/

O primeiro smartphone dobrável do mundo é o FlexPai, da chinesa Rouyu

Nem Samsung, nem Huawei. A primeira fabricante de smartphones a anunciar um dispositivo móvel com ecrã dobrável é a chinesa Rouyu Technology.

Relativamente desconhecida no ocidente, a chinesa Rouyu parte agora à frente nesta nova tendência do mercado. Mas será que o seu aparelho é suficientemente bom para se bater ombro a ombro com os que dobráveis que estão a caminho?

O novo smartphone, que se chama FlexPai, tem um ecrã AMOLED de 7,8 polegadas e espessura de 7,6 mm, câmaras de 16 e 20 megapixels (grande angular e teleobjetiva, respectivamente), e uma bateria de 3.800 mAh que pode ser carregada a 80% com apenas 60 minutos na tomada.

Não há ainda confirmação quanto ao processador que alimenta o novo smartphone, mas especula-se que seja um Snapdragon 8150, o que faz do FlexPai o primeiro do mundo a usar o novo chipset, sucessor do Snapdragon 845.

No vídeo de apresentação, acima, vemos o que mais parece ser um tablet dobrável, que, quando dobrado, fica do tamanho de um tablet pequeno e “gordinho” — e não exactamente do tamanho de um smartphone que possa caber em qualquer bolso.

Aparentemente, quando dobrado, o utilizador pode escolher ter conteúdos diferentes em cada um dos lados do ecrã.

De acordo com o site chinês ITHome, o FlexPai será vendido por tempo limitado a partir desta quinta-feira a um preço equivalente a 1.291 dólares no modelo com 6 GB de RAM e 128 GB de espaço, ou cerca de 1.434 dólares para a versão com 8 GB de RAM e 256 GB de armazenamento.

Uma terceira variante de 8 GB de RAM e 512 GB de espaço deverá ser comercializada por cerca de 1.864 dólares – preços que também ajudam a tornar o Flexpai muito parecido com um tablet dobrável.

  ZAP // CanalTech

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.