Primeira barriga de aluguer no país pode ser avó que quer dar à luz o neto

Avó de 49 anos poderá ser a barriga de aluguer do neto. A filha ficou impossibilitada de engravidar devido a uma endometriose. Em entrevista ao Expresso, diz que se trata de um “ato de amor”.

A história é contada na edição do Expresso deste fim-de-semana. Isabel é uma mulher de 30 anos que ficou sem útero na sequência dos tratamentos e cirurgias a que foi sujeita por causa de uma endometriose.

Esta semana, juntamente com o marido, entregou um pedido formal no Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida (CNPMA) para recorrer à gestação de substituição. De acordo com o semanário, é a mãe de Isabel, de 49 anos de idade, que quer ser a barriga de aluguer deste casal que sempre desejou ter filhos. “É um ato de amor”, explica.

Ao Expresso, Isabel conta que a intenção de usufruírem da chamada “barriga de aluguer” já tinha sido enviada anteriormente ao CNPMA mas só a 31 de julho é que saiu a regulamentação de uma lei que já tinha sido aprovada há quase um ano no Parlamento.

Na altura, o médico que a acompanha sugeriu que tirasse ovócitos para serem congelados e assim poderem ser usados mais tarde. “Consegui retirar dois óvulos”, recorda.

Recorde-se que o projeto de lei foi aprovado inicialmente na Assembleia da República em maio de 2016, mas o Presidente da República decidiu vetar a proposta.

O projeto de lei voltou ao Parlamento, onde foi aprovado com os votos a favor do PS, BE, PAN e PEV e de 19 deputados do PSD. Oito deputados sociais-democratas abstiveram-se, incluindo Passos Coelho, e o diploma contou com os votos contra do CDS, PCP e dos restantes deputados do PSD. Coube a Marcelo promulgar “obviamente” a proposta.

Agora, segundo o semanário, o pedido do casal vai ser analisado pelos nove conselheiros do CNPMA no dia 8 de setembro.

De acordo com este decreto, a gestação de substituição é apenas permitida no país em “situações absolutamente excecionais e com requisitos de admissibilidade estritos” como nos casos de “ausência de útero e de lesão ou doença deste órgão que impeça de forma absoluta e definitiva a gravidez da mulher ou em situações clínicas que o justifiquem”.

Além disso, estão sempre sujeitos “à celebração de contratos de gestação de substituição, que depende de autorização do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida (CNPMA) e audição prévia da Ordem dos Médicos”.

Ao contrário do que acontece noutros países, a barriga de aluguer não pode receber qualquer pagamento pela gestação, sendo apenas reembolsada por despesas ligadas ao processo. Deve ter acompanhamento psicológico garantido antes e depois do parto.

Menos de uma semana depois de a lei ter entrado em vigor, o Expresso adiantou que já existem 53 pedidos de gestação de substituição e que 25% são de origem estrangeira, na maioria vindos de Espanha.

ZAP //

RESPONDER

Rio Tejo está em risco de secar por completo

As alterações climáticas, as barragens e os desvios de água para a agricultura e para campos de golfe, em Espanha, deixam o rio Tejo "à beira do colapso" e da seca completa. O alerta é deixado …

ARS condenada a pagar 49 mil euros por compressa esquecida em barriga de grávida

A Administração Regional de Saúde do Norte foi condenada ao pagamento de uma indemnização de quase 49 mil euros, num caso de negligência médica, devido ao esquecimento de uma compressa no interior da barriga de …

Líder do grupo KKK ameaçou queimar jornalista afroamericana

Um líder do grupo KKK (Ku Klux Klan) ameaçou queimar uma jornalista afroamericana colombiana durante uma entrevista ao canal hispânico Univisión, em julho, no estado norte-americano da Carolina do Norte. A entrevista será transmitida no …

BE e PCP querem acabar com corte ao subsídio de desemprego já no próximo ano

No Orçamento de Estado do ano passado, a medida não passou. Em junho, no Parlamento, a medida voltou a não passar. Agora, volta à mesa de negociações. Segundo o Diário de Notícias, o fim da redução …

Em um ano, há mais 8365 novos funcionários públicos

O número de funcionários públicos aumentou 1,3% no segundo trimestre deste ano, face a igual período de 2016, para 668.043 postos de trabalho, de acordo com a Síntese Estatística do Emprego Público. Em comparação com o …

Cria de golfinho morre com banhistas a tirar fotografias com ele

O incidente aconteceu na praia de Mojácar, na província de Almeria, Espanha, quando um golfinho bebé deu à costa e acabou por morrer devido ao contacto intenso com banhistas. A causa da morte da cria de …

Tragédia na Madeira: Junta enviou 3 avisos, Câmara não sabe de nada

A Junta de Freguesia do Monte, na Madeira, onde morreram 13 pessoas, depois da queda de um carvalho com 200 anos, alertou a Câmara, por três vezes, para o risco das árvores centenárias do local …

MP investiga suspeitas de gestão danosa na PT

O Ministério Público está a investigar as decisões da Portugal Telecom, dos gestores e dos acionistas, desde meados da década passada até à decisão de venda ao grupo Altice. Em causa estão suspeitas de gestão …

Secretário de Estado não acredita que incêndios noturnos venham de "mão bondosa"

Não referiu a palavra incendiários, mas o secretário de Estado da Administração Interna Jorge Gomes realçou que, após mais de 20 tentativas de incêndios, todas apagadas com sucesso no concelho de Castelo Branco, finalmente "conseguiram …

Santa Maria e Pulido Valente devem mais que os 15 Hospitais da região Norte juntos

O Centro hospitalar Lisboa Norte, que integra os hospitais de Santa Maria e Pulido Valente, tem uma divida de 153 milhões de euros aos fornecedores. O valor dos pagamentos em atraso consegue superar o das …