Barrigas de aluguer aprovadas no Parlamento. Marcelo “promulga, obviamente”

Tânia Rego / ABr

-

O projeto de lei do BE para permitir a gestação de substituição, com alterações introduzidas após o veto do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, foi aprovado esta quarta-feira pela Assembleia da República.

A proposta do Bloco de Esquerda foi aprovada com os votos a favor do PS, BE, PAN e PEV e de 19 deputados do PSD. Oito deputados sociais-democratas abstiveram-se, incluindo Pedro Passos Coelho.

O diploma contou com os votos contra do CDS, PCP e dos restantes deputados do PSD.

Durante a apresentação da proposta reformulada, o deputado do BE Moisés Ferreira lembrou que as alterações introduzidas ao projeto na sequência do veto presidencial “fazem do diploma da gestação de substituição um diploma reforçado: reforçado nos direitos das crianças, reforçado nos direitos da gestante; reforçado na estabilidade contratual; reforçado nas disposições contratuais”.

Esta quarta-feira, o presidente do PSD tinha apelado a António Costa para que respeitasse as razões invocadas pelo Presidente da República e adiasse para a próxima sessão legislativa a votação do diploma do Bloco de Esquerda sobre maternidade de substituição.

O diploma sobre maternidade de substituição do BE, o qual Passos Coelho votou favoravelmente em sentido contrário à orientação dominante entre os sociais-democratas, foi alvo de veto político por parte do Presidente da República.

Perante os jornalistas, Passos avisou que, se houver insistência em levar a votos este diploma do Bloco de Esquerda, alteraria o seu sentido de voto, dando a entender que o mesmo fará a maioria dos 24 deputados sociais-democratas que antes do veto presidencial contribuíram para a sua aprovação.

“Promulgo, obviamente”

O Presidente da República afirmou que vai promulgar o diploma do Bloco de Esquerda, aprovado esta quarta-feira no Parlamento com alterações introduzidas na sequência do veto presidencial de 8 de junho.

À chegada à cerimónia da entrega do prémio Calouste Gulbenkian, em resposta aos jornalistas , Marcelo Rebelo de Sousa começou por dizer que ia esperar pela receção do diploma para decidir se o promulga ou não.

No entanto, logo de seguida acrescentou: “Mas promulgo, obviamente”.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

"El Mencho" quer ser o próximo "El Chapo" (e está a matar polícias para o conseguir)

"El Mencho", líder de um dos cartéis mais influentes do México, foi responsável pelo massacre de 14 polícias. O barão da droga quer ser o próximo "El Chapo". No México, Nemesio Oseguera Cervantes, conhecido como "El …

Marcelo promulga regime de acolhimento residencial para crianças e jovens em perigo

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, promulgou esta sexta-feira o diploma governamental que estabelece o regime de execução do acolhimento residencial, medida de promoção dos direitos e de proteção das crianças e jovens …

Lenny Kravitz regressa a Lisboa para um concerto em 2020

Lenny Kravitz regressa a Portugal em 2020. O músico irá atuar na Altice Arena, em Lisboa, no dia 25 de julho do próximo ano. Este concerto faz parte da digressão "Here to Love", de apoio ao …

Conspirador condenado a pagar 450.000 dólares por negar massacre de Sandy Hook

Um tribunal de Wisconsin, nos Estados Unidos, condenou um conspirador a indemnizar o pai de uma das crianças que morreu no tiroteio de Sandy Hook, em 2012, com 450.000 dólares depois de este afirmar que …

Adepto do Nápoles acusado da morte de apoiante do Inter

  O adepto do Nápoles tem antecedentes criminais e, segundo a investigação, poderá estar ligado à camorra, uma organização criminosa italiana. Um adepto radical do Nápoles foi esta sexta-feira detido sob a acusação de homicídio de um …

As temperaturas no Qatar estão tão altas que já há ar condicionado nas ruas

As temperaturas no Qatar, um dos lugares mais quentes do planeta, aumentaram tanto que as autoridades estão a instalar equipamentos de ar condicionado no exterior dos edifícios, nas ruas e nos mercados. O país, onde as …

Quadro de Nicolas de Staël vendido em Paris por valor recorde de 20 milhões de euros

Um quadro do pintor francês, de origem russa, Nicolas de Staël, foi vendido por 20 milhões de euros, um recorde para o artista, num leilão que decorreu em Paris e que foi organizado pela casa …

Duterte encoraja polícia a “matar todos” os suspeitos de tráfico de droga

O presidente das Filipinas encorajou o novo chefe da polícia da cidade de Bacolod, no centro do país, a matar todos os suspeitos de tráfico de droga. “Tens permissão para matar todos”, disse esta quinta-feira Rodrigo …

Prisão preventiva para um dos 23 arguidos da Operação Rota do Cabo

A operação Rota do Cabo, que investiga uma rede criminosa de auxílio à imigração ilegal, contava com a participação de funcionários do Fisco, da Segurança Social e do SEF. Um dos 23 arguidos da operação Rota …

Dez anos depois de uma reunião do governo no fundo do mar, as Maldivas continuam a afundar-se

A 17 de outubro de 2009, o Governo das Maldivas, um dos países mais ameaçados pela subida da água dos oceanos, reuniu-se no fundo do mar para alertar para os efeitos das alterações climáticas. Dez anos …