisão efectiva. Há suspeitas do desvio de mais de 25 mil euros, incluindo o pagamento de jantares, compras pessoais e até de um livro que nunca existiu.

O caso é reportado pelo Público que dá conta da condenação a cinco anos e meio de prisão efectiva e ao pagamento de uma multa de 1.800 euros de Fausto Santos, ex-presidente da junta de freguesia de Campolide, em Lisboa.

O ex-autarca eleito pelo PSD foi considerado culpado por seis crimes de peculato, dois de falsificação de documentos, um de prevaricação e outro de abuso de poderes.

O Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa considerou-o culpado do desvio de quase 25.200 euros dos cofres da Junta a que presidiu entre 2005 e 2009, considerando que o autarca teve “pouco sentido de responsabilidade e de ética, fraca interiorização dos seus deveres enquanto eleito local” e “ligeireza no exercício do cargo”, cita o jornal.

Em causa está, concretamente, um cruzeiro que fez pelas ilhas gregas, em 2008, com a mulher, o tesoureiro da Junta e a mulher deste e duas crianças, no valor de 4.710 euros. A Junta pagou 1.900 euros daquele valor, “mais 707,31 de ajudas de custo ao presidente”, reporta o jornal.

O ex-tesoureiro também foi condenado a um ano e quatro meses de prisão, com pena suspensa.

O Tribunal considera ainda que Fausto Santos gastou mais de nove mil euros da Junta em 120 jantares para “proveito pessoal”, mencionando nomeadamente um jantar “com 37 pessoas” que custou 720 euros, outro com “Helena Roseta e staff” no valor de 442,80 euros e uma refeição com “membros da assembleia municipal” por 332 euros.

“Tinha todo o direito de o fazer” porque foram “encontros de trabalho”, defende-se no Público o ex-autarca, notando que foram jantares com elementos da autarquia ou da Junta.

O Tribunal condena o autarca também pelo alegado “apoio” financeiro prestado pela Junta à delegação de Benfica do Rotary Clube de Lisboa, a que Fausto Santos presidiu. Estão em causa 5.282 euros que saíram da Junta mas apenas apareceu o rasto de 1.500 euros que correspondiam a uma “dívida pessoal do autarca ao Rotary Clube”.

O ex-presidente é ainda acusado de meter ao bolso 6.150 euros do dinheiro pago por reformados de uma viagem feita, através da Junta, aos Açores, e de ter comprado um iPhone, uma máquina fotográfica, um computador, um GPS e outros aparelhos tecnológicos com dinheiros públicos, mas para proveito próprio.

Fausto Santos também deu ordem para gastar 7.150 euros no apoio a uma amiga jornalista que estaria a escrever um livro sobre “a vida de um judeu que sobreviveu ao Holocausto e vive em Portugal”. Um livro que nunca chegou a ser publicado.

O autarca diz ao Público que vai recorrer da sentença e acusa os juízes que o condenaram de serem “completamente irrealistas”. “Não cometi crime nenhum”, diz ainda, falando de “uma perfeita conspiração” contra si e o seu executivo.

Fausto Santos queixa-se ainda de que “o tribunal não quis ouvir” as suas explicações. “Qualquer pessoa que entre lá está condenada antes de ir. E não é o Estado que tem de provar a culpa, é o cidadão que tem de dizer que não é culpado. Isto é uma autêntica subversão”, lamenta.

ZAP //

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. É só foi apanhado e condenado apenas um neste país?
    Existem “milhares” neste jardim plantado a beira mar…(que se está a transformar em terra queimada…)!

    • Não…. tu é que, pelos vistos, andas a dormir!…
      .
      Em relação a esta condenação, acho muito bem e fazem falta mais destas para ver se esta gente se começa a comportar correctamente!!

      • Os próximos vai ser os teus colegas de partido…mas, não te preocupes! Há-de chegar à tua vez…não penses em fugir!

        • Coitado… isso está mesmo mau…
          Eu não tenho “colegas de partido” e muito menos me dou com vigaristas!
          O que claramente fugiu foi a tua inteligência!…

    • Não acho Sr. H. Neto, este foi mais um. Então o que dizer de Isaltino, de Macário Correia, de Vasques Neto, dos outros muitos e inumeros acusados que os processos correm? Inclusivamente do ex-1º Ministro? Grão grão a galinha….! Todo o Perú tem o seu natal, inclusivê o super calado Chefe dos submarinos terá também o seu tempo. Esperemos,… há ainda muitos compadres que vão descobrir as comadres. Os ex-BES por exemplo, ( e muitos outros) têm na gaveta um saco que no seu tempo vão de certeza abrir. Esperemos.

