Primo de José Sócrates envolvido na fraude do GES

-

José Paulo Bernardo Pinto de Sousa, o já famoso primo de José Sócrates, estará envolvido na fraude do Grupo Espírito Santo (GES), depois de já ter sido investigado no caso Freeport e de ser um dos suspeitos na operação Monte Branco.

O jornal Sol adianta que teve acesso a “nova documentação” que envolve o primo de José Sócrates na transacção de terrenos em Angola, operações que tinham por objectivo esconder do Banco de Portugal a exposição do GES naquele país.

Essas transacções terão ocorrido em 2013 e envolverão, em particular, o Condomínio da Bela Vista, em Benguela.

O jornal nota que o valor do imóvel “foi empolado de forma fraudulenta para favorecer as contas da Escom – uma empresa do GES e do empresário Hélder Bataglia”.

O negócio terá rendido a José Paulo Bernardo Pinto de Sousa nove milhões de dólares, de acordo com o mesmo jornal.

Além desse projecto, o Sol frisa que há outros quatro projectos que terão permitido esconder do Banco de Portugal “mais de 500 milhões de dólares da dívida da Escom ao BES Angola (BESA)”.

Tal terá sido possível através de “uma operação complexa de transferências de créditos da Escom para sociedades-veículo, por valores surreais”, afiança o mesmo jornal.

ZAP

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Mais de 500 detidos nos protestos contra Lukashenko. Segue-se a greve geral

A greve geral anunciada pela líder da oposição bielorrussa no exílio para exigir a saída do Presidente começou, esta segunda-feira, com protestos tímidos e detenções em todo o país. "O prazo para cumprir as exigências do …

Polacos protestam contra acórdão que torna o aborto quase impossível

Milhares de polacos têm-se manifestado, nos últimos dias, contra a proibição quase total do aborto, quando as leis do país estavam já entre as mais restritivas da União Europeia. Na última quinta-feira, o Tribunal Constitucional polaco …

Japão promete "uma sociedade neutra em termos de carbono" até 2050

O Japão quer alcançar a neutralidade de carbono até 2050, disse hoje o primeiro-ministro japonês Yoshihide Suga, um caminho que se afigura complicado, devido à dependência do país do carvão. Numa altura em que cada vez …

"Nada nos vai fazer recuar". Macron desperta a raiva do mundo muçulmano (e enfurece Erdogan)

Emmanuel Macron, presidente de França, assumiu posições muito claras na defesa da liberdade de exibir as caricaturas de Maomé, no âmbito da homenagem ao professor decapitado na semana passada, suscitando protestos em vários países muçulmanos. "Nada …

Merkel avisa Alemanha que os próximos meses vão ser “muito difíceis”

A chanceler alemã, Angela Merkel, avisou a Alemanha de que os próximos meses vão ser "muito difíceis", já que o número de infeções por covid-19 continua a crescer diariamente, tendo-se registado 8.685 nas últimas …

Portugal acusado de bloquear lei europeia contra evasão fiscal pelas multinacionais

Os governos português e sueco estão a ser acusados de bloquear, no Conselho da União Europeia (UE), a deliberação de uma lei contra a evasão fiscal por parte de grandes empresas multinacionais digitais. Segundo anunciou esta …

Consumo de antibióticos desce 22% durante a pandemia. Menos 1,1 milhões de embalagens vendidas

O consumo de antibióticos registou uma descida na ordem dos 22% nos primeiros oito meses deste ano. Venderam-se menos 1,1 milhões de embalagens, quando comparado com igual período do ano passado. Entre janeiro e agosto deste …

Portugal regista mais 2.447 casos e 27 mortes por covid-19

Nas últimas 24 horas, Portugal registou mais 2.447 casos positivos e 27 mortes por covid-19. A informação foi divulgada, esta segunda-feira, no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico divulgado hoje revela que …

Testes rápidos devem ser aplicados em surtos em escolas ou lares

A Estratégia Nacional de Testes para SARS-CoV-2, hoje publicada, determina que em situações de surto em escolas, lares ou outras instituições devem ser utilizados preferencialmente testes rápidos no sentido de aplicar "rapidamente as medidas adequadas …

Em Berlim, Marta Temido defende reforma e reforço de poder da OMS

A Organização Mundial de Saúde (OMS) deve ser alvo de uma reforma substancial que leve ao reforço do seu poder internacional na sequência da pandemia de Covid-19, defendeu esta segunda-feira a ministra da Saúde, Marta …