Princesa saudita desaparecida diz estar na prisão (e suplica por liberdade ao rei Salman)

A princesa saudita Basmah bint Saúd, desaparecida desde março do ano passado, revelou que está presa e exigiu que o atual governante e seu primo, o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, a libertasse e prestasse cuidados médicos.

De acordo com o jornal britânico The Guardian, a princesa Basmah, uma defensora dos direitos humanos com 56 anos, afirma que está detida sem nenhuma acusação em Riad, a capital da Arábia Saudita, com uma das suas filhas. A princesa disse ainda que não recebeu explicações para a sua prisão, apesar de repetidos apelos à corte real.

A princesa, a mais nova dos 108 filhos do rei Saud, recorreu ao seu Twitter para implorar por liberdade e alegar que a sua saúde se tinha deteriorado a ponto de agora estar “muito crítica”. Basmah disse que estava detida na prisão de al-Ha’ir e alegou não ter feito nada errado.



Não é claro como é que a princesa conseguiu recorrer ao Twitter dentro de Al-Ha’ir, uma prisão de alta segurança  conhecida por manter presos políticos. De acordo com a emissora britânica BBC, o apelo foi publicado também pela conta verificada da assessoria de imprensa da princesa, juntamente com links para vários artigos sobre a sua suposta detenção no ano passado.

As notícias da sua detenção surpreenderam dois membros da realeza, que disseram que não sabiam nada dela há um ano e que pensavam que estava a recuperar de uma doença. Outros membros da família acreditavam que estivesse em prisão domiciliária.

A princesa Basmah era uma defensora da reforma no reino e tinha promovido os direitos das mulheres e os direitos humanitários durante uma breve carreira nos media e vários anos em Londres, onde desenvolveu uma carreira nos negócios.

A princesa pediu que a Arábia Saudita se tornasse uma monarquia constitucional, uma mudança que teria separado a posição de monarca do poder executivo do país – uma mudança fundamental no seu estatuto atual de monarquia absoluta.

Basmah voltou ao reino no final de 2015, assumindo um papel de defensora da família real, por um lado, mas crítica interna, por outro.

A princesa pediu ainda moderação na guerra liderada pela Arábia Saudita no Iémen e reformas generalizadas em casa.

Em novembro de 2019, foi noticiado que, no final de 2018, a princesa Basmah tentou fugir da Arábia Saudita para a Suíça, sem sucesso. A princesa terá tentado fugir novamente do país em março, razão pela qual foi detidas pelas autoridades.

Alegadamente a saída da princesa saudita estava relacionada com um “tratamento médico urgente”. No entanto, as autoridades podem ter suspeitado que se tratasse de uma fuga por razões políticas, já que o seu voo fazia escala na Turquia – um país que não tem a melhor das relações com os sauditas.

Este mês, as autoridades da Arábia Saudita detiveram Ahmed bin Abdulaziz al Saúd, irmão do rei Salman, e o sobrinho do monarca e ex-príncipe herdeiro do país, Mohammed bin Naif bin Abdulaziz al Saúd.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Máscara nos espaços fechados e eventual terceira dose em massa - as conclusões da reunião no Infarmed

Terminou há momentos a reunião do governo com especialistas no Infarmed sobre o balanço da evolução da pandemia e as recomendações das medidas que devem ser adoptadas nesta nova fase. A reunião começou com as …

"Cruzeiro espacial" da SpaceX com quatro civis já está em órbita

Voo espacial terá a duração de três dias e cada um do seus tripulantes (quatro civis) terá uma tarefa na missão. Ainda assim, viagem tem um objetivo nobre e social. Passo a passo, Elon Musk parece …

Líder do PAN faz queixa no Ministério Público depois de ser ameaçada de morte

A deputada mostrou no Twitter o tipo de insultos e ameaças que tem recebido e avisa que não se vai calar ou permitir que o desrespeito continue. Inês Sousa Real foi insultada e ameaçada nas redes …

Árbitro foi muito "benévolo" com o FC Porto

O golo de Taremi e a expulsão de Mbemba originaram protestos portugueses. Os espanhóis têm uma visão diferente. O Atlético de Madrid-FC Porto contou com duas boas equipas em campo e uma "que esteve menos bem", …

Buraco na camada de ozono ultrapassa o tamanho da Antártida

A dimensão do buraco na camada de ozono no hemisfério sul ultrapassou o tamanho da Antártida, continente com cerca de 14 milhões de quilómetros quadrados, anunciou hoje o serviço europeu Copernicus, de monitorização da atmosfera. “O …

Políticos e especialistas querem legalizar canábis (com impostos para prevenir o consumo)

Um grupo de 65 personalidades, entre especialistas médicos e ex-ministros, apela à legalização da canábis, considerando que é a melhor forma de prevenir o consumo desta droga, nomeadamente através dos impostos aplicados ao sector. Esta carta …

Mais 1062 casos e seis mortes por covid-19. Internamentos continuam em queda

Há actualmente 497 doentes internados, menos 30 pessoas do que no último balanço. Mais seis pessoas morreram de covid-19 nas últimas 24 horas. Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais seis mortes e mais 1062 casos …

Crescimento sustentado da economia dá margem ao Governo nas negociações para OE

Governo tem a seu favor uma evolução positiva das receitas fiscais, o que lhe deverá permitir metas mais ambiciosas de redução do défice ou, em alternativa, assumir mais medidas com impacto negativo no orçamento. O crescimento …

Portugal contratou mais professores, mas salários baixaram

Em ano de pandemia, um relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) mostra as diferenças que existem nas carreiras dos professores na Europa e em Portugal. O reforço do número de professores no …

Afinal, a crise no transporte marítimo mundial não vai estragar o Natal - pelo menos em Portugal

O transporte de mercadorias está a desacelerar na Ásia e o aumento dos custos está a causar uma onda preocupação na distribuição. Porém, o problema não se deverá fazer sentir na época de Natal. A falta …