      • Tem razão…caro Comentador!
        Já me esquecia destes…mas ainda existem “muitos” outros que se encontram à espera da prescrição!
        Pois a Justiça…distingue os que tem dinheiro ou não! Como… o caso de um esfomeado que roubou uma galinha congelada de um supermercado…e foi parar à cadeia!

  2. Toda a gente sabe que um autarca que rouba, tem que fazer! Vem logo na primeira página princípio do manual. Este, é claro que não leu as instruções.

  3. coitadinho…. ele diz que “Não cometi crime nenhum”… e deve ser verdade!!!, ajudem com uma petição para o libertar e crowdfunding para pagasr as custas do tribunal…. 😉

  4. Estamos a começar a chega à Islândia ????????????????????
    Depois de solto volta a concorrer não é verdade ???????????????

Responder a jose Cancelar resposta

Mais acidentes, afogamentos e suicídios num mundo mais quente

As temperaturas mais elevadas vão provocar mais acidentes rodoviários, afogamentos, agressões e suicídios, revelou uma nova investigação. Até ao momento, a grande parte das pesquisas em torno das alterações climáticas centrou-se nas mortes por doenças transmitidas …

Jóias de ouro e prata com plástico. Justiça não vê mal nenhum e iliba marca Tous

O processo de investigação aberto à marca TOUS por alegada fraude com jóias de ouro e plástico contendo plástico no seu interior, foi arquivado. A Justiça espanhola entende que, apesar de as jóias conterem plástico, …

Provas do caso Luanda Leaks podem ser nulas em Portugal

A Constituição da República Portuguesa determina que as provas obtidas mediantes violação de correspondência são consideradas nulas. Desta forma, os documentos conseguidos por Rui Pinto no caso Luanda Leaks podem vir a ser nulas aos …

Rui Pinto "tropeçou" nos Luanda Leaks sem querer

Foi quando estava à procura de "segredos do futebol" no âmbito dos Football Leaks que o hacker Rui Pinto "tropeçou" nos documentos que incriminam Isabel dos Santos nos Luanda Leaks. É o seu advogado, o …

Líder do assalto às armas de Tancos libertado

João Paulino estava preso preventivamente desde 28 de setembro de 2018. Esta segunda-feira foi libertado por excesso de prisão preventiva. O ex-fuzileiro João Paulino foi hoje libertado por excesso de prisão preventiva. A notícia foi confirmada …

Investigadores desenvolvem tecnologia que permite datar as impressões digitais

Encontrar as impressões digitais numa cena de crime nem sempre é suficiente para haver condenação, podendo os suspeitos alegar que as mesmas foram deixadas antes de o crime ocorrer. Essa realidade pode estar prestes a …

Coronavírus abala mercados mundiais. Petróleo derrapa mais de 3%

A preocupação com as consequências económicas da propagação do coronavírus na China está a ter um efeito devastador nos mercados. A derrapagem nos mercados acontece numa altura em que o número de mortos pelo surto de …

Prémio Tyler 2020: Defensores de políticas verdes ganham "Nobel do Meio Ambiente"

O Prémio Tyler 2020, também conhecido como o "Nobel do Meio Ambiente", foi atribuído à bióloga Gretchen Daily e ao economista ambiental Pavan Sukhdev, foi hoje anunciado. A bióloga especialista em conservação e o economista são …

Subsídios estão a ser pagos e aumento de 15% no ordenado "não é realista", diz a Ryanair

A Ryanair está a pagar os subsídios de férias e Natal, afirmou hoje um responsável da companhia, salientando que o sindicato dos tripulantes de cabine tenta “forçar” aumentos salariais de 15%, o que “não é …

Tia de Kim Jong-un faz a primeira aparição pública em mais de seis anos

Kim Kyong-hui, tia paterna do líder norte-coreano Kim Jong-un, reapareceu em público este sábado pela primeira vez em mais de seis anos, escreve a BBC. A emissora britânica, que avança a notícia citando a Agência Central …