Prisão efectiva para autarca que pagou cruzeiro, jantares e dívidas com dinheiro da Junta

(dr)

Fausto Santos, ex-presidente da Junta de Freguesia de Campolide

Um autarca que fez um cruzeiro pelas ilhas gregas com a mulher, às custas da Junta de Freguesia que presidia, foi condenado a cinco anos de prisão efectiva. Há suspeitas do desvio de mais de 25 mil euros, incluindo o pagamento de jantares, compras pessoais e até de um livro que nunca existiu.

O caso é reportado pelo Público que dá conta da condenação a cinco anos e meio de prisão efectiva e ao pagamento de uma multa de 1.800 euros de Fausto Santos, ex-presidente da junta de freguesia de Campolide, em Lisboa.

O ex-autarca eleito pelo PSD foi considerado culpado por seis crimes de peculato, dois de falsificação de documentos, um de prevaricação e outro de abuso de poderes.

O Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa considerou-o culpado do desvio de quase 25.200 euros dos cofres da Junta a que presidiu entre 2005 e 2009, considerando que o autarca teve “pouco sentido de responsabilidade e de ética, fraca interiorização dos seus deveres enquanto eleito local” e “ligeireza no exercício do cargo”, cita o jornal.

Em causa está, concretamente, um cruzeiro que fez pelas ilhas gregas, em 2008, com a mulher, o tesoureiro da Junta e a mulher deste e duas crianças, no valor de 4.710 euros. A Junta pagou 1.900 euros daquele valor, “mais 707,31 de ajudas de custo ao presidente”, reporta o jornal.

O ex-tesoureiro também foi condenado a um ano e quatro meses de prisão, com pena suspensa.

O Tribunal considera ainda que Fausto Santos gastou mais de nove mil euros da Junta em 120 jantares para “proveito pessoal”, mencionando nomeadamente um jantar “com 37 pessoas” que custou 720 euros, outro com “Helena Roseta e staff” no valor de 442,80 euros e uma refeição com “membros da assembleia municipal” por 332 euros.

“Tinha todo o direito de o fazer” porque foram “encontros de trabalho”, defende-se no Público o ex-autarca, notando que foram jantares com elementos da autarquia ou da Junta.

O Tribunal condena o autarca também pelo alegado “apoio” financeiro prestado pela Junta à delegação de Benfica do Rotary Clube de Lisboa, a que Fausto Santos presidiu. Estão em causa 5.282 euros que saíram da Junta mas apenas apareceu o rasto de 1.500 euros que correspondiam a uma “dívida pessoal do autarca ao Rotary Clube”.

O ex-presidente é ainda acusado de meter ao bolso 6.150 euros do dinheiro pago por reformados de uma viagem feita, através da Junta, aos Açores, e de ter comprado um iPhone, uma máquina fotográfica, um computador, um GPS e outros aparelhos tecnológicos com dinheiros públicos, mas para proveito próprio.

Fausto Santos também deu ordem para gastar 7.150 euros no apoio a uma amiga jornalista que estaria a escrever um livro sobre “a vida de um judeu que sobreviveu ao Holocausto e vive em Portugal”. Um livro que nunca chegou a ser publicado.

O autarca diz ao Público que vai recorrer da sentença e acusa os juízes que o condenaram de serem “completamente irrealistas”. “Não cometi crime nenhum”, diz ainda, falando de “uma perfeita conspiração” contra si e o seu executivo.

Fausto Santos queixa-se ainda de que “o tribunal não quis ouvir” as suas explicações. “Qualquer pessoa que entre lá está condenada antes de ir. E não é o Estado que tem de provar a culpa, é o cidadão que tem de dizer que não é culpado. Isto é uma autêntica subversão”, lamenta.

ZAP //

PARTILHAR

16 COMENTÁRIOS

  1. É só foi apanhado e condenado apenas um neste país?
    Existem “milhares” neste jardim plantado a beira mar…(que se está a transformar em terra queimada…)!

    • Não…. tu é que, pelos vistos, andas a dormir!…
      .
      Em relação a esta condenação, acho muito bem e fazem falta mais destas para ver se esta gente se começa a comportar correctamente!!

      • Os próximos vai ser os teus colegas de partido…mas, não te preocupes! Há-de chegar à tua vez…não penses em fugir!

