Primeira barriga de aluguer no país pode ser avó que quer dar à luz o neto

Avó de 49 anos poderá ser a barriga de aluguer do neto. A filha ficou impossibilitada de engravidar devido a uma endometriose. Em entrevista ao Expresso, diz que se trata de um “ato de amor”.

A história é contada na edição do Expresso deste fim-de-semana. Isabel é uma mulher de 30 anos que ficou sem útero na sequência dos tratamentos e cirurgias a que foi sujeita por causa de uma endometriose.

Esta semana, juntamente com o marido, entregou um pedido formal no Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida (CNPMA) para recorrer à gestação de substituição. De acordo com o semanário, é a mãe de Isabel, de 49 anos de idade, que quer ser a barriga de aluguer deste casal que sempre desejou ter filhos. “É um ato de amor”, explica.

Ao Expresso, Isabel conta que a intenção de usufruírem da chamada “barriga de aluguer” já tinha sido enviada anteriormente ao CNPMA mas só a 31 de julho é que saiu a regulamentação de uma lei que já tinha sido aprovada há quase um ano no Parlamento.

Na altura, o médico que a acompanha sugeriu que tirasse ovócitos para serem congelados e assim poderem ser usados mais tarde. “Consegui retirar dois óvulos”, recorda.

Recorde-se que o projeto de lei foi aprovado inicialmente na Assembleia da República em maio de 2016, mas o Presidente da República decidiu vetar a proposta.

O projeto de lei voltou ao Parlamento, onde foi aprovado com os votos a favor do PS, BE, PAN e PEV e de 19 deputados do PSD. Oito deputados sociais-democratas abstiveram-se, incluindo Passos Coelho, e o diploma contou com os votos contra do CDS, PCP e dos restantes deputados do PSD. Coube a Marcelo promulgar “obviamente” a proposta.

Agora, segundo o semanário, o pedido do casal vai ser analisado pelos nove conselheiros do CNPMA no dia 8 de setembro.

De acordo com este decreto, a gestação de substituição é apenas permitida no país em “situações absolutamente excecionais e com requisitos de admissibilidade estritos” como nos casos de “ausência de útero e de lesão ou doença deste órgão que impeça de forma absoluta e definitiva a gravidez da mulher ou em situações clínicas que o justifiquem”.

Além disso, estão sempre sujeitos “à celebração de contratos de gestação de substituição, que depende de autorização do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida (CNPMA) e audição prévia da Ordem dos Médicos”.

Ao contrário do que acontece noutros países, a barriga de aluguer não pode receber qualquer pagamento pela gestação, sendo apenas reembolsada por despesas ligadas ao processo. Deve ter acompanhamento psicológico garantido antes e depois do parto.

Menos de uma semana depois de a lei ter entrado em vigor, o Expresso adiantou que já existem 53 pedidos de gestação de substituição e que 25% são de origem estrangeira, na maioria vindos de Espanha.

ZAP //

RESPONDER

Morrem por dia 15 mil crianças com menos de 5 anos

Um novo relatório revela que 15 mil crianças morreram por dia em 2016 antes de completarem o quinto aniversário. Pelo menos 46% delas, ou 7 mil, não sobreviveram aos primeiros 28 dias após o nascimento. Quando …

Presidente da Proteção Civil demite-se

O presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil, Joaquim Leitão, demitiu-se esta quarta-feira, informou hoje à Lusa fonte do Governo. A mesma fonte adiantou que Joaquim Leitão entregou na quarta-feira uma carta de demissão dirigida …

A vidente que afinal não é filha de Dalí vai ter que pagar os custos da exumação

Pilar Abel, a espanhola que a 20 de julho obrigou a que o corpo do pintor surrealista Salvador Dalí fosse exumado, após alegações de que seria sua filha, foi condenada a pagar os custos judiciais …

Milhares de comunistas indonésios foram massacrados em 1966 com apoio dos EUA

Documentos desclassificados revelam novos detalhes sobre o massacre indonésio contra comunistas. De acordo com os documentos, Washington estava a par e apoiava a tomada do poder pelos militares e a perseguição dos opositores comunistas. Segundo a …

Pedro Siza Vieira admite que entra num "Governo fragilizado"

O novo Ministro Adjunto e amigo próximo do primeiro-ministro admite que o "Estado falhou" e que o Governo "está fragilizado" mas assegura estar motivado para o novo desafio. Em declarações ao jornal ECO, Pedro Siza Vieira, sócio …

May promete facilitar permanência de cidadãos europeus no Reino Unido

A primeira-ministra britânica prometeu, esta quinta-feira, "facilitar" a estadia dos cidadãos europeus no Reino Unido depois do Brexit, ao mesmo tempo que garantiu que o consenso com a União Europeia nesta matéria está "muito perto". Theresa …

Bruxelas deve considerar despesas dos incêndios como “excecionais”

O comissário europeu dos Assuntos Económicos, Pierre Moscovici, defendeu esta quinta-feira que as despesas públicas resultantes dos devastadores incêndios em Portugal sejam consideradas como "circunstâncias excecionais", sem consequências na avaliação orçamental a fazer por Bruxelas. "Parece-me …

Creme anticelulite tem ingrediente proibido

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (DECO) pediu ao Infarmed a retirada do mercado do creme 'Depuralina Celulite', por conter um ingrediente proibido em cosméticos, na União Europeia, desde 2015. De acordo com um …

Benfica recebe o V. Setúbal, FC Porto o Portimonense e Sporting o Famalicão

O sorteio realizado, esta quinta-feira, na Cidade do Futebol, em Oeiras, ditou que os três grandes vão jogar em casa. Benfica e FC Porto jogam com outras duas equipas da I Liga, enquanto que o …

Líder neonazi britânico declara-se homossexual, revela ser judeu e abandona movimento

Um proeminente líder neonazi da Frente Nacional (NF) britânica deixou o movimento depois de se declarar homossexual e revelar a sua herança judaica. O líder fez as revelações sobre o seu passado violento enquanto renunciava …