        • Coitado… isso está mesmo mau…
          Eu não tenho “colegas de partido” e muito menos me dou com vigaristas!
          O que claramente fugiu foi a tua inteligência!…

    • Não acho Sr. H. Neto, este foi mais um. Então o que dizer de Isaltino, de Macário Correia, de Vasques Neto, dos outros muitos e inumeros acusados que os processos correm? Inclusivamente do ex-1º Ministro? Grão grão a galinha….! Todo o Perú tem o seu natal, inclusivê o super calado Chefe dos submarinos terá também o seu tempo. Esperemos,… há ainda muitos compadres que vão descobrir as comadres. Os ex-BES por exemplo, ( e muitos outros) têm na gaveta um saco que no seu tempo vão de certeza abrir. Esperemos.

      • Tem razão…caro Comentador!
        Já me esquecia destes…mas ainda existem “muitos” outros que se encontram à espera da prescrição!
        Pois a Justiça…distingue os que tem dinheiro ou não! Como… o caso de um esfomeado que roubou uma galinha congelada de um supermercado…e foi parar à cadeia!

  2. Toda a gente sabe que um autarca que rouba, tem que fazer! Vem logo na primeira página princípio do manual. Este, é claro que não leu as instruções.

  3. coitadinho…. ele diz que “Não cometi crime nenhum”… e deve ser verdade!!!, ajudem com uma petição para o libertar e crowdfunding para pagasr as custas do tribunal…. 😉

  4. Estamos a começar a chega à Islândia ????????????????????
    Depois de solto volta a concorrer não é verdade ???????????????

Segurança Social demora quase cinco meses a pagar pensões

Em 2018, os beneficiários da Segurança Social tiveram de esperar, em média, 147 dias - cerca de cinco meses -, entre o dia que se aposentaram e o momento que começaram a receber a pensão …

Empresas fechadas e 28 mil despedimentos. Setor têxtil pode atravessar crise

Até 2025, a indústria têxtil em Portugal pode ver um terço das empresas a fecharem e 28 mil trabalhadores a serem despedidos. Este é o pior cenário equacionado no setor nos próximos anos. O setor da …

Ministério Público arquiva queixa de Aguiar-Branco contra Ana Gomes por difamação

Aguiar Branco tinha levantado um processo de difamação a Ana Gomes por declarações sobre alegadas ligações entre o seu escritório de advogados e o grupo Martifer. O Ministério Público (MP) arquivou a queixa apresentada pelo ex-ministro …

66 louvores a funcionários. Centeno é o ministro mais "agradecido" de todo o Governo

Mário Centeno e os seus secretários de Estado publicaram em Diário da República 66 louvores. O seu gabinete garante que não há qualquer significado político associado - nem mesmo uma despedida anunciada. O louvor é dado …

Os glaciares da Nova Zelândia estão a mudar de cor

À medida que o Hemisfério Sul entra no verão, acontece uma temporada catastrófica de incêndios florestais na costa leste da Austrália. Há casas destruídas, coalas a morrer e um fumo espesso que cobre o estado …

Não se irrite. Fisco vai comunicar de forma mais clara

A Autoridade Tributária e Aduaneira vai lançar um serviço de apoio e defesa ao contribuinte que usará uma linguagem mais simples e clara. A alteração é inspirada num modelo britânico. A Autoridade Tributária e Aduaneira vai …

Juiz Rui Rangel justificou ganhos com direitos de autor de programa televisivo

O juiz afirmou, perante o plenário do Conselho Superior da Magistratura, que os ganhos fora da magistratura correspondiam a direitos de autor de um programa na televisão. O juiz Rui Rangel, que foi demitido da magistratura esta …

Governo faz ultimato: empresas têm 30 dias para regularizar fundos europeus parados (ou devolver dinheiro)

O Governo vai dar 30 dias para que as empresas que têm fundos comunitários parados regularizem a situação. Findo esse período, terão de devolver o dinheiro. José Mendes, secretário de Estado do Planeamento, garantiu, em entrevista …

Pelo menos 58 mortos em naufrágio ao largo da Mauritânia

Pelo menos 58 pessoas morreram, esta quinta-feira, num naufrágio ao largo da costa da Mauritânia. Pelo menos 58 migrantes morreram num naufrágio ao largo da costa da Mauritânia, anunciou a Organização Internacional para as Migrações (OIM). …

Sá Carneiro, hipocrisia e maçonaria. Após troca de ataques, candidatos à liderança do PSD concordaram (mas pouco)

Os três candidatos à liderança do PSD trocaram esta quarta-feira acusações de hipocrisia e de maus resultados em diferentes momentos da história do partido, com Luís Montenegro e Miguel Pinto Luz a negarem pertencer à …